🔴 [TESTE GRÁTIS] NOVO APP PODE GERAR ATÉ R$ 680 POR DIA COM 3 CLIQUES – CONHEÇA

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
DEMISSÃO OU CORREÇÃO?

Demissões na Meta, dona do Facebook, vão passar de 20 mil após nova leva de cortes. Afinal, o que quer Mark Zuckerberg?

Além dos desligamentos, a big tech anunciou o congelamento de 5 mil vagas que estão em aberto e ainda não foram preenchidas

Liliane de Lima
14 de março de 2023
15:47 - atualizado às 22:31
Mark Zuckerberg Bitcoin
Os maiores rivais do criador do facebook apostam R$ 1 bilhão na nova em uma nova criptoaposta - Imagem: Shutterstock

Se o número de demissões fosse um campeonato das big techs, a Meta, dona do Facebook, conquistaria o nada honroso posto de campeã. Depois de desligar 11 mil funcionários em novembro do ano passado, Mark Zuckerberg anunciou um novo corte da mesma magnitude. 

A redução no quadro pessoal deve atingir 10 mil profissionais nos próximos meses, disse Zuckerberg em e-mail aos funcionários nesta terça-feira (14) e publicado no blog da big tech

“Com menos contratações, tomei a difícil decisão de reduzir ainda mais o tamanho de nossa equipe de recrutamento. Informaremos os membros da equipe de recrutamento amanhã se eles foram afetados”, escreveu o CEO da Meta. 

Segundo a carta, as demissões devem começar, de fato, no final de abril e atingir os núcleos de tecnologia e negócios. Além disso, Zuckerberg disse que os desligamentos planejados podem acontecer até o final deste ano.

Além dos desligamentos, a Meta anunciou o congelamento de 5 mil vagas que estão em aberto e ainda não foram preenchidas. 

“Como parte disso, pediremos a muitos gerentes que se tornem colaboradores individuais. Também teremos colaboradores individuais reportando em quase todos os níveis — não apenas no nível inferior — para que o fluxo de informações entre as pessoas que fazem o trabalho e o gerenciamento seja mais rápido.”

Em documento enviado à SEC, equivalente à CVM brasileira, a Meta informou que o impacto antecipado das demissões e os custos de reestruturação deve ficar entre US$ 3 bilhões e US$ 5 bilhões. 

Facebook: demissão ou correção?

Com as demissões anunciadas em novembro do ano passado, a Meta deve demitir cerca de 21 mil profissionais em um período de, aproximadamente, 14 meses — e coroar-se como a empresa de tecnologia que mais demitiu no período. 

Contudo, as recorrentes reduções nos quadros de funcionários nas big techs são consideradas movimentos de “correção”. No caso da Meta não é diferente. 

A empresa de Zuckerberg, que viveu “tempos áureos" no início da pandemia quando a demanda por tecnologia — como ferramentas de comunicação à distância — cresceu, contratou pouco mais de 42 mil profissionais. 

Além disso, as demissões na dona do Facebook fazem parte do planejamento de 2023, que Zuckerberg considera “o ano da eficiência”. 

Também no e-mail aos funcionários  — e na publicação no blog  — o CEO da Meta afirmou que as reduções na força de trabalho em novembro passado resultaram, de forma "surpreendente", em processos “mais rápidos”. 

Saldo das big techs

Em pouco mais de dois meses, quase 500 empresas de tecnologia demitiram cerca de 128,2 mil pessoas em 2023, de acordo com o portal Layoffs.fyi, que reúne todas as demissões do setor no mundo. 

Mas, considerando o ano anterior, o saldo global de demissões é de, aproximadamente, 162 mil. E, entre as pessoas afetadas estão os profissionais das big techs Amazon, Alphabet — dona do Google — e Microsoft, além da Meta. 

Com a revisão de janeiro, a empresa de Jeff Bezos desligou 18 mil pessoas. O Google também prevê a redução de 6% do quadro de pessoal, o que corresponde à demissão de 12 mil profissionais

Por fim, a Microsoft deve concluir neste mês, o corte de 10 mil empregos em todo o mundo

Compartilhe

Alerta de proventos

Dividendos e JCP: Lojas Renner (LREN3), Copasa (CSMG3) e Sanepar (SAPR4) anunciam distribuição de quase meio milhão de reais; confira os prazos

20 de junho de 2024 - 19:10

Valores serão pagos aos acionistas que tiverem as ações das três companhias em junho

Novo guidance

Nem assim a Vale (VALE3) agradou: mineradora revisa estimativas, mas novos números não dão fôlego às ações na bolsa

20 de junho de 2024 - 16:56

Companhia informou novos números sobre Salobo (Pará) e Sadbury (Canadá), entre outros ativos

LEVANTAMENTO DA QUANTUM

Americanas (AMER3) ou Oi (OIBR3): qual é a empresa mais endividada da bolsa brasileira? Confira o ranking das maiores recuperações judiciais da B3

20 de junho de 2024 - 14:18

A disputa foi acirrada, já que ambas as companhias registram dívidas na casa dos R$ 50 bilhões; veja quem liderou o “pódio ingrato”

SINAL VERDE

Justiça acata recuperação extrajudicial do Grupo Casas Bahia (BHIA3) e varejista ganha prazo maior para pagar dívida bilionária

20 de junho de 2024 - 8:20

O cronograma de pagamentos se estendeu de 22 meses para 78 meses — ou de pouco menos de dois anos para seis anos e meio

NA POSSE

A Petrobras (PETR4) vai mudar de novo? As declarações de Lula sobre lucro e impostos da estatal — “Haddad vai ficar feliz”

19 de junho de 2024 - 19:33

O presidente discursou na cerimônia de posse de Magda Chambriard, que assume o comando da petroleira — e deu pistas sobre o que pretende fazer com a empresa daqui para frente

UM EXTRA NA CONTA

Acionistas do Itaú (ITUB4) devem receber mais dividendos bilionários até o fim de 2024 — e quem diz isso é o CEO do bancão

19 de junho de 2024 - 13:09

Milton Maluhy Filho afirmou ter convicção de que uma nova rodada de proventos extraordinários será anunciada neste ano — mas há outras possibilidades para os recursos do banco, incluindo aquisições

QUEM FICARÁ COM ELA

Bola dividida na Sabesp (SBSP3): veja três concorrentes ao posto de acionista de referência na privatização da companhia

19 de junho de 2024 - 10:10

O cobiçado posto está em disputa; afinal, o acionista de referência poderá apontar o nome do futuro presidente da Sabesp, bem como ter outras regalias dentro da companhia

AVANÇO NO PRJ

Light (LIGT3) recebe luz verde da Justiça para plano de recuperação judicial — e terá que pagar R$ 30 mil para alguns credores logo de cara

19 de junho de 2024 - 8:48

Serão contemplados cerca de 28 mil credores da Light, ou 60% dos detentores de dívidas da empresa de energia

QUARTETO DE INFRAESTRUTURA

As 4 ações de energia para se ‘blindar’ do sobe e desce do Ibovespa em 2024, segundo gestor com mais de R$ 35 bilhões em ativos

19 de junho de 2024 - 6:11

Para Marcelo Sandri, sócio e gestor da Perfin, as ações da Eletrobras (ELET3), Equatorial (EQTL3), Eneva (ENEV3) e Energisa (ENGI3) são opções para proteger a carteira

CORRIDA DAS BIG TECHS

Tchau, Microsoft (MSFT34): Depois de entrar para o “clube do trilhão”, Nvidia (NVDC34) se torna a empresa mais valiosa do mundo

18 de junho de 2024 - 18:04

A fabricante de chips alcançou US$ 3,34 trilhões em valor de mercado nesta terça-feira (18), superando também a Apple (AAPL34)

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar