🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Camille Lima
Camille Lima
Repórter no Seu Dinheiro. Estudante de Jornalismo na Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS). Já passou pela redação do TradeMap.
UM PORTO SEGURO NA B3

Quer se proteger da queda da bolsa? Para BTG, existe uma ação barata que paga bons dividendos e ainda blinda contra a volatilidade do Ibovespa

Segundo os analistas, esse papel é uma boa pedida para blindar o portfólio do sobe e desce da bolsa — e ainda está fora do radar de boa parte do mercado

Camille Lima
Camille Lima
27 de junho de 2024
12:33 - atualizado às 12:42
Ação de saúde na B3
Ação de saúde na B3 - Imagem: Canva PRO / Montagem Seu Dinheiro

Os investidores tiveram um início de ano difícil na bolsa brasileira. Em meio à intensa volatilidade do Ibovespa, grandes resgates de fundos e a fuga dos gringos da B3, a aversão ao risco tomou lugar e penalizou as ações domésticas.

Mas, para o BTG Pactual, existe um papel que paga bons dividendos, está barato e ainda oferece proteção à carteira de investimentos: o Fleury (FLRY3).

Segundo os analistas, as ações são uma boa pedida para blindar o portfólio do sobe e desce da bolsa — e estão fora do radar de boa parte do mercado. Ou seja, para quem prefere se prevenir do que remediar, é hora de abocanhar FLRY3 na bolsa.

Pela primeira vez em cinco anos, o banco elevou a recomendação dos papéis para “compra”. Os analistas fixaram um preço-alvo de R$ 18 para os próximos 12 meses, implicando em uma valorização potencial de 25% em relação ao último fechamento.

Entretanto, o BTG destaca a possibilidade de as ações FLRY3 subirem mais do que o projetado no longo prazo, com ajuda de potenciais movimentos de crescimento inorgânico, como fusões e aquisições de alvos menores

Os papéis operam em alta no pregão desta quinta-feira (27). Por volta das 12h27, a empresa de diagnósticos subia 2,57% na B3, negociada a R$ 14,77.

O que está por trás do otimismo com a ação do Fleury (FLRY3)

Segundo o BTG Pactual, após a liquidação deste ano, que chegou a um recuo de 17% desde janeiro, a ação FLRY3 agora possui um valuation atraente. 

Os analistas avaliam o papel sendo negociado a um múltiplo de 11 vezes a relação preço sobre lucro (P/E) de 2024 e de 10 vezes o P/E do ano que vem.

Além disso, o banco acredita que o Fleury (FLRY3) conseguiu escapar dos ventos contrários que atingiram outras ações na bolsa brasileira neste ano — especialmente devido ao seu “modelo de negócios de diagnóstico resiliente, previsível e amplamente estável”.

Para o banco, o negócio da companhia oferece um crescimento orgânico médio de “mid-to-high single digits” — isto é, próximo dos dois dígitos de expansão — e baixa alavancagem, de aproximadamente 1,2 vez a relação dívida líquida sobre Ebitda.

Além disso, a empresa se encontra em um momento de sólidos lucros e deve ser beneficiada pelas sinergias com o Pardini, com perspectiva de 53% de alta no lucro por ação do segundo trimestre na base anual.

A companhia também é uma forte geradora de fluxo de caixa livre (FCF), segundo os analistas, e deve entregar rendimentos de 8,5% em 2024 e de 11% em 2025.

Fleury (FLYR3): dividendos e expansão de margens

A visão mais otimista do BTG Pactual para a ação do Fleury (FLRY3) ainda está apoiada por um rendimento de dividendos (dividend yield) atraente, com a perspectiva de 7,4% em 2024 e 8,8% em 2025).

Para os analistas, a “fraca execução” da concorrência também beneficia o Fleury (FLRY3). 

Apesar da participação já elevada de mercado, a companhia conseguiu ganhar share em seu negócio principal de diagnósticos nos últimos anos, além de aumentar a exposição a novos segmentos.

“Acreditamos que essas tendências vieram para ficar”, afirmou o banco, em relatório. 

“A execução melhor que a dos pares da Fleury deve continuar a impulsionar ganhos de participação de mercado e diversificação de receita. Além disso, as sinergias relacionadas à fusão com a Pardini ainda não foram totalmente capturadas.”

Na avaliação dos analistas, a companhia deve experimentar outra rodada de expansão de margens no segundo trimestre de 2024, impulsionada pelas sinergias e potenciais ganhos de escala em novos negócios.

“Em poucas palavras, o Fleury parece uma excelente jogada defensiva para incluir em portfólios durante mercados em baixa”, disse o banco. 

Porém, na área da saúde, os analistas ainda aconselham os investidores a manter uma exposição maior à Hapvida (HAPV3).

Compartilhe

UMA DÉCADA DEPOIS…

Qualicorp (QUAL3) anuncia acordo de leniência de até R$ 43,5 milhões — e pode exonerar culpa do fundador em investigações de caixa 2 em 2014

20 de julho de 2024 - 16:27

O conselho de administração da empresa aprovou um acordo de leniência para colocar fim às investigações nas Operações Paralelo 23 e Triuno

SEGUNDA CHANCE

Agora vai? Após tentativa frustrada pela B3, Kora Saúde (KRSA3) fará nova assembleia para votar saída do Novo Mercado

19 de julho de 2024 - 19:20

A AGE acontecerá no final este mês depois de ter sido adiada por falta de quórum com acionistas barrados pela dona da bolsa brasileira

RESSARCIMENTO PARA A ESTATAL

Por que a Petrobras (PETR4) vai receber um ‘reembolso’ de R$ 2,2 bilhões de outras empresas do setor de petróleo

19 de julho de 2024 - 18:47

O ressarcimento está ligado a um acordo de quase R$ 20 bilhões fechado com a Receita Federal para encerrar pendências com o Carf

SINAL VERDE

Segue o jogo: Presidente do STF nega pedido do PT e mantém processo de privatização da Sabesp (SBSP3); entenda os argumentos dos partidos

19 de julho de 2024 - 17:56

Para o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, supostas ilegalidades no processo dependem de provas

APOIO À EXPORTAÇÃO

“Embraer não existiria sem o BNDES”: Fabricante de aeronaves recebe novo financiamento de R$ 4,5 bilhões — veja o que a empresa quer fazer com o dinheiro

19 de julho de 2024 - 15:56

A operação de crédito será realizada por meio do BNDES Exim Pós-embarque, linha de crédito direto do banco para comercialização de bens nacionais destinados à exportação

Apoio federal

CCR faz emissão bilionária para obras na Dutra e na Rio-Santos garantida por banco estatal; veja qual

19 de julho de 2024 - 15:10

Segundo a companhia, investimento em duas rodovias soma R$ 15,5 bilhões; parte será bancada pelos R$ 9,4 bilhões em debêntures

SD ENTREVISTA

CEO da Techfin, parceria entre Totvs (TOTS4) e Itaú (ITUB4), aposta em conta digital B2B para concorrer com bancos no segmento PME

19 de julho de 2024 - 14:01

Para Eduardo Neubern, existe uma demanda não atendida no dia a dia das pequenas e médias empresas: uma conta digital integrada às necessidades de pagamento e recebimento

RELEMBRE O CASO

Fantasma de investigação de cartel volta para assombrar a Tegma (TGMA3) após cinco anos e banco de investimentos rebaixa recomendação das ações; entenda

19 de julho de 2024 - 11:29

O mercado repercute a notícia de que o Cade instaurou um processo administrativo contra a companhia que é fruto de uma investigação de 2019

Oferta de ações

Eletrobras embolsa R$ 2,185 bilhões com oferta de ações da controlada CTEEP

19 de julho de 2024 - 10:38

Somando o lote inicial e parte do suplementar, foram vendidas 93 milhões de ações PN da CTEEP

CÉU DE BRIGADEIRO

Embraer (EMBR3) lidera ganhos do Ibovespa após anunciar mais um recorde na carteira de pedidos do 2T24. O que esperar da ação?

19 de julho de 2024 - 10:01

A fabricante brasileira de aeronaves entregou 47 jatos entre abril e junho de 2024, um aumento de 88% em relação ao trimestre imediatamente anterior

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar