Menu
2019-10-08T17:24:40-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Todos querem uma fatia

Maia volta a defender divisão de 15% para Estados em cessão onerosa

Rodrigo Maia, presidente da Câmara, disse que vai se reunir com líderes da Casa mais tarde para debater o assunto

8 de outubro de 2019
11:55 - atualizado às 17:24
Rodrigo Maia
Presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. - Imagem: Cesar Itiberê/PR

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a defender a divisão dos recursos do megaleilão do petróleo em 15% para os Estados e disse que não há resistência na Câmara em relação isso. Ele afirmou que segue em conversas com seu par no Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), para tentar construir um acordo entre as duas Casas sobre o tema.

Câmara e Senado articulam um projeto de lei para definir os critérios de distribuição dos recursos do megaleilão do petróleo com Estados e municípios. A ideia é que o novo texto seja votado até na próxima terça-feira (15) nas duas Casas, com maioria simples. O impasse em torno do assunto ameaça a reforma da Previdência no Senado.

Questionado sobre a possibilidade de encaminhar o assunto via projeto de lei, Maia disse que esse seria "um encaminhamento possível", mas, se houver acordo. Na Câmara, uma proposta de emenda constitucional (PEC) sobre a divisão dos recursos está parada.

"O que eu discordo é que seja por medida provisória. Qualquer outra solução que respeite o parlamento tanto líderes e presidência da Câmara estão de acordo", disse Maia.

O assunto foi discutido em reunião de líderes do Senado na tarde desta terça-feira (8) e em conversas de Maia com governadores ao longo do dia. No projeto de lei, os municípios ainda teriam direito a 15% dos recursos da cessão onerosa. Já os Estados ficariam com outros 15%, sendo dois terços da fatia seguindo os critérios do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e um terço de acordo com as regras da Lei Kandir.

Na prática, essa divisão diminuiria os recursos destinados para Norte e Nordeste e aumentaria os valores para Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O critério de divisão de 10% por FPE e 5% por Lei Kandir foi proposto pelo governo de São Paulo em reunião de governadores mais cedo.

Parlamentares e governadores do Nordeste ouvidos pelo Broadcast Político, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, afirmam que o critério proposto ainda não é consenso e demonstram resistência.

"O grande dilema é que os governadores do Nordeste perdem um pouco, mas o desenho é o que mais se aproxima de um ponto de convergência. O PL não vai conseguir unanimidade", disse o senador Marcos Rogério (DEM-RO). Para ele, a nova proposta pode destravar a conclusão da reforma da Previdência no Senado, cujo segundo turno ficaria para o próximo dia 22.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Oferta inicial de ações

Kalunga protocola pedido de IPO na CVM; veja alguns números da varejista

Com foco na expansão e reforço de caixa, varejista é a terceira empresa a solicitar abertura de capital na B3 nesta semana

Corrida espacial

Elon Musk quer levar humanos para Marte até 2026

A empresa aeroespacial do bilionário, SpaceX, pretende criar uma cidade no planeta nos próximos 10 anos; ações da Tesla podem se beneficiar

Recuou!

Captação da poupança cai pela 1ª vez desde janeiro

Apesar do recuo, a poupança acumula entrada líquida de R$ 145,71 bilhões de janeiro a novembro – melhor desempenho para o período

Retrospectiva da semana

Coquetel anticrise: vacina e dinheiro na veia

Na onda das boas notícias, Ibovespa fechou a sexta-feira, 4, perto das máximas

Pandemia

Covid-19: Bolsonaro diz que governo não terá como socorrer os necessitados se ‘fechar tudo de novo’

Presidente avalia que o país não tem mais condições de se endividar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies