🔴 [TESTE GRÁTIS] 30 DIAS DE ACESSO A SÉRIE RENDA IMOBILIÁRIA – LIBERE AQUI

Mande sua pergunta!

Vi que posso perder minha casa para pagar dívidas de donos anteriores; e no caso de imóvel comprado em leilão, que já vem com dívidas?

Quem compra imóvel em leilão também pode acabar tendo o bem penhorado para pagar dívidas não pagas atreladas a ele?

24 de fevereiro de 2024
8:00 - atualizado às 18:32
A Dinheirista - notas de cem reais
Imagem: Shutterstock/Montagem Andrei Morais

Em maio do ano passado, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) tomou uma decisão que deixou os proprietários de imóveis e empresas do setor imobiliário preocupados, pelo risco de aumentar a insegurança jurídica e acabar engessando este mercado.

Os ministros reafirmaram o entendimento de que podem ser consideradas fraudulentas as alienações de bens com dívidas tributárias inscritas na dívida ativa do governo feitas a partir de 2005, a menos que o proprietário inadimplente tenha condição de arcar com o pagamento total do débito.

Isso significa que proprietários que compraram imóvel de 2005 para cá correm o risco de ter seu bem penhorado para pagar dívidas tributárias de proprietários anteriores, caso estas tenham sido inscritas no “Serasa do governo”.

Depois dessa decisão ficou ainda mais importante fazer uma diligência completa dos imóveis e seus proprietários dos últimos 19 anos antes de fechar um contrato de compra e venda.

Mas e quando o imóvel é comprado em leilão, situação em que o bem já está com dívidas – e é por isso, aliás, que ele foi leiloado? O comprador, nesta situação, corre o risco de ter alguma surpresa desagradável no futuro, como uma nova penhora do imóvel para pagar uma dívida do passado ainda atrelada ao bem?

Esta foi a questão levantada na coluna da Dinheirista deste sábado. Se você tem alguma dúvida sobre dinheiro, envolvendo planejamento financeiro, dívidas, investimentos ou mesmo questões patrimoniais de família, envie-a para adinheirista@seudinheiro.com para vê-la respondida neste espaço.

Vi o vídeo de vocês sobre a decisão do STJ que prevê que uma pessoa possa perder o seu imóvel para pagar dívidas com impostos de proprietários anteriores. Mas e no caso de imóvel comprado em leilão, que já vem com dívidas?

Imóveis são leiloados justamente para a obtenção de recursos a fim de quitar dívidas do seu proprietário ou então débitos atrelados ao próprio imóvel, como as pendências tributárias de que fala a decisão do STJ ou mesmo financiamentos imobiliários e dívidas de condomínio inadimplentes.

Assim, como o proprietário já está encrencado, não é raro que os imóveis leiloados sejam vendidos por preços muito abaixo daqueles praticados no mercado. Comprar imóvel em leilão, portanto, pode ser muito vantajoso financeiramente.

No entanto, é preciso tomar uma série de cuidados antes de fechar um negócio como esse e preferencialmente contar com o acompanhamento de um advogado especializado.

No caso do ponto levantado na pergunta, é importante ler atentamente o edital do leilão, onde constam as regras da oferta e a previsão de quem é a responsabilidade pelo pagamento das dívidas do imóvel, caso elas ultrapassem o valor arrecadado na venda, orienta o advogado especializado em direito imobiliário, Marcelo Tapai, sócio do escritório Tapai Advogados.

“Não é incomum que os imóveis sejam arrematados por preço menor que o valor das dívidas. Nesses casos, se estiver informado no edital que a quitação é de responsabilidade do arrematante, o imóvel pode acabar saindo bem mais caro”, diz Tapai.

Ele explica, porém, que também é possível que o edital preveja que os débitos fiquem sob a responsabilidade dos credores, ou então que nenhum valor será devido pelo comprador, independentemente dos valores da dívida e da arrematação.

A dívida da esposa é do marido também?

Na última edição em vídeo da Dinheirista, publicada no canal de YouTube do Seu Dinheiro, respondemos à dúvida de um homem que confiou à esposa a responsabilidade de pagar o aluguel do imóvel em que moravam – mas ela ficou devendo. Veja:

Eu e minha esposa moramos de aluguel há quase um ano. Para facilitar, envio minha parte do aluguel todo mês para ela pagar. Só que eu descobri que ela estava usando o dinheiro para outra coisa há uns seis meses, e o aluguel não está sendo pago. O contrato está no meu nome e não tenho como pagar a dívida inteira de uma vez. O que pode me acontecer? E o que devo fazer?

Confira a resposta a partir do minuto 02:21 do vídeo disponível no tocador abaixo:

A Dinheirista, pronta para resolver suas aflições financeiras (ou te deixar mais desesperado). Envie a sua dúvida para adinheirista@seudinheiro.com.

Compartilhe

IR 2024

Pago escola e plano de saúde de um filho ilegítimo; posso abater esses gastos no imposto de renda?

6 de abril de 2024 - 8:00

Filho não assumido rende deduções no imposto de renda? A Dinheirista responde dúvidas de leitores sobre o IR 2024

Mande sua pergunta!

Abri mão de tudo no divórcio, e meu ex morreu pouco tempo depois; eu e meus filhos vamos ficar sem nada?

30 de março de 2024 - 8:00

Ex-marido teve filhos em outro casamento, e mulher quer saber se terá que dividir herança com eles

Mande sua pergunta!

Vale a pena investir em Tesouro IPCA+ mesmo com a Selic em queda?

23 de março de 2024 - 7:47

Leitor está interessado em título do Tesouro Direto, mas teme que, por ser um investimento de renda fixa, seja negativamente impactado pelos juros em queda

Mande sua pergunta!

Engravidei de um homem casado, mas ele não quer assumir; quais são os meus direitos e os do meu filho?

16 de março de 2024 - 8:00

Ele prometeu que ia assumir a criança e pagar pensão alimentícia, mas depois voltou atrás; o que ela pode fazer?

ESPECIAL IR 2024

Sofri um golpe e perdi minhas criptomoedas; elas ainda precisam ser informadas na declaração de imposto de renda?

9 de março de 2024 - 8:00

Vítima de fraude com criptomoedas se vê diante de um dilema: informar ou não os ativos perdidos na declaração de IR 2024?

Especial IR 2024

Imposto de Renda 2024: Sou MEI há 5 anos e nunca declarei IR, mesmo sendo obrigado; posso me dar mal?

2 de março de 2024 - 8:00

O microempreendedor individual (MEI) pode ser obrigado a declarar como pessoa física! Veja o que fazer quando se deixa de entregar a declaração

Mande sua pergunta!

Pior que o Seu Madruga: Minha mulher não pagou o aluguel, mas o contrato está no meu nome! E agora?

17 de fevereiro de 2024 - 8:00

Responsabilidade de pagar o aluguel é de quem consta no contrato como locatário; na Dinheirista de hoje, veja o que fazer no caso de uma dívida como essa

Mande sua dúvida!

Posso parar de pagar a pensão alimentícia? Não vejo minha filha há quatro anos

10 de fevereiro de 2024 - 8:00

Leitor não tem mais contato com a filha nem consta como pai em um de seus documentos. Será que isso pode desobrigá-lo a pagar pensão?

Mande sua pergunta!

Quando sair de um investimento ou trocar uma aplicação? Muito se fala sobre quando comprar e pouco sobre a hora certa de vender

3 de fevereiro de 2024 - 8:00

Como eu sei que já é hora de vender ou resgatar um ativo, pergunta leitora

DECISÃO DO STF

Separação de bens nem tão obrigatória: maiores de 70 anos poderão escolher regime de bens em casamento ou união estável, decide STF

1 de fevereiro de 2024 - 19:27

Separação obrigatória de bens para maiores de 70 anos visa a prevenir o popular “golpe do baú”, mas foi considerada discriminatória aos mais velhos

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies