🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Lucia Camargo Nunes
OS MAIS VENDIDOS

Veja os carros que estão bombando nas vendas – e não é à toa

Enquanto o mercado automotivo recupera performance, três modelos aparecem em destaque mesmo com os preços em alta: saiba quais são e por quê

Lucia Camargo Nunes
2 de junho de 2022
7:05 - atualizado às 9:16
Strada - foto Stellantis
Fiat Strada lidera a lista de carros mais vendidos até agora em 2022. - Imagem: Divulgação

O ano caminha para a metade e o mercado automotivo finalmente esboça uma reação às vendas. Antes mesmo do fechamento do semestre, inclusive, já é possível avaliar alguns modelos de carros em destaque.

2022 começou devagar e os fabricantes de automóveis ainda enfrentam paralisações em suas linhas de produção devido à escassez de componentes.

O conflito entre Rússia e Ucrânia e os lockdowns na China dificultam ainda mais a logística, forçando as montadoras a reverem suas estratégias semanalmente.

Recentemente, mostramos para você os campeões em autonomia. Hoje você vai conhecer os campeões em vendas.

O que influencia as vendas de carros

O mercado de automóveis é dinâmico, com reestilizações e atualizações a qualquer momento. E as vendas são suscetíveis a isso. Enquanto um modelo cai nas graças no consumidor, outro muda e não agrada tanto. Ou então uma reestilização adiada ou um motor menos eficiente derrubam a demanda. 

Outro fator sensível às vendas é o preço: uma promoção ou mudança de versão pode levar a um aumento de interesse. Isso sem dizer que as paralisações das linhas de montagem também impactam a oferta.

Cada segmento tem sua estrela

Para Francisco Mendes, consultor da área automotiva, não há mais o “queridinho”, mas produtos bem posicionados em cada segmento. “À medida que os preços sobem, veículos menores passam a ser inacessíveis para a maior parte do público consumidor que, há dois atrás, comprava zero-km”, avalia.

“Desde a pandemia, o que vemos são as fábricas mudarem o foco para produtos de maior valor agregado, otimizando a estrutura fabril pelo preço e não pelo volume. Com a escassez de componentes, a lógica manda produzir o que gera maior resultado”, diz Mendes. Dos 20 mais vendidos, estes representam 65% do mercado.

Sob essa ótica, o consultor destaca modelos conforme o segmento. Dos SUVs nos diferentes portes, ele cita o bom desempenho de Jeep Renegade (recentemente renovado), Toyota Corolla Cross, Jeep Compass e Jeep Commander. De compacto, o Hyundai HB20. Entre as picapes, as Fiat Strada (pequena) e Toro (compacta) e a Toyota Hilux (médias).

Evolução do mercado de carros

Se há alguns anos havia maior oferta que demanda, e os concessionários reclamavam que nem sempre o que recebiam era o que mais vendiam, a pandemia pontuou um novo cenário. Primeiramente, e não só por causa das paralisações e lockdowns, a indústria decretou o fim do carro “popular”. 

As tecnologias empregadas, a maioria por força de novas legislações, elevaram os custos nos últimos anos. Caso de air bags, freios com ABS, cinto de segurança de 3 pontos e apoios de cabeça para todos passageiros e ancoragem Isofix para cadeirinhas são alguns exemplos.

Fora isso, conectividade e assistências ao motorista tornaram-se num primeiro momento diferenciais competitivos e, posteriormente, “exigidos” pelo consumidor, conforme o segmento.

Mais recentemente, a nova norma de emissões do Proconve L7 determinou uma evolução nos padrões, expulsando do mercado carros poluentes e beberrões.

Então, não foi apenas a pandemia, mas um caminho que seria natural e depois acelerado pelas recentes mudanças. Tudo isso, enxugou o mercado e o tornou mais seletivo.

Carros mais caros

Alta de custos, desvalorização da moeda e escassez de componentes forçaram a indústria a preterir o volume à rentabilidade. Para produzir pouco, melhor que sejam modelos de maior valor agregado.

Então, ao mesmo tempo que os populares foram desprezados, a conjuntura de mercado (pressionada pela inflação) elevou a oferta a modelos mais sofisticados e, consequentemente, mais caros.

Hoje, do ranking dos 10 mais vendidos, metade custa entre R$ 65 mil e R$ 82 mil (hatches e sedãs compactos) e os demais já extrapolam R$ 100 mil. O Jeep Compass, por exemplo, 6º entre os mais vendidos, parte de R$ 175.130. A picape Strada, líder de vendas, começa em R$ 96.039, mas a versão de cabine dupla, a mais vendida e que tem maior apelo, custa a partir de R$ 109.376.

Os destaques de vendas

Sim, a Strada é um dos maiores destaques, já que está desde o ano passado na liderança. Depois de renovada, em março de 2020, a picape da Fiat chama a atenção pelo ótimo espaço interno na versão de cabine dupla, atendendo tanto a quem precisa de uma picape para o trabalho (para pequenas cargas) como para o lazer.

Versátil, ainda recebeu no fim de 2021 a opção do câmbio automático CVT, antiga demanda de consumidores. A nova geração conta com motor flex 1.4 de até 88 cv e 1.3 de até 109 cv. De janeiro a 20 de maio, a Strada teve 37.315 unidades licenciadas, cerca de 5 mil a mais que o segundo lugar.

Duelo de compactos

Na vice-liderança, eis um compacto, o Hyundai HB20, que soube aproveitar a lacuna deixada pelo Chevrolet Onix, um dos modelos mais impactados pela falta de semicondutores – sua produção foi interrompida por mais de seis meses em 2021.

Em 2020, por exemplo, o HB20 foi bem nas vendas (encerrou o ano com 86.500 licenciamentos) e só perdeu para o Onix (que finalizou o ano com 135 mil unidades) –, mas a diferença era bem grande.

Agora, enquanto o Chevrolet ensaia uma recuperação, o Hyundai segue firme à frente. Vamos ver como se sustenta até o fim do ano. É o carro mais vendido no estado de São Paulo, o maior do mercado brasileiro.

Com preços a partir de R$ 73.400, o HB20 está disponível em 8 versões com opções de motor 1.0 de 3 cilindros aspirado (80 cv) e turbo (120 cv), além de câmbio manual e automático, bom acabamento e design que demorou para embalar, mas agrada.

T-Cross vai bem, mas já enxerga o Renegade no retrovisor

No segmento atualmente queridinho dos consumidores, os SUVs, o destaque até então vai para o Volkswagen T-Cross. Com preço perto de R$ 110 mil, na versão mais acessível, é o quarto carro mais vendido do país até 20 de maio. Em abril, foi líder em alguns estados (DF e RJ) enquanto ficou como segundo mais vendido em SP e SC. 

Bem construído, conjunto multmídia dos mais modernos, design que ainda agrada, motores de bom desempenho e eficientes (1.0 e 1.4 turbo), boa valorização e pertencer a uma marca sólida são os principais motivos de sua performance. É um carro também bastante procurado por PcDs, devido aos incentivos promovidos pela Volkswagen.

Representante do segmento sub-B dos SUVs, o sucesso do T-Cross pode tropeçar na renovação do Jeep Renegade, que teve a produção interrompida para a virada do produto nos primeiros meses do ano.

Em fevereiro, o Volkswagen vendeu 3 mil unidades a mais que o Jeep, mas no mês passado a diferença caiu para cerca de 500 unidades ainda a favor do SUV da Volks. O Renegade já chega piscando o farol e pedindo passagem.

Top 10 dos carros mais vendidos no Brasil

Modelo           Unidades
1º Fiat Strada37.315
2º Hyundai HB2032.147
3º Chevrolet Onix 27.462
4º Volkswagen T-Cross 24.267
5º Fiat Mobi 23.681
6º Jeep Compass 22.884
7º Hyundai Creta21.716
8º Chevrolet Onix Plus 21.347
9º Fiat Toro19.838
10º Fiat Argo18.274
Fonte: Fenabrave / De janeiro a 20 de maio de 2022

Compartilhe

INVESTIMENTO

Ceará terá fábrica de ônibus elétricos de grupo chinês

15 de setembro de 2022 - 9:05

A fábrica do Ceará da chinesa Higer Bus deve começar a operar em 2024, com capacidade inicial de 300 a 400 ônibus por ano e investimentos da ordem de US$ 20 milhões (R$ 103 milhões)

AO INFINITO E ALÉM?

Elon Musk quer te ouvir: Onde a Tesla deve instalar a próxima rede de carregadores para os carros elétricos?

14 de setembro de 2022 - 10:30

Tesla Charging pediu que o público comentasse os locais que desejam que seja inaugurada uma nova unidade de Supercharger. Os nomes mais curtidos devem entrar para uma votação oficial da empresa

INVESTIMENTO DE LONGO PRAZO

Warren Buffett desistiu de competir com Elon Musk? Berkshire Hathaway vende US$ 600 milhões em ações da BYD, rival da Tesla

6 de setembro de 2022 - 13:48

CEO da Berkshire Hathaway embolsou cerca de US$ 600 milhões nos últimos dois meses, ao vender quase 18 milhões de ações da chinesa a um preço médio de US$ 35

AUTOMÓVEIS

Confira 12 modelos de carros que estão com os dias contados e devem sair de linha até 2023

31 de agosto de 2022 - 8:26

Apuramos 12 linhas ou 14 modelos de carros que saem de cena em breve ou no mais tardar terão seus sucessores conhecidos em 2023

AUTOMÓVEIS

Vai comprar um carro novo? Descubra se ele está nesta lista de ‘marcados para morrer’

31 de agosto de 2022 - 5:28

A aposentadoria de um carro é frustante para quem acabou de adquiri-lo. Aqui você vai descobrir algumas pistas que podem evitar essa compra

AUTOMÓVEIS

Tá difícil comprar carro? 10 dicas que podem ajudar a ter um zero-km (ou quase isso) na garagem

13 de agosto de 2022 - 9:55

Cenário macroeconômico não ajuda, mas há formas de aproveitar o momento e garantir um carro mais novo ou até mesmo zero

Automóveis

Carros elétricos, SUVs e mais: confira 21 lançamentos que chegam às lojas ainda em 2022, com fotos e preços

5 de agosto de 2022 - 5:33

Como a indústria automotiva não para de surpreender, são diversos os lançamentos que o mercado aguarda de agora até dezembro; confira

CORRIDA DOS CARROS ELÉTRICOS

Elon Musk e Warren Buffett na mira do Alibaba: Saiba como a chinesa quer brigar com a Tesla e a BYD

2 de agosto de 2022 - 12:35

As companhias asiáticas anunciaram nesta manhã o lançamento de um centro de computação para treinar o software para automóveis autônomos

Batendo a primeira marca

Avanço, ainda que lento: veículos elétricos e híbridos chegam a 100 mil unidades no Brasil

31 de julho de 2022 - 13:35

Desde 2012, são 100.292 veículos que funcionam apenas com motor elétrico ou com motor elétrico e a combustão

AUTOMÓVEIS

SUV econômico é possível? Sim! Conheça os 10 modelos mais eficientes do mercado

28 de julho de 2022 - 6:04

Vamos indicar aqui os carros SUVs flex ou gasolina mais econômicos e com câmbio automático, já que os modelos manuais podem se desvalorizar mais na revenda

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies