Menu
2019-12-02T11:49:12-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Investimentos em promoção

Black Friday das corretoras: as promoções que valem a pena para o investidor em 2019

Reuni as ofertas dos bancos e corretoras para esta Black Friday e selecionei apenas aquelas que são de fato interessantes

29 de novembro de 2019
5:30 - atualizado às 11:49
Black Friday das corretoras
Imagem: Montagem Andrei Morais/Seu Dinheiro

A Black Friday já deixou de ser uma data do comércio e se espalhou pelo setor de serviços e até para o Congresso Nacional (quer dizer, mais ou menos). O setor financeiro aderiu à data para oferecer condições especiais para produtos como empréstimos, consórcios e seguros, mas bancos e corretoras de valores também passaram a anunciar “promoções” nos investimentos.

Em vez de incentivar o consumo, a Black Friday das corretoras incentiva a poupança e o investimento, e também não costuma se restringir apenas à última sexta-feira de novembro. Algumas promoções duram a semana ou até o mês inteiro.

Mas a ideia dos departamentos de marketing das instituições financeiras é criar o mesmo senso de urgência do varejo para impelir as pessoas a colocarem seu dinheiro ali.

A grande questão é que, assim como ocorre no comércio, nem todas as promoções anunciadas são promoções mesmo.

Algumas condições “imperdíveis” às vezes não refletem mudança alguma; outras até são melhores do que as condições anteriores, mas são frutos de mudanças feitas antes de o mês de novembro começar, podendo perdurar para depois da Black Friday.

Então, tanto na hora de consumir quanto na hora de investir, é fundamental ter certos cuidados para não ser impulsivo e acabar caindo em armadilhas. Meu colega Fernando Pivetti inclusive já deu algumas dicas para o investidor não se embananar na Black Friday das corretoras nesta outra matéria.

Investimento, aliás, não é algo que deva ser feito por impulso. O ideal é que tudo seja muito bem pensado e planejado.

Mas se você já tem o hábito de investir e tem dinheiro na mão para aproveitar boas oportunidades, eu separei, a seguir, quais acredito serem as melhores promoções da Black Friday das corretoras, dentre aquelas que cruzaram meu caminho.

Renda fixa predomina

A maioria das promoções das instituições financeiras são ofertas de títulos de renda fixa como CDB, Letras de Câmbio (LC), LCI e LCA com valor mínimo de investimento menor ou rentabilidade mais alta do que o habitual.

Algumas reduzem também os valores de aplicação mínima de alguns fundos de investimento, mas em geral essas promoções não são significativas.

Primeiro porque dificilmente ocorrem reduções radicais, como um fundo que só aceita aplicações a partir de R$ 50 mil passar a aceitar valor mínimo de R$ 1.000.

Segundo porque, muitas vezes, passado o período da promoção, os fundos em questão mantêm o novo valor de aporte inicial, mais baixo.

Mas vamos às ofertas mais legais:

Renda fixa

Antes de começar a falar das ofertas na renda fixa, nunca é demais lembrar para o investidor não ficar deslumbrado com o oferecimento de percentuais altos do CDI como retorno.

Afinal, com a Selic em 5% ao ano, o CDI no momento está em torno de 4,90%. Então, digamos, 120% do CDI representa um retorno de apenas 5,88% ao ano ou 0,48% ao mês.

Além disso, apesar de eu ter selecionado as melhores ofertas para todos os prazos disponíveis, no caso das aplicações pós-fixadas (atreladas ao CDI), acho que o melhor é focar em prazos mais curtos, de até dois anos.

Tome cuidado especialmente no caso dos papéis que prometem rentabilidades muito superiores ao CDI ou aos títulos públicos. Na ânsia de melhorar o rendimento da sua carteira de renda fixa, o investidor pode acabar investindo em títulos emitidos por bancos de alto risco.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

Mesmo quando há cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), como é o caso dos CDBs, LCs, LCIs, e LCAs, não convém se expor demais a instituições arriscadas. Afinal, se ela vier a quebrar, pode levar algum tempo até que o FGC pague todos os investidores, o que significa que o dinheiro deles ficará preso e sem rentabilidade por algum tempo.

É por esta razão que eu só selecionei títulos de renda fixa emitidos por instituições financeiras de razoáveis para boas, em termos de solidez.

Mesmo assim, ao investir em títulos emitidos por bancos médios ou financeiras, não deixe de respeitar os limites do FGC: R$ 250 mil por CPF, por instituição financeira e R$ 1 milhão por CPF em aplicações garantidas no total. Nesta outra matéria, eu falo mais sobre as regras do FGC.

Fique de olho, ainda, nas ofertas de LCI e LCA, que são isentas de imposto de renda. Como esses títulos precisam de lastro, o senso de urgência costuma existir mesmo, pois o lastro em financiamentos imobiliários e ao agronegócio é limitado. Ou seja, pode ser que, ao longo do prazo das promoções, algumas delas se esgotem.

Liquidez diária

CDBs de bancos médios que pagam 100% do CDI com liquidez diária são muito comuns hoje em dia. Qualquer banco digital que se preze precisa oferecer este produto se quiser começar a atuar no mercado de investimentos.

Por isso, uma promoção de CDB de liquidez diária precisa, naturalmente, pagar mais de 100% do CDI. No meu levantamento eu identifiquei dois produtos bons com este perfil:

  • CDB do Paraná Banco com liquidez diária que normalmente paga 100% do CDI está pagando 105% do CDI para quem investir até esta sexta-feira. Aplicação mínima de R$ 500 e máxima de R$ 100 mil.
  • CDB do Daycoval Investe com liquidez diária depois de 30 dias está pagando 106% do CDI para quem investir até esta sexta-feira. Normalmente, os CDBs da instituição só têm liquidez no vencimento, e os de prazo mais curto vencem apenas em 90 dias. Aplicação mínima de R$ 1.000.

3 a 6 meses

Para prazos de 3 meses ou mais, já começam a surgir LCIs e LCAs. Pela isenção de IR, elas costumam ser imbatíveis quando comparadas aos CDBs de mesmo prazo.

O retorno de uma LCI que paga 100% do CDI, por exemplo, equivale ao retorno líquido de um CDB que paga quase 130% do CDI nos prazos mais curtos.

As melhores ofertas para prazos de três e seis meses são as LCAs do Banco ABC Brasil, por meio da sua plataforma de investimentos ABC Personal.

O título de três meses está pagando 100% do CDI, com investimento mínimo de R$ 1.000 e máximo de R$ 100 mil por CPF para quem investir até esta sexta.

Já o de seis meses paga 103% do CDI, com investimento mínimo de R$ 1.000 e máximo de R$ 150 mil por CPF para quem investir até esta sexta.

Há ainda um limite máximo de investimento de R$ 150 mil por CPF em todos os títulos do banco que participam da promoção.

Para quem é cliente Banco do Brasil, a instituição até que oferece uma LCA razoável, que passa a ter liquidez diária depois de 90 dias e paga 92% do CDI. Dado o porte e solidez do BB, até que não é mau. O prazo total do papel é de três anos.

1 ano

  • LCA do Banco ABC Brasil (por meio da plataforma ABC Personal) está pagando 105% do CDI para quem investir até esta sexta. Investimento mínimo de R$ 1.000 e máximo de R$ 150 mil.
  • LCI do Banco Original está pagando 102% do CDI, com cashback de 2% até R$ 20 mil, para quem investir até esta sexta. Investimento mínimo de R$ 1.000.

A XP Investimentos também está oferecendo essa LCI do Banco Original pela mesma rentabilidade, só que sem o cashback a que os clientes do Original têm direito.

O cashback funciona assim: se você investir R$ 50 mil na referida LCI, você recebe, no seu cartão do banco Original, 2% desse valor para compras, ou seja, R$ 1.000. No Original, o limite para o cashback na promoção é de R$ 20 mil, e o valor precisa ser gasto ainda neste ano.

2 anos

O Banco Original oferece uma LCI que paga 103% do CDI em dois anos para quem investir até esta sexta, com cashback de 2%. Ou seja, o cliente recebe o equivalente a 2% do valor investido para gastar em compras no cartão do banco até o fim do ano, num limite de até R$ 20 mil. O investimento mínimo é de R$ 1.000.

3 anos

Novamente a LCI do Banco Original aparece como a melhor oferta para o prazo de três anos. Ela está pagando 106% do CDI para quem investir até esta sexta.

Clientes do banco têm 2% de cashback, recebendo no cartão o equivalente a 2% do valor investido para gastar em compras até o fim do ano, num limite de até R$ 20 mil.

Também é possível investir neste papel pela XP, com a mesma rentabilidade, mas sem o cashback. O valor mínimo de aplicação é de R$ 1.000.

4 anos

  • O CDB do Agibank oferecido pelo Banco Inter está pagando 124% do CDI para quem investir até 4 de dezembro. A aplicação mínima é de apenas R$ 100.
  • A Letra de Câmbio (LC) da Santinvest oferecida pelo Modalmais está pagando 134% do CDI para quem investir até esta sexta. O investimento mínimo é de R$ 1.000. Para participar da Black Week do Modalmais, é preciso se cadastrar no site.

5 anos

  • A LC da Facta oferecida pela Genial Investimentos está pagando 133% do CDI para quem investir até esta sexta. A aplicação mínima é de R$ 1.000.
  • O CDB do Banco Original está pagando 117% do CDI para quem investir até esta sexta. Aplicação mínima de R$ 1.000 com cashback de 2%, até um limite de R$ 20 mil. O investidor recebe o equivalente a 2% do valor investido para gastar no cartão do banco até o fim do ano.

Outras ofertas interessantes para quem já é cliente dessas instituições financeiras

Nas instituições financeiras que aderiram à Black Friday você encontra, ainda, outras ofertas razoáveis. Não são as melhores das melhores, mas se você já for cliente, até que não são más.

  • Easynvest: CDB do BS2 com liquidez diária pagando 105% do CDI. Prazo total de dois anos e aplicação mínima reduzida de R$ 1.000 para R$ 50.
  • XP: LC da Pernambucanas Financeira para três anos pagando 124% do CDI. Aplicação mínima de R$ 1.000.
  • Órama: LC da Facta para cinco anos pagando 131% do CDI. Aplicação mínima reduzida de R$ 10 mil para R$ 1.000.
  • Banco Inter: LCI para dois anos pagando 98% do CDI e para três anos pagando 100% do CDI para quem investir até 4 de dezembro. Aplicação mínima de R$ 100.
  • Genial: LC da Facta para três anos pagando 129% do CDI e LCA da Brickell para um ano pagando 104% do CDI. Ambas com aplicação mínima de R$ 1.000.
  • Paraná Banco: CDB Flex, com liquidez diária após 6 meses de aplicação, pagando 108% do CDI (normalmente é 105% do CDI). Investimento mínimo de R$ 500.

Redução de aplicação inicial em robôs de investimento

Os robôs de investimento são plataformas digitais em que um algoritmo sugere para você uma carteira diversificada de acordo com seu perfil de investidor, prazo de investimento e montante disponível para investir.

É uma espécie de consultoria de baixo custo, pois o investidor só paga uma taxa muito reduzida pelo balanceamento da carteira de modo a atingir seu objetivo.

Durante esta semana, duas dessas plataformas reduziram seu valor inicial de investimento, para quem quiser experimentar seus produtos.

Na Magnetis, o valor caiu de R$ 1.000 para R$ 99 reais para quem fizer o aporte até esta sexta. Já na Vérios, o aporte inicial foi reduzido de R$ 12 mil para R$ 2 mil para quem criar a conta até 8 de dezembro e fizer o primeiro investimento até o fim de dezembro. É preciso acessar o link da promoção.

Descontos em corretagem

Clientes de home broker de corretoras, que investem em ativos como ações e fundos imobiliários, em geral conseguem alguns descontos em novembro ou na última semana do mês.

A Genial e o home broker do BB oferecem corretagem grátis nesta sexta-feira para quem operar ações, fundos imobiliários e ETF.

A Necton fez um plano de degustação mais interessante, isentando o cliente de corretagem no home broker até 28 de fevereiro de 2020. Dá mais tempo para o investidor saber se gosta do serviço da corretora sem ter que pagar nada - até porque, abrir e manter uma conta numa corretora de valores não tem custo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

ECONOMIA

Ilan Goldfajn: ‘O mais importante hoje é a persistência nas reformas’

O economista, hoje presidente do conselho do Credit Suisse, afirma estar otimista, pois vários obstáculos, como a taxa de juros elevada, já foram retirados do caminho

AVIAÇÃO

Companhia aérea que fará voo comercial mais longo do mundo escolhe aviões da Airbus para a operação

A Qantas anunciou na última semana que escolheu os aviões da Airbus e não os da Boeing para realizar o projeto da rota comercial mais longa do mundo e que está em fase de pesquisa

ORÇAMENTO

Congresso pode votar proposta de Orçamento na próxima semana

O texto prevê o total de R$ 3,6 trilhões para as projeções de receita e de despesa. Desse total, R$ 3,5 trilhões são dos orçamentos fiscal e de seguridade social, dos quais R$ 917,1 bilhões referem-se ao refinanciamento da dívida pública

NOVIDADES À VISTA

A estratégia do novo CEO da Ambev para inovar e fazer a empresa decolar

Após reunião com novo CEO, analistas do Goldman Sachs disseram que a empresa vai estar mais “aberta” a ouvir os consumidores e que pretende impulsionar um salto tecnológico significativo nos próximos anos

OLHO NO PAÍS

Bolsonaro diz que hoje Brasil é um país favorável a se investir e gerar empregos

o Credit Default Swap (CDS) do Brasil caiu de 102,97 para 100,89 pontos, ficando no patamar mais baixo desde 7 de novembro de 2012 (100,25 pontos)

VIVER DE RENDA É POSSÍVEL

Aposente-se aos 40 (ou o mais rápido possível)

Isso pode parecer utópico à primeira vista, mas é uma filosofia de investimentos amparada em regras bem realistas. E digo mais: com uma boa quantidade de casos de sucesso.

OLHA A VENDA

Petrobras pode render até R$ 24 bi ao BNDES

A contratação de bancos para conduzir essa operação já foi autorizada pelo conselho de administração do BNDES em reunião realizada ontem

VETO

Moro e entidades pedem veto a juiz de garantias

Quem se opõe à proposta argumenta que seria de difícil implementação e resultaria em custo extra para o Judiciário, pois seria necessário contratar ainda mais juízes

MAIOR IPO DA HISTÓRIA

Saudi Aramco: como o príncipe-herdeiro da Arábia Saudita vendeu por trilhões a petroleira que seu avô comprou por uma ninharia

Anteontem, quinta-feira, dia 12, exatamente às 14:50, o José Castro (Zezinho), um dos especialistas em ações da Inversa, postou o seguinte comentário no WhatsApp: + + Valor de mercado da Saudi Aramco supera US$ 2 trilhões no segundo dia de negociação da ação após IPO. + + Na Bolsa de Riad, papel subiu hoje (12.12.2019) […]

VENDA DE AÇÕES

Cofundador da Uber vende cerca de US$ 166 milhões em ações da gigante em dezembro

O fundador de 43 anos fez a venda de mais de 5,8 milhões de papéis da Uber nos últimos três dias úteis desta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements