A AÇÃO QUE ESTÁ REVOLUCIONANDO A INFRAESTRUTURA DO BRASIL E PODE SUBIR 50%. BAIXE UM MATERIAL GRATUITO

2022-08-04T08:32:30-03:00
Lucia Camargo Nunes
Automóveis

Carros elétricos, SUVs e mais: confira 21 lançamentos que chegam às lojas ainda em 2022, com fotos e preços

Como a indústria automotiva não para de surpreender, são diversos os lançamentos que o mercado aguarda de agora até dezembro; confira

5 de agosto de 2022
5:33 - atualizado às 8:32
Nova Range Rover 22MY SWB SV Serenity
Range Rover 22MY SWB SV Serenity - Imagem: Divulgação

Tradicionalmente, o segundo semestre é bem aquecido no segmento automotivo e os motivos deste ano para isso acontecer são diversos. 

É na virada do semestre que muitas marcas viram o calendário do ano/modelo. Aumento de conteúdos, novas cores, introdução de um novo motor ou câmbio, leve facelift ou até uma renovação costumam ocorrer nessa virada de ano. 

Um carro que não está na linha 2023 ainda pode passar por atualizações, por isso fique atento.

O segundo semestre é também para alguns consumidores o momento de fazer um planejamento, utilizando o bônus de resultados positivos da empresa onde trabalham ou usar o 13º salário na troca ou compra de um carro. 

Outro motivo, especialmente neste ano, para mais novidades neste segundo semestre é um certo alívio quanto à falta de componentes, como os semicondutores.

Enquanto nos primeiros meses do ano muitas montadoras tiveram de interromper a produção por escassez de microchips, agora o abastecimento está ligeiramente melhor. 

A crise dos insumos não passou, mas os processos foram se adaptando. Ou seja, há uma tendência de melhora. 

Como a indústria automotiva não para de surpreender, são diversos os lançamentos que o mercado aguarda de agora até dezembro. E nós listamos aqui 21 veículos que estão confirmados oficialmente (ou extra-oficialmente) para chegar às lojas. Confira!

SUVs

Kia Sportage

Kia Sportage

As concessionárias começam a receber a quinta geração do SUV, que agora vem importada da Eslováquia. Por fora, o Sportage recebeu um banho de loja, com a frente toda nova e a traseira com desenho harmonioso.

O diferente logotipo estampado na carroceria expressa um novo momento da marca sul-coreana no Brasil, mais conectada e eletrificada e também mais premium.

O novo Sportage chega com motor a gasolina associado a um sistema híbrido-leve, o que na prática melhora o desempenho sem afetar o consumo.

O Sportage agora vem com o motor 1.6 turbo de 180 cv e câmbio automatizado de 7 marchas. Ele conta ainda com uma bateria de 48 volts, que adiciona mais potência e torque ao veículo.

De acordo com o Inmetro, o novo Sportage consome 11,5 km/l de gasolina na cidade e 12,1 km/l na estrada. Custa R$ 219.990 na versão EX e R$ 254.990 na EX Prestige. Ambos vêm equipados com um bom pacote de itens de conforto e de assistência em segurança. 

Caoa Chery Tiggo 5x, Tiggo 7 e Tiggo 8

Entre agosto e outubro, a Caoa Chery inicia a distribuição dos 3 SUVs com motorização eletrificada. Enquanto os Tiggo 5x e o 7 serão fabricados em Anápolis (GO), o Tiggo 8, com tecnologia mais avançada, virá da China.

Com motor 1.5 turboflex, Tiggo 5x e Tiggo 7, ambos com o sobrenome Pro Hybrid 1.5, rendem 160 cv com etanol e são híbridos-leves.

Um gerador/motor BSG recupera energia cinética gerada nas frenagens, que fica armazenada em uma bateria 48V e é utilizada para auxiliar e aumentar torque e potência gerados pelo motor a combustão quando solicitados.

O Tiggo 5x Pro Hybrid 1.5 custa R$ 169.990 e o Tiggo 7 Pro Hybrid 1.5, R$ 199.990. 

Já o Tiggo 8 virá com tecnologia híbrida plug-in, utilizando motor a gasolina 1.5 turbo acoplado à transmissão DHT de 11 marchas. Dois motores elétricos trabalham em conjunto com o câmbio.

O sistema combinado entrega 317 cv de potência e permite que o SUV rode cerca de 77 km de forma 100% elétrica, podendo ser recarregado na tomada quando necessário. De acordo com a Caoa Chery, o consumo médio combinado é de 42,7 km/l.

O Tiggo 8 Pro Plug-in Hybrid vai custar R$ 269.990.

Pulse Abarth

Pulse Abarth

A Abarth que até então era conhecida como “versão” de modelos mais esportivos da Fiat, agora tem status de “marca”. Esse novo Pulse, portanto, não será um Fiat e sim um Abarth.

Confusões à parte, o SUV deve chegar às lojas nos próximos meses. Para diferenciá-lo, além do visual esportivo, o Pulse virá com o motor inédito para a linha, o 1.3 turboflex de 185 cv de potência acoplado ao câmbio automático de 6 marchas.

No visual, conta com para-choques mais encorpados, adesivos nas laterais, detalhes em vermelho, dupla ponteira de escapamento e difusor na traseira. As rodas são de 17 polegadas. 

Honda HR-V

Novo HR-V Touring

Ausente do mercado desde o início do ano, quando deixou de ser produzido, o SUV da Honda retorna em sua segunda geração, parte agora em agosto e outra parte em outubro.

A primeira leva do modelo 2023 será das versões Sensing EX e EXL com motor 1.5 flex aspirado que entrega 126 cv de potência, custando R$ 142.500 e R$ 149.900, respectivamente.

As duas versões 1.5 turboflex de 177 cv serão a Advance (R$ 176.800) e Touring (R$ 184.500). Todos os modelos são equipados com transmissão CVT.

Além dos motores, o que diferencia as versões aspiradas com as turbo é a grade: no modelo que chega às lojas agora, a grade exibe filetes enquanto nas opções turbo a grade tem desenho do tipo colmeia.

Com praticamente as mesmas dimensões do anterior, o HR-V, baseado no modelo europeu, agora exibe design mais moderno, com os faróis afilados e ampla grade.

A linha de cintura alta dá a impressão de que ficou mais parrudo. Atrás, as novas lanternas escurecidas estão interligadas por uma faixa. O porta-malas ficou menor, passou de 437 para 354 litros, uma diferença que pode fazer falta.

Fiat Fastback

Aguardado para outubro, o novo SUV é o principal lançamento da Fiat este ano. Posicionado acima do Pulse, o Fastback, com produção em Betim (MG), será um pouco maior, terá um caimento cupê e entre as opções de motores estão os turboflex 1.0 de até 130 cv com câmbio CVT e o 1.3 de até 185 cv com transmissão automática de 6 marchas.

As versões com motor de 1 litro miram o Volkswagen Nivus, enquanto as mais potentes têm como concorrentes o Toyota Corolla Cross e o Hyundai Creta.

A segurança será reforçada, com assistências semiautônomas, como piloto automático adaptativo e frenagem automática de emergência, entre outros sistemas. 

Land Rover Range Rover

A quinta geração do SUV topo de linha da marca britânica deve desembarcar no Brasil este mês. Ainda em carroceria de 5 lugares (há uma alongada para 7 pessoas não confirmada para cá), terá várias versões em duas opções de conjuntos mecânicos diferentes.

O modelo de entrada virá com motor turbodiesel de 6 cilindros 3.0 com 350 cv e sistema híbrido-leve. O Range Rover First Edition traz o motor V8 biturbo 4.4 a gasolina que rende 530 cv de potência e transmissão automática de 8 marchas e tração 4x4, que deve custar a partir de R$ 1 milhão.

A marca promete trazer ainda uma versão híbrida plug-in que combina o motor a gasolina de 6 cilindros com um elétrico, que juntos rendem 510 cv e permitem que o SUV de luxo rode até 113 km no modo elétrico. Esta opção deverá ficar para 2023. 

Great Wall Haval H6

O primeiro lançamento no Brasil da GWM, que adapta a antiga fábrica da Mercedes-Benz em Iracemápolis (SP) para produzir veículos eletrificados, será um SUV híbrido importado da China, que já roda pelo país camuflado.

O lançamento só deve ocorrer no final do ano. O H6, da marca Haval, tem porte médio e deve ser lançado com motor híbrido ou híbrido plug-in. Pelas tecnologias, deverá concorrer com Jeep Compass 4xe e Toyota RAV4. 

Mercedes-Benz EQA e EQB

Mercedes EQA

Depois de estrear o quase exclusivo sedã EQS, a R$ 1,350 milhão no Brasil, a marca alemã tem planos para mais modelos 100% elétricos até o fim do ano.

Um pouco mais “acessíveis”, mas nada abaixo da faixa de R$ 400 mil, o EQA (versão elétrica do GLA) e o EQB (parente do GLB, de 7 lugares) são SUVs elétricos com motor de 190 cv e autonomia por volta de 420 km. 

Compactos

Citroën C3

Com estreia cada vez mais próxima e rodeada de expectativas, o C3 chega em um momento de alta do Grupo Stellantis, que hoje detém a marca francesa e transforma quase tudo em ouro.

O novo C3 já começou a ser produzido em Porto Real (RJ), sobre a nova arquitetura CMP, a mesma plataforma modular utilizada no Peugeot 208 (importado da Argentina).

Os motores podem ser os mesmos já usados no 208 – 1.0 de três cilindros que entrega 75 cv de potência e 1.6 de 120 cv acoplados ao câmbio manual de 5 marchas e uma opção topo de linha com automático de 6 marchas.

Com isso, vai tentar se diferenciar do “primo” da Peugeot e demais concorrentes (HB20, Onix e Argo) por ser um hatch mais altinho e com ótimo espaço (para passageiros e carga) e soluções internas. Parece que vai valer a pena esperar. 

Picapes

Jeep Gladiator

Jeep Gladiator

A picape derivada do Jeep Wrangler, Gladiator, estreia este mês, mas o que já se sabe é que será um 4x4 para poucos: a expectativa é que custe próximo a R$ 500 mil! Um brinquedinho off-road caro.

Produzida em Ohio, nos EUA, a Gladiator herda do jipe Wrangler plataforma e motor V6 3.6 de 285 cv de potência, câmbio automático de 8 marchas e tração 4x4 com reduzida, com bloqueio dos diferenciais dianteiro e traseiro.

RAM 1500

RAM 1500 Classic

A marca já divulgou um teaser para chamar para a nova picape, a 1500 Classic. A RAM promete força e desempenho, acompanhados por design de linhas marcantes, além de doses generosas de luxo e tecnologia.

Com quase 6 metros de comprimento, a picapona é de uma geração anterior às atuais 1500 Rebel e 3500 e virá justamente ocupar um nicho de mercado acima das picapes médias.

O motor V8 5.7 a gasolina de 395 cv é o escolhido pela RAM e o que se pode esperar é que a picape vai custar abaixo dos R$ 457 mil da 1500 Rebel. 

Sedãs

Hyundai HB20S

Durante o lançamento do novo hatch HB20, a Hyundai deu uma “palhinha” e apresentou, sem muitos detalhes, o novo sedã da linha. A única informação é de que o HB20S ficou para outubro.

O três volumes se destaca pelo desenho da traseira, com as lanternas interligadas por uma faixa luminosa, numa proposta bem mais moderna que a segunda geração.

A frente é idêntica à do hatch, com redesenho de grade, faróis, capô e para-choques. O motor deve ser mantido: 1.0 turboflex de três cilindros que gera 120 cv junto com o câmbio automático de seis marchas.

As versões de entrada contarão com o aspirado 1.0 de 80 cv e câmbio manual de cinco marchas. Novos itens de segurança e conectividade, a exemplo do HB20, também serão acrescentados, tornando o sedã bastante atrativo para o segmento. 

Fiat Cronos

Fiat Cronos Precision 2023

Já com lançamento em agosto, a nova geração do sedã, produzida na Argentina, pouco mudou no visual. Os mais atentos perceberão que o Cronos está com uma grade nova em formato de colmeia, dois frisos horizontais, além de novas opções de rodas e calotas para todas as versões. No interior, o novo volante é o mesmo do Pulse e Argo 2023.

As maiores novidades estão na mecânica: o câmbio automático tipo CVT com 7 velocidades simuladas associado ao motor 1.3 Firefly de até 107 cv de potência permite consumo de 13,4 km/l com gasolina na estrada – segundo a Fiat, o melhor do segmento.

O Fiat Cronos também passa a contar com o motor Firefly 1.0 aspirado de até 77 cv sempre associado ao câmbio manual de 5 velocidades. O consumo na estrada com gasolina chega a 14 km/l, segundo a montadora.

Disponível em 5 versões, tem preços entre R$ 74.790 e R$ 93.490 (valores podem variar conforme o ICMS de cada Estado).

Volkswagen Virtus

Flagra do novo VW Virtus
Flagra do novo VW Virtus

Já flagrado rodando em estradas com adesivos que escondiam faróis, para-choques e lanternas, o sedã da Volks ganha nova posição estratégica: ele deve se distinguir mais do hatch Polo e se aproximar do Jetta, que no Brasil está à venda apenas na versão mais esportiva GLi.

O Virtus deve ser equipado com o motor 1.0 TSI que foi utilizado no Up (fora de linha) que entrega bom consumo.

Ao mesmo tempo que ocupará o espaço do Jetta, o Virtus terá de atender órfãos do Voyage, que sai de linha junto com o Gol, entre o fim de 2022 e início de 2023. Depois do lançamento do novo Fiat Cronos e a chegada do Hyundai HB20S, a Volks precisa se apressar para lançar também seu sedã.

BMW Série 3

novo bmw serie 3

Com previsão de iniciar as vendas em setembro, a BMW confirmou que produzirá em Araquari (SC) a nova geração do sedã. Reestilizado, terá nova grade, com entradas de ar maiores, faróis mais esportivos, além de para-choques e lanternas redesenhados.

Em motorização, há opção do 2 litros de 184 cv e o 3.0 turbo de 387 cv, ambos associados à transmissão automática de 8 marchas. A cabine recebeu as maiores mudanças, realçadas pela central multimídia de 12,3 polegadas que se integra à tela de instrumentos de 14,9”.

A conectividade é garantida pelo novo sistema operacional BMW Operating System 8 e internet nativa com conexão 5G. Frenagem automática, assistente de permanência em faixa e alerta de velocidade fazem parte do pacote de assistências ao motorista.

Honda Civic

Outro Honda que deixou de ser produzido por aqui vem agora em nova geração e... importado da Tailândia.

Com lançamento esperado para o fim do ano, o sedã retorna em sua 11ª geração com uma inédita motorização híbrida: 2.0, que junto com outros dois motores elétricos, rende 184 cv de potência e promete consumo de 25 km/l.

O novo Civic e:HEV está com design bem mais moderno e esportivo, que o deixaram maior por dentro e por fora. Por toda essa evolução, não espere nada abaixo dos R$ 200 mil. 

BMW i4

BMW i4

Já prometido para chegar ao Brasil este ano (e pode até atrasar porque a fabricante não consegue atender a tantos pedidos de países europeus e EUA), o i4 é mais do que um elétrico. É um sedã com jeitão de cupê esportivo e sobrenome M.

Em outros mercados onde é vendido, o i4 M50 traz motor de 544 cv e autonomia que supera os 500 km. A versão M40 entrega 340 cv e seu alcance é ainda maior, de quase 600 km.

A tela curva de 12,3” com informações ao motorista se estende por todo o painel até a central multimídia de 14,9”, e atuam com o sistema operacional iDrive 8 equipado com 5G, que conta até com navegação de realidade aumentada.

Nissan Sentra

O sedã médio vai retornar ao Brasil no final do ano, importado do México e com a dura missão de competir com o Toyota Corolla e novo Honda Civic. O visual do sedã ficou mais moderno e elegante.

Mas não será fácil protagonizar em um segmento que cada vez perde mais espaço aos SUVs. E a Nissan pode ter demorado: se queria fisgar clientes órfãos do Civic, perdeu tempo em não aproveitar a lacuna que o Honda deixou em 2022.

Por outro lado, por vir do México, país com o qual o Brasil tem acordo comercial, deverá trazer boa vantagem em preço.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

CRYPTOSTORM

‘Nenhuma criptomoeda vai conseguir bater de frente depois dessa atualização’: analistas comentam como The Merge mudará o ethereum (ETH)

15 de agosto de 2022 - 15:35

Para Valter Rebelo, analista de cripto da Empiricus, a resposta é clara: “não vejo nenhum protocolo que consiga bater de frente com o ethereum”

BOMBOU NAS REDES

Banco do Brasil ‘vence’ Bradesco em rentabilidade e ações disparam 53% no ano — estatal ainda pagará R$ 2 bilhões em dividendos e analista alerta: BBAS3 supera Nubank (NUBR33)

15 de agosto de 2022 - 13:49

Após resultados fortíssimos no segundo trimestre, as ações do Banco Brasil estão em disparada. Descubra se vale a pena comprar os papéis

ESTÁGIO E TRAINEE

Santander e Braskem abrem vagas para estágio; veja oportunidades com bolsas-auxílio de até R$ 8 mil

15 de agosto de 2022 - 13:31

Os processos seletivos aceitam candidaturas até setembro, com início previsto em janeiro de 2023; as inscrições para trainee no Itaú continuam abertas

BOMBOU NAS REDES

Adeus, Nubank: após causar a ira de clientes e com “saída” de Anitta, roxinho deve dar prejuízo de novo — analista revela ação de “bancão” barata que vence a fintech

15 de agosto de 2022 - 12:45

Depois de a NuConta virar quase uma poupança e Anitta ‘abandonar’ o conselho, o Nubank deve reportar mais um trimestre de prejuízo; veja o que esperar e qual é o bancão que pode colocar o roxinho para comer poeira

BAIXOU DE NOVO

Petrobras (PETR4) corta preço da gasolina em 5% — saiba para quanto vai e quando a redução chega nas bombas

15 de agosto de 2022 - 12:43

Segundo a estatal, a redução acompanha a evolução dos preços de referência e é coerente com a prática de preços da companhia, que busca o equilíbrio dos seus valores com o mercado global

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies