Menu
2019-05-04T13:50:56+00:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Nunca é tarde

Warren Buffett arrependido? Holding do megainvestidor compra ações da Amazon

Porém, não é ele quem está por trás das compras. De acordo com uma entrevista que deu ontem (2) ao canal CNBC, Buffett destacou que um dos seus funcionários que administra o dinheiro da companhia foi o responsável pela decisão

3 de maio de 2019
10:59 - atualizado às 13:50
Warren_Buffett
Imagem: Wikimedia commons

Mesmo sendo um fã de carteirinha da grandiosa Amazon, o megainvestidor e empresário Warren Buffett nunca adquiriu nenhum papel da empresa considerada a mais valiosa do mundo. Mas, segundo informações do canal norte-americano CNBC, a Berkshire Hathaway, holding do qual é dono, andou comprando papéis da companhia.

Porém, não é ele quem está por trás das compras. De acordo com uma entrevista que deu ontem (2) ao site, Buffett destacou que um de seus funcionários que administra o dinheiro da companhia foi o responsável.

Na opinião da CNBC, a decisão deve ter sido de Todd Combs ou de Ted Weschler, gestores que fazem a administração de portfólios de mais de US$ 13 milhões de equities cada para a Berkshire.

No passado, o empresário já adquiriu ações de outras empresas de tecnologia como Apple e IBM. Mas, no caso da Amazon, ainda que Buffett sempre tenha elogiado a performance da companhia e a gestão, que é comandada por Jeff Bezos, o empresário nunca comprou nenhum papel da empresa mais valiosa do mundo.

"Sim, eu sou um grande fã e tenho sido um idiota por não ter comprado ações da Amazon", destacou o megainvestidor em entrevista ao canal CNBC.

E essa não foi a primeira vez que o empresário mostrou-se arrependido. Cerca de dois anos antes, Buffett disse que não imaginava que a companhia alcançaria a escala que tem hoje e que mudaria o seu comportamento e o comportamento de todos.

Amazon hoje

Mal sabia ele que dois anos depois, a receita da gigante do comércio eletrônico cresceria 41% no primeiro trimestre de 2019, ajudando a companhia a superar todas as expectativas de analistas.

E nem que o valor de mercado da empresa seria de US$ 935 bilhões, segundo o fechamento de ontem (2). Já a cotação do papel encerrou a última quinta-feira em US$ 1.900,82. 

Mesmo sem ter comprado diretamente nenhum papel da Amazon, a informação de que agora a holding de Buffett teria adquirido ações da empresa pode animar os mercados nesta sexta-feira.
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Reviravolta na trama

Após uma temporada no mundo invertido, a Netflix voltou a brilhar no terceiro trimestre

A Netflix reportou um crescimento surpreendente no lucro líquido e uma recuperação no total de novos assinantes pagos — resultados que agradaram o mercado

Voos mais altos

Azul vai expandir rotas internacionais, mas não anuncia agora por causa do dólar

O executivo frisou, porém, que o foco da Azul está no mercado doméstico – a intenção é “elevar” o nível do Brasil em termos de conectividade aérea

De olho no crédito

BC lança nova página sobre informações do mercado imobiliário

O Banco Central explica que a nova publicação é resultado da compilação de informações recebidas pelo Banco Central através do Sistema de Informações de Créditos (SCR), Sistema de Informações Contábeis (Cosif), Direcionamento dos Depósitos de Poupança (RCO) e dados das entidades de depósito e registro de ativos

Colocando os pingos nos "is"

Não houve pressão para capitalizar companhia, diz presidente da Eletrobras

Ele defendeu que, se o governo efetivamente quisesse os recursos da Eletrobras, seria mais fácil realizar diretamente a capitalização dos cerca de R$ 4 bilhões de Adiantamentos para Futuro Aumento de Capital (AFACs) e com esse recurso pagar os dividendos, alternativa em que a União receberia um volume maior de recursos

Juros

Selic abaixo de 4%? Itaú Asset acredita em 3,75% em 2020

Descontando a inflação esperada dessa projeção para a Selic, temos juro real próximo de zero. Na verdade, um toquinho de 0,14% ao ano

Vai que vai

É hora delas? Bradesco BBI aposta alto nos números de Unidas e Movida

No setor de locação, todos os três papéis (Localiza, Unidas e Movida) estão com recomendações de compra pela casa, mas a Localiza não está na lista das preferidas do analista Victor Mizusaki

Siga o dinheiro

Fuga de dólares bate US$ 40 bilhões em 12 meses. Surpreso? Não deveria…

Saída de recursos é a maior desde que abandonamos o regime de bandas cambiais em 1999. Desde abril, o BC vem alertando para uma mudança estrutural no mercado de câmbio

Boas novas

Juro baixo faz BlackRock ampliar aposta no Brasil

A projeção é que a Selic baixa empurre investidores para ativos de mais risco, incluindo investimentos no exterior, que ainda engatinham por aqui

dinheiro no bolso

36,9 milhões de correntistas da Caixa já sacaram recurso do FGTS

Saque de até R$ 500 por conta ativa ou inativa do fundo tem sido feito de forma escalonada, dependendo da data de aniversário de trabalhador

novas funções

Relator de MP que permite saque do FGTS vai ampliar forma de aplicação do fundo

Hoje, a lei só permite que o dinheiro seja usado para financiar moradias, saneamento e infraestrutura

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements