Menu
2018-09-22T13:27:51-03:00
Eleições 2018

A sondagem do Centrão a Bolsonaro

Coordenador de campanha de Jair Bolsonaro, Major Olímpio diz que partidos do Centrão já fazem “missa” para apoiar candidato

18 de setembro de 2018
6:59 - atualizado às 13:27
Major-Olímpio
Coordenador de campanha de Jair Bolsonaro, Major Olímpio. - Imagem: Fotos Públicas

O coordenador de campanha de Jair Bolsonaro, deputado Major Olímpio, disse nesta segunda-feira (17) que os partidos do Centrão devem formalizar apoio ao candidato nos próximos dias. As informações são do jornal "Valor Econômico".

"Já estão fazendo missa de corpo presente há alguns dias", disse Olímpio sobre o Centrão, que hoje apoia Geraldo Alckmin (PSDB).

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

ranking da forbes

Varejo invade lista de mais ricos do Brasil; saiba mais sobre os bilionários

Luiza Trajano, Ilson Mateus e Luciano Hang chegam entre os 10 mais ricos do país, em um ano marcado por mudanças no setor varejista, alta das ações e IPOs

Seu Mentor de Investimentos

Como proteger seus investimentos diante do risco de sanções comerciais por causa das queimadas

País tornou-se um pária no mundo por conta do que acontece no Pantanal e na Amazônia, diz colunista Ivan Sant’Anna; ele aponta uma série de tipos de ativos que podem estar imunes a uma eventual protesto da comunidade internacional

caso de fevereiro

Guedes ‘excedeu barbaramente’ limites ao comparar servidor a parasita, diz juíza

Cláudia da Costa Tourinho Scarpa, da 4ª Vara Federal Cível da Bahia, afirmou que o ministro da Economia ‘insultou’ os servidores públicos

em recuperação judicial

Justiça dos EUA libera empréstimo de US$ 2,4 bi da Latam

Nova proposta retirou cláusula questionada por minoritários

o melhor do seu dinheiro

Briga de bilionários e a maior besteira da minha vida

Texto mais lido da semana foi sobre uma troca de farpas virtual entre Elon Musk e Bill Gates. O motivo da discórdia? A viabilidade de veículos elétricos para longas distâncias

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements