Menu
2018-09-28T21:20:32+00:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Eleições 2018

Datafolha indica vitória de Haddad sobre Bolsonaro no 2º turno

No primeiro turno, candidato do PSL segue liderando e petista confirma patamar acima dos 20%

28 de setembro de 2018
21:05 - atualizado às 21:20
Candidatos a presidente nas eleições 2018
Candidatos a presidente nas eleições 2018 -

Uma semana inundada de pesquisas eleitorais não poderia terminar sem mais um levantamento. Depois da XP/Ipespe publicar seus números pela manhã, hoje foi a vez do Datafolha divulgar o resultado da sua mais recente pesquisa de intenção de voto para presidente. No total, foram ouvidos nove mil eleitores entre os dias 26 de setembro e 28 de setembro.

E os números não foram muito animadores para Jair Bolsonaro (PSL), que viu sua trajetória de alta ser interrompida. Já Fernando Haddad (PT), subiu para acima da marca dos 20%, confirmando as tendências observadas em todas as pesquisas divulgadas ao longo da semana. Já o terceiro pelotão - com Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB) e Marina Silva (Rede) trouxe mais do mesmo.

Veja os números completos do Datafolha:

Jair Bolsonaro (PSL): 28%
Fernando Haddad (PT): 22%
Ciro Gomes (PDT): 11%
Geraldo Alckmin (PSDB): 10%
Marina Silva (Rede): 5%
João Amoêdo (Novo): 3%
Alvaro Dias (Podemos): 2%
Henrique Meirelles (MDB): 2%
Vera Lúcia (PSTU): 1%
Guilherme Boulos (PSOL): 1%
Cabo Daciolo (Patriota): 1%
João Goulart Filho (PPL): 0%
Eymael (DC): 0%
Branco/nulos: 10%
Não sabe/não respondeu: 5%

De acordo com o Datafolha, o nível de confiança da pesquisa é de 95%. Na prática isso significa que há 95% de chance de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

Rejeição a Bolsonaro volta a subir

O Datafolha também fez um levantamento da rejeição dos presidenciáveis. Esse é mais um dos cenários que traz preocupação tanto para Bolsonaro como para Haddad. Os dois presidenciáveis viram suas taxas de rejeição subirem e atingirem patamares recordes.

Confira os números:

Bolsonaro: 46%
Haddad: 32%
Marina: 28%
Alckmin: 24%
Ciro: 21%
Vera: 18%
Cabo Daciolo: 17%
Boulos: 17%
Eymael: 17%
Meirelles: 16%
Alvaro Dias: 15%
Amoêdo: 14%
João Goulart Filho: 14%
Rejeita todos/não votaria em nenhum: 4%
Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
Não sabe: 5%

Segundo turno traz novidades

Foram feitas seis simulações para o segundo turno com os quatro candidatos mais bem posicionados na primeira etapa da disputa.

Os resultados mostram uma forte tendência de alta de Haddad e de queda de Bolsonaro. O candidato do PSL passou a perder de todos os adversários fora da margem de erro. Inclusive, pela primeira vez desde o início das pesquisas, Haddad aparece a frente de Bolsonaro fora da margem de erro.

Veja os números:

Ciro 42% x 36% Alckmin (branco/nulo: 19%; não sabe: 3%)
Alckmin 45% x 38% Bolsonaro (branco/nulo: 16%; não sabe: 2%)
Ciro 48% x 38% Bolsonaro (branco/nulo: 12%; não sabe: 2%)
Haddad 39% x 39% Alckmin (branco/nulo: 19%; não sabe: 3%)
Haddad 45% x 39% Bolsonaro (branco/nulo: 13%; não sabe: 2%)
Ciro 41% x 35% Haddad (branco/nulo: 19%; não sabe: 3%)

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

pacote de medidas

Governo enviará ao Congresso proposta de reforma com imposto sobre consumo

Roteiro traçado pelo ministério prevê o envio da reforma ao Congresso em quatro etapas, que devem começar ainda em novembro e se estender até meados de 2020

com o caixa cheio

Neon recebe investimento de R$ 400 milhões do Banco Votorantim e do fundo General Atlantic

Recursos devem acelerar o crescimento da empresa e aumentar a densidade da marca nas capitais fora do eixo Rio-São Paulo

Bancos

Ação do Banco do Brasil é a preferida do Santander no setor

Em relatório sobre perspectivas para 2020, Santander lista os bancos que devem se beneficiar dentro de um cenário de recuperação da atividade

rumo ao topo?

TikTok chega a 1,5 bilhão de downloads – no ano, é o único entre os 5 mais baixados que não pertence ao Facebook

Rede social fundada pela startup chinesa ByteDance segue firme em sua popularização, impulsionada pelo mercado na Índia

Planos futuros

Em entrevista, relator admite que PEC emergencial deve ficar para o ano que vem

Parlamentar quer ainda que, quando haja superávit primário, o funcionalismo ganhe um bônus salarial equivalente a 5% dessa economia extra

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta segunda-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Volta do feriado

Ibovespa opera em alta e tenta retomar os 107 mil pontos, ajustando-se ao exterior

As bolsas globais tiveram uma sexta-feira amplamente positiva, mas, por aqui, os mercados estiveram fechados em função do feriado. Assim, o Ibovespa opera em alta, recuperando o tempo perdido

Exile on Wall Street

Qual o segredo do investidor de sucesso?

Penso, lembrando da minha trajetória: qual será o segredo do sucesso? Quais as regras para um bom investidor? Qual a lista de prescrições a seguir agora? Onde está a fórmula mágica? 

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Presentão de aniversário ou presente de grego?

Alguns anos atrás recebi de um amigo um convite para ir ao Rock in Rio. Ele ganhou o ingresso e me chamou para ir com ele “na faixa”. Que presentão, pensei logo de cara. Mas tinha que comprar a passagem para o Rio, pagar o hotel… e os preços não estavam nada amigáveis. Eu economizava […]

no boletim focus

Mercado financeiro eleva estimativa de inflação de 3,21% para 3,33%

Expectativa registrada no Boletim Focus, do BC, continua sendo que a Selic encerre 2019 em 4,50% ao ano e que o PIB cresça 0,92%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements