🔴 É HOJE! PLANO PRÁTICO PARA GERAR RENDA EM DÓLAR SERÁ REVELADO – VEJA COMO ACESSAR

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
Papo Cripto #028

“Não é hora de vender: são ciclos que passam”: histórias de um sobrevivente do bear market do mercado de criptomoedas para superar o Longo Inverno Cripto

O convidado desta semana do Papo Cripto é Axel Blikstad, fundador da gestora BLP Crypto, responsável pelo primeiro fundo de bitcoin (BTC) do Brasil

Renan Sousa
Renan Sousa
28 de setembro de 2022
6:30 - atualizado às 15:26
O convidado desta semana do Papo Cripto é Axel Blikstad, fundador da gestora BLP Crypto, responsável pelo primeiro fundo de criptomoedas e bitcoin (BTC) do Brasil
Por que você não deveria ter esperado por uma disparada das cotações do ethereum após o The Merge? Entenda aqui. Imagem: Shutterstock-série oficial Game Of Thrones - montagem Brenda Silva

Navegar no século XV, época em que o Brasil foi descoberto, era uma atividade extremamente perigosa. Não apenas sair, mas voltar para casa inteiro — ou ao menos vivo — já era uma conquista. As histórias dos sobreviventes iam da realidade ao fantástico e, apesar de o mercado de criptomoedas não ser exatamente o mar, não faltam bons contos para ouvir. 

As tormentas do mundo não são um oceano, mas uma planície gelada: afinal, estamos no meio da tempestade do Longo Inverno Cripto, o segundo pior da história das criptomoedas. No primeiro, o bitcoin (BTC) chegou a despencar mais de 80% — e mais uma vez, diversas “mortes” do BTC foram anunciadas. 

As histórias de um mercado em crise

Quem sobreviveu para contar os aprendizados dos duros tempos de queda foi Axel Blikstad, fundador da gestora BLP Asset — atualmente chamado de BLP Crypto —, responsável pelo primeiro fundo de bitcoin (BTC) do Brasil. 

Lançado no início do fatídico de 2018, o fundo chegou a registrar queda de 77% durante a pior fase para as criptomoedas daquele ano. No entanto, o inverno passou: atualmente, o primeiro ativo do BLP tem ganhos de 40,53%.

Nessa mesma época, também nascia o Seu Dinheiro, o portal que agora completa 4 anos de existência! Por isso, o episódio desta semana do Papo Cripto é um programa especial sobre o mercado. Dê o play e confira:

O que fazer com minhas criptomoedas agora?

O fundador da gestora conhece mais do que ninguém os impactos das políticas macroeconômicas em ativos financeiros. Afinal, Blikstad passou por grandes bancos como o Santander e o BTG Pactual antes de se aventurar pelo universo cripto. 

“É difícil de dizer o que fazer porque depende muito do seu perfil. O que se sabe é: manter uma parcela de até 5% dos seus ativos e não vender agora”, afirma ele. “Esses são movimentos cíclicos e essa má fase deve passar em algum momento”. 

Essas e outras dicas do que fazer durante a pior fase do mercado de criptomoedas você confere no último Papo Cripto com o fundador do BLP Crypto, Axel Blikstad:

Compartilhe

HISTÓRIA

Lula e Bolsonaro estavam errados sobre o Plano Real — e eles tinham um motivo para isso 30 anos atrás

4 de junho de 2024 - 6:19

Enquanto Bolsonaro votou contra o Plano Real em 1994, Lula disputava a presidência contra Fernando Henrique Cardoso

AUTOMÓVEIS

Os carros mais injustiçados do Brasil: 7 modelos de bons automóveis que andam empacados nas concessionárias — mas talvez não seja à toa

2 de junho de 2024 - 7:50

Esses carros são reconhecidamente bons produtos, mas vendem pouco; saiba quando (e se) vale a pena comprá-los

DE OLHO NAS REDES

Por que tem tanta gente burra nas redes sociais? Você provavelmente é o mais inteligente do seu círculo — qual é o problema oculto disso

26 de maio de 2024 - 8:00

Você provavelmente é mais inteligente entre seus círculo de conhecidos nas redes sociais. E aqui está o real motivo por trás disso

DE OLHO NAS REDES

Como nossos pais: o TikTok não está oferecendo nada além do ultrapassado — e os jovens adoram. Mas por que achamos que seria diferente? 

28 de abril de 2024 - 8:00

“Minha dor é perceber que apesar de termos feito tudo o que fizemos, ainda somos os mesmos e vivemos como os nossos pais”.  Talvez seja um pouco irônico começar um texto sobre nostalgia citando uma música que me foi ensinada pelo meu próprio pai — e que fala sobre conflitos geracionais… A proposta de hoje: […]

DE OLHO NAS REDES

O que o TikTok, Instagram e Facebook têm a ver com as guerras em Gaza e na Ucrânia

17 de março de 2024 - 8:25

Começo o texto desta semana com uma história que envolve o TikTok, Vladimir Putin e um jovem sub-astro da rede, filho de dois viciados em droga que perderam a guarda dele antes mesmo de seu primeiro aniversário.  O contexto que une esses personagens é a guerra na Ucrânia. O jovem em questão é Denys Kostev, […]

DE OLHO NAS REDES

Pesquisei como ganhar R$ 1 mil por mês sem trabalhar — e a resposta mais fácil não estava no Google e sim no TikTok  

17 de dezembro de 2023 - 8:00

Este texto não é sobre ganhar dinheiro, é sobre uma tendência

DE OLHO NAS REDES

O WhatsApp criou mais um arma para espalhar mentiras ou os canais ajudam a quebrar o monopólio do “tio do zap”? 

22 de outubro de 2023 - 9:30

“Ah, é aquela rede social de gente mentirosa”, é o que eu ouço do meu avô de 91 anos ao tentar explicar o que é o Telegram. Assíduo espectador de noticiários, ele se referia não só às vezes em que a plataforma russa teve problemas com a Justiça brasileira, mas também ao seu conhecido uso […]

DE OLHO NAS REDES

Os bilionários piraram? Elon Musk e Mark Zuckerberg ameaçam brigar no ringue, mas tomam nocaute em suas redes sociais

27 de agosto de 2023 - 7:00

Os dois marcaram uma briga física, mas a batalha real é outra

Onde investir em 2023?

Onde investir no segundo semestre de 2023: veja melhores investimentos neste guia gratuito

21 de julho de 2023 - 15:01

Com desafios e oportunidades pela frente, o Seu Dinheiro reuniu as melhores oportunidades indicadas pelos especialistas em um guia exclusivo; baixe gratuitamente

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar