Menu
2019-04-04T14:15:00+00:00
Em buscar de parceiros globais

China promete oferecer ‘canal verde’ para investimento estrangeiro

País busca ampliar o acesso a seus mercados, principalmente nas áreas de agricultura, serviços, manufatura, educação, saúde e cultura

22 de janeiro de 2019
6:46 - atualizado às 14:15
Centro econômico de Pequim, na China
Imagem: shutterstock

O principal órgão de planejamento econômico da China afirmou nesta terça-feira, 22, que o governo irá oferecer um "canal verde" para investimentos estrangeiros no país, num momento em que a segunda maior economia do mundo enfrenta crescentes obstáculos.

Meng Wei, porta-voz da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC, pela sigla em inglês), disse que a China irá ampliar o acesso a seus mercados, principalmente nas áreas de agricultura, serviços, manufatura, educação, saúde e cultura.

A porta-voz disse também que a NDRC incentivará bancos a conceder empréstimos de três anos ou mais longos a empresas privadas, que foram prejudicadas pela campanha que Pequim lançou há dois anos para reduzir a alavancagem na economia. Ela acrescentou que o órgão irá aprovar mais emissões de bônus por empresas com bom desempenho financeiro este ano.

Meng negou ainda recentes notícias da mídia chinesa de que algumas empresas de internet locais estariam promovendo demissões em massa diante do enfraquecimento da demanda doméstica. Segundo a porta-voz, o governo irá adotar mais medidas para estabilizar o crescimento e o mercado de trabalho, uma vez que cada ponto porcentual de expansão econômica deverá gerar em torno de 2 milhões de empregos.

A China divulgou ontem que seu Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 6,6% em 2018, o resultado mais fraco desde 1990, em parte devido a desavenças comerciais com os Estados Unidos.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

estratégias para emplacar novo embaixador

Aliados querem mudar comissão que vai sabatinar Eduardo

Primeira alteração seria tornar o senador Flávio Bolsonaro, irmão de Eduardo, titular do colegiado

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Entrevista

‘Teremos um ciclo melhor do que o de 2006 e 2007’

Para o presidente do banco americano JPMorgan no Brasil, José Berenguer Neto, o ciclo de entusiasmo no mercado brasileiro tem potencial para ser maior do que o observado há mais de uma década

na expectativa

Governo quer reduzir alíquota do IR para máximo de 25%, diz Bolsonaro

Outra ideia do governo é unificar impostos e contribuições federais, como PIS, Cofins, IPI e IOF, em um imposto único

Novos planos

Weg chega ao varejo e amplia projeto de miniusinas solares em condomínios

Abertura dessa relação direta com o cliente pessoa física segue de perto a estratégia adotada por uma de suas principais concorrentes no segmento corporativo, a Siemens

a bula do mercado

Guerra comercial chega aos balanços corporativos

Detalhes sobre saque do FGTS são esperados no Brasil

Crypto news

Volátil, mas rentável. As surpresas positivas de quem investe no mundo das criptomoedas

Ao contrário do que pensa uma boa parte dos investidores, não podemos propagar a falácia de que o mercado cripto é um mercado perdedor. Por exemplo, no ano, mais de 63 criptoativos subiram mais do que o Ibovespa

EXCLUSIVO PREMIUM

O rei das emergências: os melhores fundos para a sua reserva de curto prazo

Conheça os três fundos DI que não possuem taxa de administração e saiba até quando é mais interessante investir nesses tipos de fundo ou no Tesouro Selic

Quando o dinheiro morre

O novo paradigma de Ray Dalio e um apelo para a compra de ouro

Gestor da Bridgewater compartilha sua avaliação sobre como a atuação dos BCs, juros negativos e endividamento crescente vão mudar a cara do mercado

Entrevista

Fuja da bolsa americana e compre ouro, diz analista da Crescat

Otavio Costa é um brasileiro que trabalha no mercado americano e se soma à corrente que acredita em recessão nos EUA e problemas de crédito na China. Cenário que faz do ouro a melhor opção no momento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements