A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2019-04-20T15:20:50-03:00
Marina Gazzoni
Marina Gazzoni
CEO do Seu Dinheiro. É CFP® (Certified Financial Planner). Tem graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e MBA em Informação Econômico-Financeira e Mercado de Capitais no Instituto Educacional BM&FBovespa. Foi Diretora de Conteúdo e editora-chefe do Seu Dinheiro, editora de Economia do G1 e repórter de O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e do portal IG.
PAPAI NOEL NÃO VEIO

Em vez de rali, Wall Street vive pesadelo de Natal

Os índices Dow Jones teve sua maior quedas já registrada na véspera do Natal, de 2,9%, nos seus 122 anos de história

24 de dezembro de 2018
18:59 - atualizado às 15:20
Natal  NYSE wall street
Decoração de Natal em frente à bolsa de Nova York em dezembro de 2018 - Imagem: Shutterstock

A crise política envolvendo o governo de Donald Trump levou Wall Street a um dia de pesadelos na véspera do Natal. Nessa época do ano, muitos investidores esperam um "rali de fim de ano", puxados por boas notícias do varejo. Desta vez, os sinais negativos de Trump ao mercado derrubaram as bolsas de valores e derrubaram os rendimentos dos Treasuries, os títulos do Tesouro americano.

Os índices Dow Jones teve sua maior quedas já registrada na véspera do Natal, de 2,9%, nos seus 122 anos de história. Já o S&P 500 perdeu 2,7%, o pior desempenho na véspera de Natal desde 1933, de acordo com o site Market Watch. Já a bolsa eletrônica Nasdaq caiu 2,2% nesta segunda-feira, em dia de pregão com horário reduzido.

Sinais negativos

Uma sequência de notícias ruins tomou conta do noticiário no meio do feriado e deixou os investidores apavorados.

Trump X Fed

Donald Trump voltou a criticar abertamente a atuação do Federal Reserve (Fed), quebrando um protocolo entre os presidentes americanos de respeitar a autonomia do banco central do país.

Governo paralisado

O impasse envolvendo a liberação da verba para construção de um muro na fronteira com o México adiou a votação do orçamento dos EUA. Isso provocou uma paralisação parcial das atividades do governo federal desde sábado. Neste domingo, assessores de Trump admitiram que o problema pode se estender até janeiro.

Está tudo bem... só que não

O secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, tentou dar um alento aos mercados, mas o tiro saiu pela culatra. Ele afirmou no Twittter que esteve em contato com autoridades de grandes bancos americanos para assegurar o funcionamento normal dos mercados. Em vez de tranquilizar os investidores, a afirmação deixou o mercado ainda mais desesperado.

Crise impactou Treasuries

O caos nos mercados chegou também nos rendimentos do Treasuries, os títulos do Tesouro americano. O rendimento do T-note de dois anos caiu para 2,569%, enquanto o título de dez anos cedeu para 2,736%. Já o yield do T-bond de 30 anos recuava para 2,995%.

Bolsas da Europa sentiram

As bolsas europeias também sofreram com a crise nos Estados Unidos e fecharam em queda. O estrago só não foi maior porque os mercados europeus fecharam antes de Trump dar sua alfinetada no Fed pelo Twitter.

No Brasil, a bolsa de valores estava fechada nesta segunda-feira e só retoma as atividades na quarta-feira (26).

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) opera em queda antes de inflação nos EUA — entenda por que o dado é importante

9 de agosto de 2022 - 20:19

O índice de preços ao consumidor norte-americano (CPI, na sigla em inglês) de julho será divulgado na manhã de quarta-feira (10), e os mercados estão procurando provas de que a inflação nos EUA pode ter atingido o pico

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Inflação recua, Celsius dispara 50% e Direcional agrada; confira os destaques do dia

9 de agosto de 2022 - 19:21

A deflação registrada no mês de julho e a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária confirmaram o que o mercado financeiro já vinha precificando — a inflação não está mais no pior momento e o ciclo de aperto chegou ao fim.  Mas, se nos últimos dias, a tendência foi de fortes ganhos na bolsa […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa tem pregão instável, mas emplaca sexta alta consecutiva; dólar sobe

9 de agosto de 2022 - 18:48

O dia foi cheio de divulgações importantes no mercado doméstico, mas o Ibovespa acabou passando por uma realização dos lucros recentes

Balanço

XP tem queda nos ativos sob custódia, mas mercado de crédito fortalece as receitas no 2º trimestre

9 de agosto de 2022 - 17:49

Vale notar que durante a Expert XP 2022, que aconteceu na semana passada, notou-se uma presença expressiva de gestores de fundos de crédito no evento

REAÇÃO INESPERADA

Balanço da Direcional agrada analistas, mas ações recuam 5% hoje; é hora de aproveitar o “desconto” e comprar DIRR3?

9 de agosto de 2022 - 17:21

A companhia voltou a reportar ontem resultados fortes e margens saudáveis, apesar do cenário macroeconômico desafiador

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies