Menu
PUBLICAÇÕES SOBRE
JSL
Publicações
holding simpar

JSL altera código de negociação de papel na bolsa para SIMH3

Mudança passa a valer em 18 de setembro. Após processo de reorganização societária, a JSL, companhia do setor de logística, passou a ser subsidiária da Simpar, holding que controla empresas como Movida e Vamos

follow on

JSL fará nova oferta primária e secundária e pode captar até R$ 1,4 bilhão

A faixa indicativa da oferta é de R$ 11,07 a R$ 14,44, podendo movimentar até R$ 1,408 bilhão caso os lotes adicionais sejam executados

proposta à mesa

Agora vai? JSL volta a avaliar IPO da Vamos

Empresa desistiu da oferta da Vamos em abril do ano passado após não ter demanda para faixa indicativa

de olho no balanço

JSL vê lucro crescer 22,4% no trimestre, após focar em modelo de aluguel e gestão de frota

Cifra chegou a R$ 66,1 milhões; Ebitda somou R$ 1,167 bilhão; negócios de locação já representam mais de 70% da geração de caixa

hora das compras?

Com valorização de 215% no ano, ações da JSL podem subir ainda mais, avalia Santander

Analistas do banco dizem considerar positiva a reestruturação recente promovida pela empresa, que criou segmentos específicos para seus negócios; companhia é dona da Vamos, Movida e CS Brasil

na carteira

Quer uma ação com potencial de alta de 40%? O BTG recomenda a JSL

Analistas do banco projetam preço a R$ 24 em 12 meses; para eles, desempenho da companhia de logística depende mais da inflação e contratos que gerem retornos atraentes

Atenção, investidores!

Para Bradesco BBI, ações da JSL podem ter alta de 26% diante de cenário mais favorável de juros

A combinação de uma possível queda da taxa Selic com as recentes mudanças estruturais na companhia devem impactar positivamente a companhia em relação às demais do setor

Interessado em renda fixa?

Movida emitirá debêntures no valor de R$ 700 milhões

Recursos obtidos serão destinados para o reforço da liquidez, quitação de dívidas e renovação e expansão da frota dos veículos das suas controladas

Não foi

JSL desiste do IPO da Vamos

A locadora de caminhões e máquinas tinha demanda para fechar o IPO a um preço por ação de R$ 15, abaixo do piso da faixa indicativa, que ia de R$ 17 a R$ 21. Mas a empresa não aceitou baixar o preço

Oferta de ações

JSL pode embolsar até R$ 926 milhões no IPO da Vamos com venda de ações e dividendos

A abertura de capital da Vamos, empresa de locação de caminhões e máquinas do grupo logístico, pode movimentar até R$ 1,276 bilhão, mas 73% desse dinheiro pode parar no bolso do controlador

Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements