Menu
2019-05-10T19:07:10+00:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
De olho na inflação

IPCA sobe 0,57% em abril, diz IBGE; maior variação para o mês desde 2016

O acumulado dos últimos doze meses foi para 4,94%, contra os 4,58% nos 12 meses imediatamente anteriores

10 de maio de 2019
9:29 - atualizado às 19:07
Consumo
Imagem: shutterstock

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de abril foi de 0,57% e ficou 0,18 ponto percentual abaixo da taxa de março (0,75%), informou o IBGE na manhã desta sexta-feira, 10. A variação acumulada no ano foi de 2,09%.

Essas duas variações são as maiores para um mês de abril desde 2016 (0,61% e 3,25%, respectivamente). O acumulado dos últimos doze meses foi para 4,94%, contra os 4,58% nos 12 meses imediatamente anteriores. Em abril de 2018, a taxa foi de 0,22%.

O resultado do IPCA de abril sofreu forte influência dos grupos Alimentação e bebidas (0,63%), Transportes (0,94%) e Saúde e cuidados pessoais (1,51%). Juntos, estes três grupos responderam por 89,5% do índice do mês.

O grupo Artigos de residência, com -0,24%, foi o único que apresentou deflação em abril.

Segundo o IBGE, o grupo Saúde e cuidados pessoais se destacou com a maior variação (1,51%) e o maior impacto (0,18 p.p.) dentre os grupos de produtos e serviços pesquisados.

As principais altas foram nos grupamentos de remédios (2,25%), refletindo o reajuste anual, em vigor desde 31 de março, com teto de 4,33%; higiene pessoal (2,76%), com destaque para os perfumes (de 1,45% em março para 6,56% em abril) e plano de saúde (0,80%).

Mesmo com a desaceleração no nível de preços de março (1,44%) para abril (0,94%), o grupo dos Transportes foi o segundo com maior variação e impacto no IPCA de abril.

A gasolina foi o principal impacto individual no mês (2,66% mais cara, em média). As variações ficaram entre o - 0,58% na região metropolitana de Salvador e a alta de 5,98% na região metropolitana de Porto Alegre.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

INPC em abril foi de 0,60%

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do mês de abril apresentou variação de 0,60%, 0,17 ponto percentual abaixo da taxa de março (0,77%). A variação acumulada no ano ficou em 2,29%.

Tanto a variação mensal quanto a anual são as maiores para um mês de abril desde 2016 (0,64% e 3,58%, respectivamente). O acumulado dos últimos doze meses foi para 5,07%, contra 4,67% nos 12 meses imediatamente anteriores. Em abril de 2018, a taxa foi de 0,21%.

Os produtos alimentícios tiveram alta de 0,64% em abril, contra 1,50% em março. O agrupamento dos não alimentícios foi para 0,58%, frente a 0,45% em março.

Como é calculado o IPCA e o INPC

O IPCA é calculado pelo IBGE desde 1980, se refere às famílias com rendimento monetário de 01 a 40 salários mínimos, qualquer que seja a fonte, e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília.

Para o cálculo do índice do mês foram comparados os preços coletados no período de 30 de março a 30 de abril de 2019 (referência) com os preços vigentes no período de 27 de fevereiro a 29 de março de 2019 .

Já o INPC é calculado pelo IBGE desde 1979, se refere às famílias com rendimento monetário de 01 a 05 salários mínimos, sendo o chefe assalariado, e abrange dez regiões metropolitanas do país, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande, Rio Branco, São Luís, Aracaju e de Brasília.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Chips e cerébros

Elon Musk fala sobre planos de implantar dispositivos em cérebros humanos já no próximo ano

O bilionário contou em coletiva na última terça feira sobre os próximos passos da Neuralink, um de seus investimentos. Musk deseja acelerar o progresso da comunidade científica rumo à integração mente e inteligência artificial, usando em 2020 o dispositivo em humanos. “Então isso não está longe”.

Novidade no pedaço

Azul e Unidas anunciam parceria para acúmulo de pontos

A partir de sexta-feira, os clientes passam a acumular dois pontos por real gasto e continuarão a ter o desconto de 10% na diária do aluguel dos carros da empresa parceira

Novos dados

Monitor do PIB aponta alta de 0,5% em maio e afasta chances de recessão

Em relação a maio de 2018, o PIB cresceu 4,3%, mas o resultado foi contaminado pela fraca base de comparação, já que a atividade econômica de maio do ano passado foi atingida em cheio pela greve de caminhoneiros

ficou mais pobre

Bill Gates perde 2º lugar em ranking dos mais ricos da Bloomberg

Com US$ 107 bilhões, empresário perdeu o posto para o CEO da empresa de artigos de luxo LVMH – dona da marca Louis Vuitton

Saldo negativo

Indústria paulista fecha 13 mil postos de trabalho em junho, diz Fiesp

Mesmo com o fechamento das 13 mil postos no mês passado, a indústria contabilizou saldo positivo no primeiro semestre, com a abertura de 2,5 mil vagas, um aumento de 0,11% sobre o semestre anterior

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quarta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Alternativas para a Previdência

Guedes elogia ideia de PEC paralela para incluir Estados e municípios na reforma

Paulo Guedes, ministro da Economia, afirmou que a inclusão de Estados e municípios geraria economia de R$ 350 bilhões

Blog da Angela

Os dilemas de Paulo Guedes para liberar o saque de FGTS e PIS/Pasep

Mais complexa, liberação de contas ativas do FGTS tem impacto positivo que poderá ser potencializado pelo corte da taxa Selic no próximo Copom

Privatização

Governo muda de tática para vender Eletrobras

Com o dinheiro que captar com a venda das ações na B3, a bolsa paulista, a Eletrobras vai pagar à União pelo direito de operar usinas hidrelétricas a preços de mercado

sem perturbação

Plataforma para não receber ligações de telemarketing tem 620 mil inscrições

Número se refere apenas até as 17 horas desta terça-feira, 16. No mesmo dia, o sindicato que representa as operadoras, divulgou que nas primeiras 12 horas de funcionamento o site nãomeperturbe teve 328 mil cadastros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements