Menu
2018-10-02T14:25:25-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Buscando eficiência

Bradesco segue concorrência e adquire 65% de empresa de recuperação de crédito

Bradesco era o único grande banco que não tinha o seu próprio braço especializado em recuperação de crédito

2 de outubro de 2018
10:38 - atualizado às 14:25
Bradesco na tela do celular
Seguindo concorrentes do setor, banco quer agregar eficiência ao seu processo de recuperação de empréstimos - Imagem: shutterstock

O Bradesco anunciou nesta terça-feira, 2, a aquisição de 65% da RCB Investimentos, controladora da PRA Group Brazil Investimentos e especializada na recuperação de créditos vencidos e inadimplentes.

A investida faz parte da estratégia do banco em agregar eficiência ao seu processo de recuperação de empréstimos dentro de casa e ainda participar ativamente do setor. O valor da transação não foi revelado.

Em comunicado ao mercado, o banco informa que as pessoas físicas fundadoras da RCB permanecerão como sócias e se manterão à frente da administração da empresa, juntamente com o Bradesco.

'Braço especializado'

Em paralelo ao anúncio da aquisição, a instituição anunciou ainda a constituição de dois Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDICs) para aquisição de carteiras de créditos não-performados, cabendo à RCB a administração da recuperação desses créditos.

"Os FIDCs serão detidos majoritariamente pela PRA Group e pelos fundadores, com participação minoritária do Bradesco", acrescenta o banco, no comunicado.

O Bradesco era o único grande banco que não tinha o seu próprio braço especializado em recuperação de crédito vencido e inadimplente (NPL, na sigla em inglês).

Além do Banco do Brasil, que já atuava com a sua própria gestora, a Ativos, a venda da Recovery, antes do BTG Pactual, para o Itaú Unibanco, em 2015, estimulou o interesse das grandes instituições financeiras pelo segmento. No ano passado, o Santander Brasil comprou 70% da gestora Ipanema, que foi rebatizada e passou a se chamar Return, para investir no segmento de crédito podre no Brasil.

A operação entre o Bradesco e a RCB está sujeita à aprovação das autoridades competentes e demais condições contratuais usuais para este tipo de operação.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

APOSTAS

XP aposta em ações defensivas e BTG recomenda exposição a construção e e-commerce para outubro

Banco e corretora divulgam carteiras recomendadas após volatilidade de setembro, quando Ibovespa acumulou queda de 4,80%

Impostos e contribuições

Receita: Arrecadação em agosto soma R$124,5 bilhões, acima do teto das projeções

O valor arrecadado no mês passado foi o maior para meses de agosto desde 2014, quando a arrecadação no oitavo mês do ano foi de R$ 127,405 bilhões.

Recuperação acelerada

PMI industrial brasileiro acelera 64,9 em setembro e atinge máxima histórica

É a terceira vez consecutiva que o indicador quebra seu recorde histórico de alta, após julho (58,2) e agosto (64,7)

MERCADO DE TRABALHO

EUA: Pedidos de auxílio-desemprego caem 36 mil, a 837 mil

Resultado ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo Wall Street Journal

DIVULGAÇÃO ATRASADA

CVC cai mais de 4% após ter prejuízo de R$ 1,15 bilhão no primeiro trimestre

Pandemia derruba receita e provoca despesas não recorrentes no período

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements