IPCA + 7,5%: receba esta e outras ofertas ‘premium’ de renda fixa no WhatsApp; clique aqui

Cotações por TradingView
2023-01-08T19:03:33-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
INVASÃO EM BRASÍLIA

AO VIVO: Após quatro horas de invasão terrorista, segurança retoma prédios da Praça dos Três Poderes

8 de janeiro de 2023
17:00 - atualizado às 19:03

RESUMO: Na tarde deste domingo (08), manifestantes radicais bolsonaristas acabam de invadir os prédios do Congresso Nacional, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Palácio do Planalto. O ato pede a intervenção das Forças Armadas e até mesmo a prisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

QUAL O IMPACTO DA INVASÃO EM BRASÍLIA? ESPECIALISTAS DIVERGEM

Nos últimos dias, mais precisamente desde os primeiros passos do governo de transição e a posse de Luiz Inácio Lula da Silva como presidente, o mercado financeiro foi pauta dentro e fora da bolha de especialistas e investidores que acompanham o dia a dia da bolsa de valores, do câmbio e da curva de juros. 

Isso porque, para muitos, a “entidade Mercado” não estaria em sintonia com as demandas da economia real — e, por isso, foi acusada por muitos de certo exagero nas preocupações que trouxeram pressão aos ativos domésticos na semana passada. 

Em meio às cenas de terrorismo que tomaram conta de Brasília nesta tarde (8) e que se seguiram por horas, não é exagero dizer que a reação do mercado financeiro na segunda-feira (9) será acompanhada de perto por especialistas, curiosos e leigos. 

Com as imagens de depredação e vandalismo frescas na memória — e com as forças de segurança ainda tentando recuperar o controle do Congresso e demais palácios da República — a reportagem do Seu Dinheiro procurou diversos gestores do mercado para sentir a temperatura do que se deve esperar para os ativos brasileiros logo na abertura das negociações. 

Leia mais.

ARTHUR LIRA CONVOCA REUNIÃO DOS TRÊS PODERES

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), sugeriu neste domingo (08) uma reunião entre os Três Poderes após grupos radicais invadirem os prédios do Palácio do Planalto, do Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF).

"Eu me coloco à disposição de todos os Chefes de Poderes para fazermos uma reunião para deixar absolutamente inquestionável que os três Poderes estão mais unidos do que nunca a favor da Democracia", escreveu Lira no Twitter.

E acrescentou: "Neste encontro, claro, poderemos discutir, na mais absoluta amplitude possível, todas as medidas necessárias para fortalecer nossas instituições."

Mais cedo, Lira havia defendeu que os responsáveis por promover e acobertar ataques à democracia brasileira sejam identificados e punidos.

*Com informações do Estadão Conteúdo

STF NÃO SERÁ INTIMIDADO POR GOLPISTAS, DIZ ROSA WEBER

Presidente do STF, Ministra Rosa Weber, diz que Suprema Corte não se deixará intimidar por atos criminosos e de delinquentes infensos ao estado democrático de direito.

Em nota publicada nas redes sociais da Suprema Corte, a ministra escreve que o STF atuará para que os terroristas que participaram desses atos sejam devidamente julgados e exemplarmente punidos.

"O prédio histórico será reconstruído", diz.

PAZ RETORNA À PRAÇA DOS TRÊS PODERES

A polícia militar do Distrito Federal retomou a Praça dos Três Poderes na noite deste domingo. Após mais de quatro horas, prédios do Congresso, Palácio do Planalto e do Supremo Tribunal Federal (STF) foram depredados pelos vândalos.

A PM ainda informou que foram 150 prisões em flagrante durante os atos terroristas que se sucederam na tarde de hoje.

O número deve crescer ao longo da noite após pedidos de prisão dos manifestantes por parte de políticos e da Advocacia Geral da República (AGU).

VEJA REPERCUSSÃO INTERNACIONAL DA INVASÃO À PRAÇA DOS TRÊS PODERES

Golpes de Estado ao redor do mundo dificilmente prosperam sem que haja apoio externo ou, no mínimo, omissão por parte das grandes potências.

E, no que depender das grandes potências ocidentais e da Organização das Nações Unidas (ONU), os pedidos de "intervenção militar" feitos por bolsonaristas radicais no ataque de hoje à Praça dos Três Poderes devem cair em ouvidos moucos.

"Condenamos os ataques à Presidência, ao Congresso e ao Supremo Tribunal Federal hoje", escreveu o secretário do Estado dos EUA, Anthony Blinken.

"Usar a violência para atacar as instituições democráticas é sempre inaceitável. Nós estamos ao lado de @lulaoficial pelo fim imediato dessas ações."

Leia mais.

AGU PEDE PRISÃO DE TERRORISTA E DE ANDERSON TORRES, AGORA EX-SECRETÁRIO DE SEGURANÇA DO DF

A Advocacia Geral da União (AGU) ingressou há pouco com uma petição junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) requerendo uma série de medidas judiciais em resposta aos atos criminosos ocorridos na tarde deste domingo (8) na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

Dentre os pedidos, figuram a prisão em flagrante do ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres, exonerado na tarde de hoje, e de demais agentes públicos responsáveis por atos e omissões.

Além disso, a AGU solicitou a imediata desocupação de todos os prédios públicos federais em todo o país, e a dissolução dos atos antidemocráticos realizados nas imediações de quartéis e outras unidades militares.

O pedido dirigido ao Supremo requer que, para tais medidas, sejam utilizadas todas as Forças de Segurança Pública do Distrito Federal e dos estados.

*Com informações da AGU

DOCUMENTOS DO STF E CONGRESSO SÃO DESTRUÍDOS POR VÂNDALOS

Imagens da Globo e Globo News mostraram uma série de documentos rasgados pelos terroristas que hoje invadiram a Praça dos Três Poderes.

Além da destruição do patrimônio público utilizado pelos funcionários do governo, vidraças e outros materiais foram destruídos.

Outras imagens de antes da manifestação mostram a polícia militar do Distrito Federal escoltando os terroristas em direção à sede do governo. Em pronunciamento hoje, o presidente Lula falou em identificar e responsabilizar esses policiais.

PM RETIRA TERRORISTAS DA RAMPA DO PALÁCIO DO PLANALTO

A Polícia Militar do Distrito Federal começou a agir pela retirada de vândalos dos Três Poderes em Brasília neste domingo (8). Já no final da tarde, a PM retirou os invasores da rampa do Palácio do Planalto.

Conforme mostrou o Broadcast, a PM afirmou que todo o efetivo foi acionado, inclusive a cavalaria. De acordo com o órgão, só não está se apresentando quem está sob restrição médica.

Os manifestantes, em atos violentos, já invadiram o Congresso, Supremo Tribunal Federal (STF) e Palácio do Planalto.

O ministro da Justiça, Flávio Dino, disse que as forças de segurança estão agindo e que o governo do Distrito Federal prometeu reforços.

LULA ESTABELECE GLO ATÉ O FINAL DE JANEIRO

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decretou intervenção federal no Governo do Distrito Federal.

A intervenção vai durar até 31 de janeiro e será limitada à área de segurança pública. O interventor será o secretário-executivo do Ministério da Justiça, Ricardo Capelli, e estará subordinado diretamente ao presidente da República.

O decreto vem à tona em meio à invasão da Praça dos Três Poderes por bolsonaristas radicais. Durante a invasão, passaram a circular vídeos nos quais agentes policiais do DF observavam passivamente enquanto o Palácio do Planalto, o Congresso Nacional e o STF eram depredados.

Lula fez o anúncio em Araraquara, onde prestava solidariedade às vítimas das fortes chuvas na cidade nos últimos dias.

LULA FALA À NAÇÃO

O presidente Luis Inácio Lula da Silva se pronuncia sobre atos antidemocráticos. Veja discurso completo aqui, ou acompanhe ao vivo:

EXÉRCITO ESTÁ PREPARADO PARA PEDIDO DE GLO

O Exército colocou tropas prontidão para um possível decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).

O objetivo seria conter os bolsonaristas radicais que invadiram e depredaram o Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e o STF (Supremo Tribunal Federal) neste domingo.

De acordo com o jornal Folda de S. Paulo, generais também discutem uma possível mudança de postura depois de terem atuado com perceptível condescendência em relação aos bolsonaristas acampados em frente aos quartéis.

Entretanto, um eventual decreto de GLO teria que ser assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), algo que não foi feito até agora.

UMA SEMANA APÓS SER EMPOSSADO, LULA FARÁ PRONUNCIAMENTO SOBRE INVASÃO DO PLANALTO

O presidente Luis Inácio Lula da Silva fará um pronunciamento neste domingo sobre a invasão de terroristas ao Palácio do Planalto.

Lula foi empossado na rampa do mesmo prédio há exatamente uma semana. Ele cumpre agenda com a primeira dama, Janja, em Araraquara. A cidade sofre com as constantes chuvas em São Paulo.

POLÍCIA CHEGA COM JATOS DE ÁGUA PARA RETOMAR PLANALTO

A polícia do Distrito Federal e as forças de segurança do governo federal tentam retomar o Palácio do Planalto, ocupada por terroristas. Os manifestantes bolsonaristas invadiram e depredaram prédios da Praça dos Três Poderes.

O prédio do Supremo Tribunal Federal (STF) foi retomado pelas forças de segurança mais cedo.

POLÍCIA DO DISTRITO FEDERAL IGNOROU PEDIDO DE SENADOR PARA REFORÇAR SEGURANÇA

A Secretaria de Polícia do Senado Federal pediu à Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal que promovesse um reforço policial em torno do Parlamento.

De acordo com Monica Bérgamo, colunista da Folha de S. Paulo, o pedido foi ignorado pelo governo distrital.

O órgão havia recebido informações de que bolsonaristas acampados em frente ao Exército preparavam uma invasão do Congresso, numa tentativa de emulara invasão do Capitólio dos EUA, pouco mais de dois anos atrás.

O reforço foi pedido pelo fato de nem o Senado nem a Câmara dos Deputados disporem de efetivo em número suficiente para debelar uma ação do gênero.

POLÍCIA É FLAGRADA PREVARICANDO DURANTE INVASÃO AO CONGRESSO

Agentes da Polícia Militar do Distrito Federal foram flagrados fazendo imagens e conversando com bolsonaristas enquanto o Congresso Nacional era invadido.

A cena foi divulgada em primeira mão pela jornalista Ana Flor, da GloboNews.

No vídeo, um militar aparece filmando enquanto outro, a seu lado, conversa com três homens — dois deles, vestidos com a bandeira brasileira — enquanto a invasão ocorria.

O não impedimento de depredações ao patrimônio público por parte das forças de segurança é considerado prevaricação. No caso de funcionários públicos, passível de exoneração do cargo.

LÍDER DO GOVERNO LULA QUER INTERVENÇÃO FEDERAL NO DISTRITO FEDERAL

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), líder do governo de Luíz Inácio Lula da Silva no Congresso, entrou com uma representação na Procuradoria-Geral da República para que seja decretada uma intervenção federal na Segurança Pública do Distrito Federal.

Randolfe também protocolou pedido no mesmo sentido ao Supremo Tribunal Federal.

"Estamos protocolando agora dois pedidos ao ministro Alexandre de Moraes: 1 - Prorrogação do inquérito dos atos antidemocráticos a partir dos acontecimentos de hoje. 2 - Impedimento de posse e, em caso de posse, afastamento do Sr Anderson Torres, da Secretaria de Justiça do DF", escreveu Randolfe.

Para integrantes do governo atual, houve omissão do governo do Distrito Federal, de Ibaneis Rocha (MDB), com os manifestantes golpistas, apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

Torres foi exonerado há pouco.

PRESIDENTES DO CONGRESSO SE PRONUNCIAM SOBRE ATOS DE TERRORISMO EM BRASÍLIA

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, escreveu em suas redes sociais que repudia os atos antidemocráticos que culminaram nas cenas de terrorismo em Brasília.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, também condenou os atos em sua conta no Twitter.

As forças de segurança do Distrito Federal e do governo federal estão retomando aos poucos a Praça dos Três Poderes.

IBANEIS DEVE SER RESPONSABILIZADO POR ATOS TERRORISTAS EM BRASÍLIA

Autoridades do Judiciário e políticos apontam a necessidade de responsabilizar o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, no caso da invasão da Praça dos Três Poderes.

Os extremistas não aceitaram o resultado das eleições e vandalizaram os prédios do Congresso, do Palácio do Planalto e do Supremo Tribunal Federal.

Segundo fontes, Rocha já havia sido informado da mudança de tom dos manifestantes nos últimos dias.

Após a eleição do presidente Lula, bolsonaristas radicais acamparam na frente do Quartel General do exército, pedindo intervenção das Forças Armadas. Vale lembrar que atentar contra a democracia, como querem os radicais, é crime, previsto na Constituição.

PRÉDIO DO SFT É RETOMADO POR FORÇAS DE SEGURANÇA

As forças de segurança do governo federal conseguiram retomar o prédio tomado por manifestantes neste domingo (08).

Até o momento, não se sabe o dano total causado à construção.

ANDERSON TORRES É EXONERADO

Em meio a invasão da Praça dos Três Poderes, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, acaba de exonerar o secretário de Segurança, Anderson Torres.

Torres está nos Estados Unidos, em viagem, e até poucas horas atrás, estava incomunicável. Há expectativa de que o governo federal assuma as forças de segurança do Distrito Federal.

PRIMEIRAS HORAS: A INVASÃO À PRAÇA DOS TRÊS PODERES

Manifestantes radicais bolsonaristas acabam de invadir o Congresso Nacional na tarde deste domingo (08). O ato pede a intervenção das Forças Armadas e até mesmo a prisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). 

Os apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) também se dirigiam ao Palácio do Planalto e à Praça dos Três Poderes, sede do Supremo Tribunal Federal (STF). O discurso dos manifestantes tem caráter golpista, pedindo claramente a intervenção militar, o que é ilegal de acordo com a constituição.

A polícia local usou gás de pimenta para dissolver as manifestações. O ministro da Justiça, Flávio Dino, afirmou que está em Brasília acompanhando a situação, ao mesmo tempo que mantém o diálogo com o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha.

Os manifestantes já haviam invadido o prédio do Congresso, do Palácio do Planalto e do STF. No entanto, vale lembrar que hoje não há expediente e os ambientes estão majoritariamente vazios.

Leia mais.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

MERCADOS HOJE

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais aguardam decisão de juros do Fed hoje; Ibovespa também acompanha Super Quarta

1 de fevereiro de 2023 - 7:14

RESUMO DO DIA: É chegada a Super Quarta! As respectivas decisões de juros dos Bancos Centrais norte-americano e brasileiro prometem movimentar os negócios. Enquanto o exterior digere os balanços da noite de ontem (31), o panorama doméstico acompanha o primeiro dia do ano judiciário e as eleições para as presidências da Câmara e do Senado.

LOTERIAS

Lotofácil e Quina acumulam; Mega-Sena pode pagar R$ 115 milhões hoje

1 de fevereiro de 2023 - 6:01

Mega-Sena está acumulada desde o sorteio da virada; Lotofácil e Quina também oferecem prêmios milionários nesta quarta-feira

maus ventos

O Brasil vai acabar? Inflação pode deixar de responder ao BC se Lula conseguir mudar meta, dizem gestores

31 de janeiro de 2023 - 21:24

Rodrigo Azevedo, da Ibiuna, e Felipe Guerra, da Legacy, estão com visão pessimista para o Brasil

DIA 31

Está confirmado: Lula vai para os EUA no dia 10 de fevereiro — veja o que ele vai discutir com Biden

31 de janeiro de 2023 - 20:06

Enquanto o encontro não chega, o petista tentou acalmar os ânimos dos investidores — que seguem desconfiados em relação à responsabilidade fiscal do novo governo

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa sobe em meio ao caos de um interminável janeiro; o que afeta a bolsa nos próximos dias?

31 de janeiro de 2023 - 18:57

Veja tudo o que movimentou os mercados nesta terça-feira, incluindo os principais destaques do noticiário corporativo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies