🔴 ALGORITMO MOSTRA COMO BUSCAR ATÉ R$ 3 MIL POR DIA – CONHEÇA

Mande a sua pergunta!

Vou me casar, mas o noivo tem dívidas grandes e está inadimplente. Corro algum risco?

Ela quer se casar e comprar um imóvel, mas o pretendente tem dívidas elevadas e está inadimplente. Qual a melhor forma de proceder?

10 de junho de 2023
8:00 - atualizado às 12:32
Julia Wiltgen ao lado do logo do Serasa
Imagem: Montagem Seu Dinheiro

Quem casa quer casa, já diz o ditado. Mas e se você casar e comprar uma casa com alguém que já está endividado e, ainda por cima, inadimplente?

Este é o tema da pergunta da Dinheirista de hoje. Lembre-se de que, se você tiver dúvidas sobre as suas finanças ou investimentos e quiser vê-las respondidas neste espaço, basta enviá-las para adinheirista@seudinheiro.com.

Questões envolvendo Direito de Família, como escolha de regime de bens para casamento ou união estável, partilha de bens no divórcio e divisão de herança, estão entre as que mais deixam os brasileiros em dúvida quando o assunto é dinheiro. Se tiver dívida na parada então, aí complicou mais ainda!

E quem não se informa direitinho com um advogado nem se planeja antes de tomar grandes decisões pode acabar tomando prejuízo no futuro. Fazer essas escolhas conscientemente também faz parte de um bom planejamento financeiro.

Vamos à pergunta de hoje: Meu namorado tem dívidas bem grandes no nome dele pelo FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) após uma faculdade de Medicina. Ele está inadimplente. Estou planejando me casar com ele e queremos comprar uma casa juntos, corro algum risco?

Sim. Nas palavras da advogada de família com quem eu conversei a respeito da sua pergunta, “corre grandes riscos”.

Se vocês optarem pelo regime de bens padrão das uniões brasileiras, que é o de comunhão parcial de bens, você não fica, a princípio, obrigada a responder pelas dívidas que ele contraiu antes do casamento, da mesma forma que não tem direito aos bens particulares dele, aqueles que ele porventura possa ter adquirido antes da união.

Porém, se você comprar uma casa junto com ele, ou se apenas um de vocês comprar a casa quando já estiverem casados em regime de comunhão parcial de bens, a casa será considerada um bem comum do casal. Ou seja, será de ambos, ainda que esteja no nome de apenas um de vocês ou que apenas um dos dois tenha contribuído com os pagamentos.

Se a dívida dele em algum momento for executada pela Justiça e os bens dele forem penhorados, a casa de vocês, considerada um bem de ambos, também poderá entrar na penhora, mesmo que ainda não tenha sido quitada. Em outras palavras, uma eventual execução dessa dívida não paga pode atingir um bem que também é seu.

Para a advogada de família Vanessa Paiva, sócia do escritório Paiva e André Advogados, o ideal, no caso de casais em que um dos dois tem uma dívida grande – principalmente no caso de estar inadimplente – é fazer um pacto antenupcial com separação total de bens e efetuar a compra dos bens da família – como a casa do casal – no nome daquele que não tem dívidas.

Eu respondi a essa e a outras perguntas sobre dinheiro no último vídeo da Dinheirista, que você pode conferir na íntegra no tocador abaixo:

A Dinheirista, pronta para resolver suas aflições financeiras (ou te deixar mais desesperado). Envie a sua dúvida para adinheirista@seudinheiro.com.

Compartilhe

Mande sua pergunta!

Minha filha mora com o marido em imóvel que recebi de herança; agora ele quer que eu transfira o bem para ambos, o que fazer?

22 de junho de 2024 - 8:01

Casal quer reformar o imóvel e deseja que leitora passe o bem para o nome deles, mas ela quer proteger sua filha em caso de divórcio

Mande sua dúvida!

Meu imóvel foi invadido, e parece que os ocupantes obtiveram a usucapião; ainda consigo fazer a reintegração de posse?

15 de junho de 2024 - 8:00

É possível “reverter” ou “anular” um processo de usucapião? E invasor pode mesmo conseguir usucapir um imóvel?

Mande sua pergunta!

Quero o divórcio, mas moro nos EUA com visto de acompanhante e nossos bens estão em nome de terceiros; e agora?

8 de junho de 2024 - 8:00

Ela ainda não obteve o green card, e ainda teme ficar sem nada após o divórcio, pois os bens da família não estão no nome do marido

Mande sua dúvida!

Fiz uma compra no AliExpress e paguei no Pix, mas ela foi cancelada por falta de pagamento. Meu dinheiro não voltou, e agora?

1 de junho de 2024 - 8:00

Solução para o problema vai depender se o Pix foi feito dentro ou fora da plataforma do AliExpress, diz advogado de direito do consumidor

Especial de IR

Fui MEI por um ano, mas não entreguei a declaração de imposto de renda de pessoa física. Posso vir a ter problemas?

25 de maio de 2024 - 7:46

Ela deixou de entregar a declaração de imposto de renda como pessoa física no ano em que trabalhou como MEI, mas pode ter cometido um erro…

Especial IR

Me mudei para Portugal, mas não entreguei a Declaração de Saída Definitiva do País; como regularizar a situação?

18 de maio de 2024 - 8:00

Documento serve para encerrar as obrigações fiscais do contribuinte no Brasil, mas este leitor não a entregou e agora recebeu uma herança

Especial IR

Dúvidas cruéis sobre declaração de ações no IR: isenção, retificação, mudança de ticker, prejuízos e investimento no exterior

11 de maio de 2024 - 8:00

A Dinheirista responde algumas das suas dúvidas mais cabeludas sobre como declarar ações no imposto de renda

Especial IR

Meu filho de 30 anos faz mestrado e não trabalha; ele pode ser meu dependente na declaração de imposto de renda?

4 de maio de 2024 - 8:00

O filho dela é estudante, e ela arca com suas despesas; será que tem como abatê-las no IR 2024?

Ficou no prejuízo?

Comprei um carro com meu namorado, mas terminamos e ele não me pagou a parte dele; o que fazer para não tomar calote?

27 de abril de 2024 - 8:00

Ex-namorado da leitora não pagou a parte dele nem se movimenta para vender o carro; e agora?

Mande sua pergunta!

Meu pai me ajudou a comprar um imóvel; agora ele faleceu, e meu irmão quer uma parte do valor; foi adiantamento de herança?

20 de abril de 2024 - 8:00

O irmão desta leitora está questionando a partilha da herança do pai falecido; ele tem razão?

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar