⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-21T19:23:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
INTERNACIONALIZAÇÃO

Movida (MOVI3) vai a Portugal e compra a Drive on Holidays, empresa de locação de veículos leves; veja detalhes do negócio

Considerando a dívida líquida de 11 milhões de euros em agosto de 2022, o valor total da aquisição foi de 55 milhões de euros, o equivalente a R$ 281 milhões

21 de setembro de 2022
19:23
Três carros em frente a um arco com as cores e logo da Movida (MOVI3)
Imagem: Divulgação

A Movida (MOVI3) carimbou o passaporte nesta quarta-feira (21) com a compra da a Drive on Holidays (DOH), uma empresa de locação de veículos de Portugal, avaliada em 66 milhões de euros (R$ 337 milhões). 

Considerando a dívida líquida de 11 milhões de euros em agosto de 2022, o valor total da compra foi de 55 milhões de euros (R$ 281 milhões). Desse montante, 52,5 milhões foram pagos hoje e 2,5 milhões foram retidos para eventuais indenizações. 

Segundo a Movida, a transação marca o início da internacionalização da empresa e a entrada na Europa, especialmente em uma região na qual a companhia terá a oportunidade de servir os atuais clientes e concretizar um crescimento orgânico por meio de uma nova plataforma no exterior.

O movimento, no entanto, não é isolado. Uma das justificativas da Localiza para fusão com a Unidas foi justamente o desejo de internacionalização. 

Quem é a empresa adquirida pela Movida (MOVI3)?

De acordo com a Movida (MOVI3), a Drive on Holidays é uma das principais locadoras de veículos leves de Portugal, com uma grande aliança comercial com as principais agências online de viagens. 

Com sede em Lisboa e atuação em rent a car (RAC) há 11 anos, a empresa possui quatro lojas adjacentes aos principais aeroportos de Portugal — Lisboa, Porto, Faro e Ponta Delgada, na região dos Açores.

A  Drive on Holidays registrou receita líquida de 20,2 milhões de euros, ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) e 16,3 milhões de euros, lucro líquido de 6,7 milhões de euros e dívida líquida de 11 milhões de euros, de acordo com dados de junho deste ano. 

Segundo a empresa, os números estão nos mesmos níveis daqueles apresentados no período pré-pandemia.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

RECALIBRANDO A CARTEIRA

Rali recente da bolsa brasileira limita potencial de ganhos do Bradesco (BBDC4) e JP Morgan rebaixa ações

7 de outubro de 2022 - 12:38

Com a alta recente e a perspectiva mais conservadora para os resultados do terceiro trimestre, os analistas do JP MOrgan rebaixaram as ações do Bradesco (BBDC4)

CRYPTOSTORM

Ethereum (ETH) killers: três criptomoedas têm chances de vencer a segunda maior moeda do mundo — e duas apostas para o futuro

7 de outubro de 2022 - 12:07

Solana (SOL), Polygon (MATIC) e Cosmos (ATOM), três criptomoedas de infraestrutura ou Layer 2 (L2) que podem superar o ethereum nos problemas das blockchains

geração mais sustentável

Copel (CPLE6) pretende ter 25% de seu portfólio composto por energias renováveis, diz diretor-presidente

7 de outubro de 2022 - 11:48

Para ajudar com essa meta, a Copel (CPLE6) comprou os complexos eólicos Santa Rosa e Mundo Novo (RN) por R$ 1,8 bilhão

Concorrência

Itaú (ITUB4) zera taxa de corretagem para ações, BDRs, ETFs e opções para todos os clientes

7 de outubro de 2022 - 11:21

A zeragem das taxas pelo Itaú pode ser considerada uma resposta às corretoras, que ganharam muitos clientes usando essa tática

TIC-TAC…

Elon Musk tem até o fim do mês para fechar a compra do Twitter — e ainda precisa encontrar novas fontes de financiamento

7 de outubro de 2022 - 10:40

Após as companhias de investimento que estavam em negociação com Musk voltarem atrás, o empresário terá até 28 de outubro para encontrar novos financiadores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies