🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-03-09T14:09:53-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
EM QUEDA

Acredite se quiser: dólar toca o patamar de R$ 4,99 após queda de mais de 1% hoje

Uma saída diplomática para o conflito entre Rússia e Ucrânia animou as bolsas no exterior e derrubou o dólar frente ao real

9 de março de 2022
12:27 - atualizado às 14:09
Um dólar olhando de perto para as pessoas
Confira o que fez o dólar despencar quase 1% hoje Imagem: Shutterstock

Por um breve momento no pregão desta quarta-feira (09), os investidores brasileiros presenciaram um fato que não era visto desde julho de 2021: o dólar furou a barreira dos R$ 5,00 e atingiu a mínima do dia no patamar de R$ 4,99 por volta das 11h. 

A moeda norte-americana permanece pressionada hoje, sendo negociada com baixa de 1,10% perto do meio-dia, cotada a R$ 5,0381. 

Fonte: Tradingview

Dólar em queda livre

O cenário não mudou muito desde o começo de fevereiro para cá, quando meu colega Victor Aguiar escreveu sobre os motivos da queda do dólar.

A entrada de estrangeiros no mercado brasileiro e o cenário macroeconômico permanecem os mesmos, o que favorece a queda da moeda norte-americana. 

Contudo, o início da guerra na Ucrânia marcou um período de fuga dos investidores da Rússia e de outros emergentes, como mostra um relatório da Fitch. Mas o mercado brasileiro tem se beneficiado desse cenário nos últimos dias. 

Saída diplomática do conflito

Além disso, o presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky afirmou à Bloomberg que está “discutindo uma alternativa segura” com a Rússia para o fim do conflito. 

Zelensky ainda afirmou que não deve abrir mão de “nem um milímetro” de seu território, mesmo que a Rússia já tenha tomado algumas cidades no leste da Ucrânia.

Com isso, as bolsas internacionais aceleraram os ganhos, enquanto o Ibovespa também subia cerca de 2,00% no mesmo horário. Acompanhe a nossa cobertura de mercados

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

NOITE CRIPTO

Sem fôlego: bitcoin (BTC) opera em alta, mas ainda não volta para os US$ 20 mil; entenda por quê

Apesar do respiro desta sexta-feira (1), o bitcoin ainda sente todo o peso de um Federal Reserve mais agressivo contra a inflação. A semana também não foi tão positiva assim com o noticiário do universo digital.

VAI TER QUE PAGAR!

Um acordo de milhões: Petrobras (PETR4) se entende com a ANP sobre royalties da operação de xisto no Paraná

Segundo a estatal, o acordo envolve o pagamento de R$ 601 milhões pela companhia — um montante que já foi provisionado nas demonstrações financeiras

CASOU!

Enfim, sós! Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) consumam combinação de negócios; confira detalhes

Por conta do enlace, hoje foi o último dia de negociação das ações de emissão da Unidas na B3

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa começa julho com o pé direito, o reforço de caixa da MRV (MRVE3) e a semana em cripto; confira os destaques do dia

Que sexta-feira costuma ser o dia da semana favorito de muita gente não é novidade, mas você já reparou na tendência que temos de tentar fazer dele o mais leve de todos para não atrapalhar o descanso do fim de semana? Seja no escritório ou no mercado financeiro, o último dia útil é o momento […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa dá uma pausa nas perdas e sobe 0,29% na semana, mas dólar dispara e chega a R$ 5,32

O começo de julho foi mais animador para o Ibovespa, mas as dificuldades seguem pressionando o câmbio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies