2022-04-01T18:08:17-03:00
Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP.
BUSCA POR STARTUPS

Americanas (AMER3) lança plataforma para aceleração de startups; veja como participar

A Americanas pretende apoiar até 20 startups neste ano. A ideia é acelerar negócios e promover o crescimento orgânico da companhia

1 de abril de 2022
18:08
Lupa destaca site da Americanas.com em tela de computador
Tela do site da Americanas.com - Imagem: Shutterstock

A Americanas (AMER3) lançou, na última quarta-feira (30), uma plataforma para acelerar pelo menos 20 startups ainda neste ano. A Corporate Venture, nome do programa que faz parte do projeto de Inovação e Futuro (IF) da varejista, vai apoiar pequenos negócios inovadores.

A ideia da plataforma é promover o crescimento orgânico em diferentes frentes da companhia - física, digital, logística (Let’s) e a fintech Ame Digital-, através de um relacionamento contínuo com os pequenos empreendedores.

Para a parceria, a Americanas oferece um pacote de benefícios que inclui mentorias com a diretoria da empresa e acesso a um clube de vantagens com mais de 50 parceiros da varejista, que corresponde a cerca de R$ 1 milhão em créditos, segundo estimativa da companhia.

Parceria com a Americanas (AMER3)

As startups que desejam se tornar parceiras da Americanas (AMER3) devem se inscrever na plataforma. Para isso, é preciso preencher um formulário no site https://www.ifrocks.io/

De acordo com a companhia, o processo seletivo acontecerá ao longo de todo o ano. Etapas de análise das startups, conversa com os fundadores, reuniões com a diretoria da Americanas e due diligence - processo que envolve estudo de caso, análise a avaliação detalhada - fazem parte do processo de seleção.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Diferentes aspectos do negócio, como o comprometimento das atividades com a agenda ESG (sigla, em inglês, para meio ambiente, social e governança) e preocupação com o desenvolvimento sustentável (ODS) serão levados em consideração.

Só depois de aprovada em todas as fases, as startups escolhidas receberão um aporte para início da parceria, assim como a aceleração da empresa. A previsão é que os aportes iniciais de capital se valorize em pelo menos 10 vezes por meio da conexão com o ecossistema da Americanas (AMER3).

Universidades também podem se cadastrar no projeto de Inovação e Futuro da Americanas.

Leia também

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele