Você pode ter uma renda semanal de até 500 dólares na sua conta; descubra como aqui

Cotações por TradingView
2018-12-26T15:52:56-02:00
Estadão Conteúdo
Dados do Tesouro Nacional

Dívida pública federal sobe 1,69% em novembro e atinge R$ 3,826 trilhões

Dado divulgado nesta quarta-feira pelo Tesouro inclui tanto a dívida interna quanto a dívida externa

26 de dezembro de 2018
15:52
Notas de dinheiro voando
Em outubro, o estoque estava em R$ 3,763 trilhõesImagem: Shutterstock

O estoque da dívida pública federal (DPF) subiu 1,69% em novembro e chegou a R$ 3,826 trilhões. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 26, pelo Tesouro Nacional. Em outubro, o estoque estava em R$ 3,763 trilhões.

A correção de juros no estoque da DPF foi de R$ 29,02 bilhões em novembro. Já as emissões de papéis totalizaram R$ 52,013 bilhões, enquanto os resgates chegaram a R$ 17,334 bilhões, o que resultou em emissão líquida de R$ 34,68 bilhões.

A DPF inclui a dívida interna e externa. A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) subiu 1,59% e fechou o mês passado em R$ 3,679 trilhões.

Já a Dívida Pública Federal externa (DPFe) ficou 4,27% maior, somando R$ 146,96 bilhões no penúltimo mês do ano.

12 meses

A parcela da DPF a vencer em 12 meses caiu de 16,49% em outubro para 16,37% em novembro, segundo o Tesouro Nacional. Já o prazo médio da dívida caiu de 4,24 anos em outubro para 4,19 anos no mês passado.

O custo médio acumulado em 12 meses do estoque da DPF passou de 10,06% ao ano em outubro para 10,11% ao ano em novembro. Apesar do aumento, o custo médio das emissões dos títulos da dívida interna em novembro caiu e ficou em 7,70%, de acordo com os dados do Tesouro Nacional.

Prefixados

A parcela de títulos prefixados na DPF subiu de 32,51% em outubro para 32,86% em novembro. Os papéis atrelados à Selic também aumentaram a fatia, de 35,27% para 35,40%.

Os títulos remunerados pela inflação caíram para 27,72% do estoque da DPF em novembro, ante 28,31% em outubro. Os papéis cambiais elevaram a participação na DPF de 3,91% em outubro para 4,02% no mês passado.

Todos os papéis estão dentro das metas do Plano Anual de Financiamento (PAF) para este ano. O intervalo do objetivo perseguido pelo Tesouro para os títulos prefixados em 2017 é de 32% a 36%, enquanto os papéis remunerados pela Selic devem ficar entre 33% a 37%. No caso dos que têm índices de preço como referência, a meta também é de 27% a 31% e, no de câmbio, de 3% a 7%.

Estrangeiros

Os estrangeiros diminuíram a aquisição de títulos do Tesouro Nacional em novembro. A participação dos investidores não-residentes no Brasil no estoque da DPMFi caiu de 11,97% em outubro para 11,74% no mês passado, segundo o Tesouro Nacional.

Além de perder participação relativa no estoque da dívida, os estrangeiros diminuíram o valor dos papéis em suas mãos. O estoque em posse de não residentes caiu de R$ 433,41 bilhões em outubro para R$ 432,16 bilhões no mês passado.

Os fundos de investimento continuam sendo os maiores detentores de papéis do Tesouro, com a participação passando de 25,99% em outubro para 26,28% no mês passado. O grupo previdência aparece na sequência, com uma fatia que passou de 25,29% para 24,70%.

A parcela das instituições financeiras no estoque da DPMFi teve elevação de 22,66% em outubro para 23,08% em novembro. Já as seguradoras tiveram crescimento na participação de 4,01% para 4,27% no período.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

SEM ACORDO

Casos de Família bilionária: A disputa pela fortuna (quase) inesgotável de Joseph Safra continua em Nova York

7 de fevereiro de 2023 - 16:39

Alberto acusa os familiares de diluir propositalmente a sua participação, de aproximadamente 28% para 13,5%, em uma holding do Safra National Bank em Nova York

Jogando para frente

Ultraleve: Gol (GOLL4) renegocia dívidas de curto prazo e tira um peso das asas; ações sobem

7 de fevereiro de 2023 - 15:01

A Gol vai trocar títulos de dívida com vencimento até 2026 por outros mais longos, com prazo para 2028, numa operação com o Grupo Abra

A CAMPEÃ

Na corrida do atacarejo, quem leva a melhor: Assaí (ASAI3) ou Carrefour (CRFB3)? Saiba qual ação é a medalha de ouro de Bradesco BBI e JP Morgan

7 de fevereiro de 2023 - 14:31

Resultado da disputa muda dependendo da estratégia — curto ou longo prazo. As recomendações para os papéis também não são as mesmas, e em um dos casos o potencial de valorização chega a 70%

DE OLHO NAS REDES

Como ganhar um salário de R$ 7.500 na aposentadoria: este investimento pode te garantir essa renda — não é a previdência privada; descubra detalhes

7 de fevereiro de 2023 - 14:09

Se aposentar com um salário de R$ 7.507,49 — o teto do INSS atualmente — está cada dia mais difícil, em especial depois da Reforma da Previdência. A verdade é que, se você depender exclusivamente do INSS na hora da sua aposentadoria, é bem provável que você se dê mal.  Pensando nisso, existe um novo […]

RECALCULANDO A ROTA

MRV (MRVE3) corta operações e reduz metas de crescimento para recuperar rentabilidade; confira os planos da companhia para os próximos três anos

7 de fevereiro de 2023 - 13:47

A mudança de foco da companhia foi anunciada pelo copresidente Rafael Menin durante um encontro com investidores e analistas promovido nesta terça-feira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies