🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Boa notícia!

Investimento no Tesouro Direto fica mais barato a partir de segunda-feira (03)

Conforme anunciado pelo Tesouro Nacional em outubro, taxa de custódia para investir em títulos públicos pelo programa será reduzida

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
2 de janeiro de 2022
15:52 - atualizado às 12:23
Moeda de um real
A taxa de custódia é um custo obrigatório do investimento no Tesouro Direto. Imagem: Shutterstock

O investimento em títulos públicos pelo Tesouro Direto ficará mais barato a partir desta segunda-feira, 3 de janeiro. Conforme anunciado pelo Tesouro Nacional em outubro, a taxa de custódia, que remunera a guarda dos títulos na B3 em nome do investidor, será reduzida de 0,25% para 0,20% ao ano a partir deste mês.

Com a redução do custo, a rentabilidade do investidor também irá aumentar. A última redução da taxa de custódia do Tesouro Direto foi realizada em 2019, quando caiu de 0,30% para 0,25% ao ano.

A taxa de custódia é, atualmente, o único custo obrigatório para quem investe em títulos públicos via Tesouro Direto. Investimentos em Tesouro Selic (LFT) em valores inferiores a R$ 10 mil, porém, são isentos da cobrança.

As corretoras de valores também podem cobrar, adicionalmente, uma taxa de administração, chamada taxa de agente de custódia, mas hoje a maioria das corretoras já isenta os clientes desse custo.

A taxa de custódia é cobrada semestralmente e, no caso do Tesouro Selic, pode reduzir sua atratividade em relação a outras aplicações de renda fixa igualmente conservadoras.

Veja também - Não trabalhe até morrer: como ter chances de se aposentar mais cedo sem depender do INSS

Compartilhe

Mesmo com a Selic em queda, vendas do Tesouro Direto sobem em janeiro

23 de fevereiro de 2024 - 19:19

Em um mês marcado por instabilidades no mercado financeiro, os títulos mais procurados pelos investidores foram os corrigidos pela Selic

O país da renda fixa

Mesmo com queda de juros, renda fixa cresceu mais que renda variável em 2023; LCI, LCA, CRI e CRA foram os destaques

15 de fevereiro de 2024 - 14:09

Títulos isentos viram crescimentos acima de 50% em número de investidores e volumes; número de CPFs na bolsa se manteve em 5 milhões

OUTRAS OPÇÕES

BTG recomenda 10 títulos de renda fixa isentos de IR para fevereiro – e nenhum deles tem carência como as LCIs e LCAs

9 de fevereiro de 2024 - 13:02

Títulos como debêntures incentivadas, CRIs e CRAs não têm carência, mas têm mais risco que LCIs e LCAs

RENDA FIXA ISENTA

LCI e LCA representam 15% da captação do Itaú. Como a nova regra que restringe os títulos isentos de IR afeta o banco?

6 de fevereiro de 2024 - 12:46

Apesar do volume alto, medida afeta apenas 30% do saldo de LCIs e LCAs que o Itaú emitiu. Ou seja, o impacto recai sobre 4,5% da captação total do banco, diz CEO

Onde os brasileiros investem

Títulos isentos, como LCI e LCA, chegam a quase 20% do volume investido por pessoas físicas, mas cenário pode mudar com novas regras; entenda

5 de fevereiro de 2024 - 14:47

Renda fixa isenta de imposto de renda tem ganhado popularidade nos últimos anos, mas oferta desses títulos pode reduzir; veja onde investiram os brasileiros em 2023

A CONTA DO 'FIM DA FARRA'

Mudança nas regras de LCI, LCA, CRI e CRA deve pesar mais para pessoas físicas; fundos imobiliários podem ‘passar ilesos’

2 de fevereiro de 2024 - 19:19

As novas regras miram em impedir casos emblemáticos como o do Burger King, que utilizou um CRA para financiar a compra de carne dos hambúrgueres, mas devem acabar acertando também empresas que de fato fazem parte da cadeia agro ou imobiliária

ACABOU A FARRA?

O que muda nas emissões de LCI, LCA, CRI e CRA com a medida do governo que restringe as emissões de títulos isentos de IR

2 de fevereiro de 2024 - 9:09

Governo manteve a isenção de imposto de renda, mas restringiu as maneiras como os bancos e as empresas podem emitir papéis como LCI

Retorno menor

Quanto rendem R$ 10 mil na poupança, no Tesouro Direto e em CDB com a Selic em 11,25%?

31 de janeiro de 2024 - 19:00

Banco Central cortou a taxa básica em mais 0,50 ponto percentual nesta quarta; veja como a rentabilidade dos investimentos conservadores deve reagir

Lula sancionou

Renda fixa isenta ameaçada? Conheça as novas debêntures de infraestrutura e saiba se elas podem ‘matar’ as debêntures incentivadas

25 de janeiro de 2024 - 6:07

Governo acaba de aprovar novo título de dívida com vantagens tributárias só para o emissor; será que ele poderá substituir as debêntures isentas de IR?

Carteira recomendada

O que comprar na renda fixa em janeiro: título do Tesouro Direto é destaque da carteira da Genial, que inclui também LCA de bancão

12 de janeiro de 2024 - 12:11

Analistas apostam nos títulos indexados à inflação com vencimentos de até cinco anos, não apenas para o mês, como para o ano; veja todas as recomendações

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies