🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-03-12T15:06:50-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
DIGESTÃO DE SÁBADO

Entenda a semana em bolsa e dólar: porque o Ibovespa caiu mais de 2% e a moeda norte-americana avançou no mesmo período?

Guerra, inflação e disparada do petróleo ajudaram a manter a moeda norte-americana em baixa; bolsa local acompanha intervenção na Petrobras (PETR4)

12 de março de 2022
14:56 - atualizado às 15:06
Montagem de touro dourado da B3 com lagrima escorrendo e gráficos vermelhos em queda ao fundo
Saiba o que movimentou a bolsa e o dólar esta semana. Imagem: Image: Shutterstock e B3 / Montagem: Andrei Morais

A guerra entre Rússia e Ucrânia já toma conta do noticiário global há quase um mês, o que mantém as bolsas pelo mundo pressionadas. Dessa forma, as sanções contra o gigante do leste-europeu também ajudaram na disparada do petróleo no início da semana. 

Se por um lado as commodities tiveram um desempenho positivo, a bolsa brasileira também deveria acompanhar a alta. Afinal, as gigantes do Ibovespa Petrobras (PETR3 e PETR4) e Vale (VALE3) estão intimamente ligadas a esse setor. 

Mas não foi bem isso o que aconteceu. O Ibovespa encerrou a sexta-feira (11) em queda de 1,72%, aos 111.331 pontos, um recuo de 2,41% na semana. Por sua vez, o dólar à vista fechou em alta de 0,76%, a R$ 5,0541, mas caiu 0,48% na semana.

Dissecando a bolsa: um dedo na Petrobras

Não é de hoje que a interferência na maior estatal brasileira é motivo de desagrado para os investidores. 

Após um reajuste de quase 20% no preço da gasolina, autoridades como o presidente da República Jair Bolsonaro e os presidentes das Casas Legislativas evitaram voltar a falar da política de preços da Petrobras, mas o assunto voltou ao centro do debate nas redes sociais. 

Alternativas para a alta do petróleo

Assim sendo, governo federal e Congresso buscam a aprovação de um pacote de medidas para conter o preço dos combustíveis sem alterar a política de paridade internacional da estatal. 

Entretanto, no jargão do mercado, não existe almoço grátis: Bolsonaro está ciente de que o PLP 11 não resolverá todos os problemas dos combustíveis e, por isso, se a situação piorar, deve anunciar um programa de subsídios aos combustíveis.

Dissecando o dólar: um cabo de guerra nacional

A moeda norte-americana chegou a tocar o patamar de R$ 4,99 esta semana, motivo de surpresa para investidores e analistas, que esperam que o dólar encerre o ano no patamar de R$ 5,40, de acordo com a última edição do Boletim Focus. 

O cenário não mudou muito desde o começo de fevereiro para cá, quando meu colega Victor Aguiar escreveu sobre os motivos da queda do dólar: os ativos locais baratos e a entrada de investidores estrangeiros ajudou na derrubada da moeda norte-americana. 

Além disso, o início da guerra na Ucrânia marcou um período de fuga dos investidores da Rússia e de outros emergentes, como mostra um relatório da Fitch. Mas o mercado brasileiro tem se beneficiado desse cenário nos últimos dias.

Se você gosta de notícias diárias sobre bolsa e dólar, não deixe de conferir a nossa cobertura de mercados

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Todos contra Putin: O assunto da vez da reunião dos líderes do G7? Impor limites à Rússia

Em nova reunião, líderes do G7, avaliam impor teto no preço dos combustíveis russos

TECNOLOGIA EM FOCO

Em busca de inovação: Petrobras (PETR4) lança oportunidades para aquisição de soluções de startups e empresas de tecnologia; saiba como funciona

A Petrobras vai investir até R$ 21,2 milhões em empresas de tecnologia e startups de soluções nas áreas de robótica, tecnologias digital e d inspeção

DUELO DE GIGANTES

Berkshire, de Warren Buffett, está à caça da Tesla, de Elon Musk — veja como anda essa disputa

No auge da pandemia de covid-19, a fabricante de veículos elétricos nadou de braçada, com as ações disparando mais de 12 vezes, enquanto os papéis da holding do Oráculo de Omaha subiram modestos 60%; será que o cenário ainda é o mesmo?

BOMBOU NAS REDES

Luiza Trajano em desespero? Após derreter quase 70%, Magazine Luiza (MGLU3) leva o título de pior ação do semestre; descubra quem mais chegou perto de virar pó no período

Com ações derretendo quase 70%, Magazine Luiza (MGLU3) teve o pior desempenho do semestre; veja o ranking completo

A briga continua

Justiça ordena bloqueio de R$ 450 milhões da Capitual na disputa com a Binance; recursos pertencem aos clientes

Empresa brasileira fazia intermediação financeira para a exchange, mas paralisou serviços após não adequação da Binance a exigências do Banco Central

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies