Menu
2019-03-29T15:35:53-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Modelos maiores

Azul prevê aumento de 30% em sua frota operacional para 2021

Até final de 2018, Azul espera ter 20 aeronaves A320neo em operação e aumentar a sua capacidade (ASK) entre 16% a 18%

30 de novembro de 2018
10:11 - atualizado às 15:35
Avião da Azul
Imagem: Shutterstock

A Azul planeja para 2021 ter uma frota operacional de 160 aeronaves. O número significa um aumento de 31% sobre as 122 aeronaves ao final de 2017. A estratégia é substituir modelos menores por maiores, como a companhia aérea explica em seu Formulário de Referência, atualizado neste mês de novembro.

A frota terá 17 Embraer E2 de 136 assentos, sendo 18 a mais que os E195 da frota atual; e 46 A320neo, da Airbus, de 174 assentos, com 56 assentos adicionais também em relação aos modelos Embraer atuais.

Até o final de 2018, a Azul espera ter 20 aeronaves A320neo em operação e aumentar a sua capacidade (ASK) entre 16% a 18%.

Em março, a companhia havia divulgado projeções para o ano de 2018 apenas, com expectativa de aumentar a capacidade entre 17% a 20%. Segundo o plano anunciado em março, de caráter preliminar, a Azul espera encerrar 2018 com uma frota de 124 aeronaves.

Em comunicado, a companhia diz que "é possível que o mercado estime o crescimento da capacidade da companhia para os próximos cinco anos", a partir da frota projetada, com a multiplicação da quantidade média de quilômetros voados por tipo de aeronave pela quantidade de assentos disponíveis, "o que resulta em um crescimento aproximado de 100% ao comparar 2021 com a capacidade da Azul no ano de 2017".

Além disso, considera "mais factível" esperar que a companhia dobre de tamanho nos próximos cinco anos ao considerar os demais pilares de crescimento, que são o programa de fidelidade TudoAzul, a Azul Cargo Express, ao utilizar o espaço disponível nas aeronaves de transporte de passageiro para cargas expressas, "de alto valor agregado, contribuindo para o aumento da eficiência", itens que também constam do formulário.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies