🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-02-15T18:26:45-03:00
Carolina Gama
FECHAMENTO DO DIA

Bolsa de Nova York fecha em alta com esfriamento da guerra; Dow Jones e S&P 500 sobem mais de 1% e Nasdaq avança 2,5%

O recuo das tropas russas na fronteira com a Ucrânia deixou os investidores globais mais aliviados; mercados na Europa também terminam o dia com ganhos

15 de fevereiro de 2022
18:03 - atualizado às 18:26
touro
O Touro de Wall Street, no distrito financeiro de Manhattan, em Nova York, nos EUA. - Imagem: Shutterstock

A notícia de que os militares comandados por Vladimir Putin recuaram reacendeu a esperança de que um conflito armado entre Rússia e Ucrânia pode ser evitado. A sensação de que pode não haver guerra impulsionou os principais índices da Bolsa de Valores de Nova York, que terminaram a terça-feira (15) em alta

O fim dos exercícios militares russos deixou os investidores globais mais aliviados após dias de uma perspectiva de invasão iminente – os índices norte-americanos abriram o dia em ampla recuperação, mesmo após a inflação ao produtor mostrar avanço no país.

Os ganhos se sustentaram ao longo da sessão e o Dow Jones encerrou o dia com alta de 1,22%, aos 34.988,31 pontos, enquanto S&P 500 avançou 1,58%, aos 4.471,00 pontos, e o Nasdaq teve elevação de 2,53%, aos 14.139,76 pontos.

Na manhã de hoje, Putin voltou a endereçar a questão e afirmou que não quer uma guerra na Europa e sim resolver a possível entrada da Ucrânia na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) o mais rápido possível.

O posicionamento do governo russo também ajudou as bolsas na Europa. O índice pan-europeu Stoxx 600 terminou a terça-feira em alta de 1,3%. As ações de saúde subiram 2,1% e lideraram os ganhos, com quase todos os setores e principais bolsas em território positivo.

GUIA PARA BUSCAR DINHEIRO: baixe agora o guia gratuito com 51 investimentos promissores para 2022 e ganhe de brinde acesso vitalício à comunidade de investidores Seu Dinheiro

Inflação no radar das bolsas

Além do conflito na Ucrânia, os investidores deram outra olhada para a situação da inflação nos Estados Unidos nesta terça-feira. 

O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês), que mede bens e serviços de demanda final, subiu 1% no mês, ante a estimativa da agência Dow Jones de alta de 0,5%. 

Nos últimos 12 meses, o indicador subiu 9,7% sem ajuste. Excluindo serviços de alimentação, energia e comércio, o chamado núcleo do PPI aumentou 0,9% no mês, superando a estimativa de 0,4%.

Na segunda-feira (14), o presidente do Fed de St. Louis, James Bullard, disse à CNBC que o banco central norte-americano precisava combater a inflação de forma mais agressiva, ecoando comentários que fez na semana passada que pressionaram o mercado de ações. 

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

NOITE CRIPTO

Sem fôlego: bitcoin (BTC) opera em alta, mas ainda não volta para os US$ 20 mil; entenda por quê

Apesar do respiro desta sexta-feira (1), o bitcoin ainda sente todo o peso de um Federal Reserve mais agressivo contra a inflação. A semana também não foi tão positiva assim com o noticiário do universo digital.

VAI TER QUE PAGAR!

Um acordo de milhões: Petrobras (PETR4) se entende com a ANP sobre royalties da operação de xisto no Paraná

Segundo a estatal, o acordo envolve o pagamento de R$ 601 milhões pela companhia — um montante que já foi provisionado nas demonstrações financeiras

CASOU!

Enfim, sós! Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) consumam combinação de negócios; confira detalhes

Por conta do enlace, hoje foi o último dia de negociação das ações de emissão da Unidas na B3

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa começa julho com o pé direito, o reforço de caixa da MRV (MRVE3) e a semana em cripto; confira os destaques do dia

Que sexta-feira costuma ser o dia da semana favorito de muita gente não é novidade, mas você já reparou na tendência que temos de tentar fazer dele o mais leve de todos para não atrapalhar o descanso do fim de semana? Seja no escritório ou no mercado financeiro, o último dia útil é o momento […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa dá uma pausa nas perdas e sobe 0,29% na semana, mas dólar dispara e chega a R$ 5,32

O começo de julho foi mais animador para o Ibovespa, mas as dificuldades seguem pressionando o câmbio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies