Menu
2019-04-04T13:49:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Pauta-chave para a Petrobras

Mesmo depois de todo o alarde de Eunício Oliveira, a cessão onerosa ficou (mais uma vez) para depois

Presidente do Senado encerrou a sessão do plenário desta quarta-feira, 21, sem abrir a discussão sobre o projeto

21 de novembro de 2018
19:53 - atualizado às 13:49
eunicio-oliveira
Senador defendeu que projeto fosse aprovado sem emendas - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Quem apostou todas as fichas que o projeto da cessão onerosa seria enfim votado nesta semana pelo Senado perdeu dinheiro. Mesmo depois de todo o alarde feito na semana passada pelo presidente da Casa, Eunício Oliveira (MDB-CE), sobre a urgência na tramitação, a pauta passou mais uma semana suspensa.

Eunício encerrou a sessão do plenário desta quarta-feira, 21, sem abrir a discussão sobre o projeto, que revisa o contrato de cessão onerosa da Petrobras. Mais cedo, ele disse trabalhar para que a proposta seja votada na próxima terça-feira, 27.

Durante a sessão de hoje, Eunício defendeu que o projeto seja aprovado pelo Senado sem emendas, para evitar que o texto precise ser novamente apreciado pela Câmara dos Deputados. As emendas apresentadas pelos senadores buscam fazer com que os recursos arrecadados pela União com o leilão do excedente de petróleo na área da cessão onerosa sejam divididos com Estados e municípios. Em vez disso, Eunício defende que a repartição seja uma garantia prometida pelo governo, feita por meio do Fundo Social.

Eunício almoçou com o futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, e com o ministro extraordinário do governo de transição, Onyx Lorenzoni, que prometeram a divisão dos recursos aos governadores. As estimativas para o valor do bônus de assinatura do leilão variam de R$ 100 bilhões a R$ 130 bilhões e há emendas prevendo a repartição de 20%, 30% ou 50% dos recursos com os entes federativos.

Já o atual ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, é favorável à repartição dos recursos por meio de um compromisso do novo governo em distribuir valores do Fundo Social aos governos regionais.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Vai vir antes?

Ata do Copom leva bancos a antecipar início de alta da Selic

Segundo a ata, parte dos integrantes do Copom já considerava a necessidade de mexer na Selic por fatores como a elevação da inflação.

Impacto

Confiança do comércio da FGV cai 0,9 ponto em janeiro ante dezembro (90,8 pontos)

Em médias móveis trimestrais, o indicador recuou 1,7 ponto, na terceira queda seguida.

quer investir?

Locaweb desdobra ações para facilitar entrada de novos acionistas

Papéis serão desdobrados na proporção de um para quatro novos, depois de acumularem alta de mais de 400% desde estreia

o melhor do seu dinheiro

Bitcoin: novos investidores te podem curtir numa boa

Tal como Caetano ao encarar Sampa, chamei de mau gosto o que vi quando tomei conhecimento do bitcoin pela primeira vez. Afinal, que valor poderia ter uma autoproclamada moeda criada por um programador anônimo e que não era reconhecida por nenhum governo? Ainda não havia para mim o Seu Dinheiro, e toda a referência que […]

Esquenta dos mercados

Mercado amanhece cauteloso na expectativa por Fed e big techs

Fed deve ter uma mensagem dovish, o que garante os estímulos monetários que sustentam a liquidez global e fazem a festa dos emergentes.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies