O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-05-06T17:01:06-03:00
Lucia Camargo Nunes
Automóveis

Voyage, HB20S e Ônix Plus são os carros com maior autonomia de combustível; veja a lista dos modelos que te levam mais longe

Listamos os modelos de carros menos beberrões e com maior autonomia para você visitar menos vezes o posto de combustível

6 de maio de 2022
6:59 - atualizado às 17:01
Carro HB20S Platinum Plus MY22 com montanha ao fundo
HB20S Platinum Plus MY22 - Imagem: Divulgação Hyundai

Algumas pessoas podem até gostar, mas parar para abastecer no posto de combustível não é das tarefas mais agradáveis para quem tem carro. Além da fortuna para colocar alguns litros no tanque, é o tipo de serviço que quanto mais rápido, melhor.

Quem viaja, então, quer mais é seguir na estrada até o destino. Nessas horas, o tamanho do tanque e o consumo do carro podem fazer muita diferença. 

Recentemente, ao lançar seu novo híbrido no Brasil, a Jeep fez questão de ressaltar que seu Compass 4xe atinge 927 km de autonomia média. Ou seja, você enche o tanque e consegue fazer uma viagem de ida e volta de São Paulo ao Rio.

O reservatório de combustível é pequeno: 36,5 litros. O segredo do Compass é ser híbrido. Na cidade, segundo o Inmetro, chega a fazer 25,4 km/l com gasolina. Na estrada, 24,2 km/l. 

Dilema técnico

Mais do que prolongar suas visitas ao posto, ter um carro com maior alcance de quilometragem proporciona uma sensação de economia. 

O engenheiro e consultor Henrique Pereira, que já atuou numa grande montadora, diz que essa é uma demanda do mercado. 

“É interessante o assunto consumo. Diria que mais que perfazer a economia, é a percepção que o cliente tem: quanto mais demora para o ponteiro baixar, melhor”, avalia.

Mas será que simplesmente basta à engenharia desenhar um carro com um tanque imenso? “Vale dizer que colocar um tanque grande em um carro dá uma ótima percepção. Por outro lado, pesa mais e, efetivamente, pode levar o carro a consumir mais. Ou seja, eis o grande dilema.”, diz Pereira. 

Consumo x autonomia

Nem sempre os carros com maior autonomia são mais econômicos e vice-versa. Também não há uma relação direta com seu custo: hoje, os híbridos são os campeões em consumo e autonomia, mas são modelos menos acessíveis. 

Nesta conta, não adianta o carro ter um tanque imenso e ser beberrão. Um Range Rover, por exemplo, que custa mais de R$ 1 milhão, possui tanque de pouco mais de 100 litros e por isso tem alcance de 615 km. Mas faz em média 6 km/l e está longe de ser um veículo acessível e econômico. Além disso, lá se vão R$ 700 toda vez que encher o tanque. 

Tampouco adianta ter um carro supereconômico e forçar o motorista a parar várias vezes numa viagem para reabastecer. 

Esse é o caso do automóvel mais barato do Brasil, hoje. O Renault Kwid, que sai a R$ 61.090, faz uma excelente média de consumo: 15,5 km/l. Mas por ter um tanque pequeno, de 38 litros, chega a uma média de 588 km de alcance. Boa, mas não chega perto das melhores. 

Quais carros se destacam

Alguns carros, contudo, conseguem chegar em um meio termo. Alguns de nossos veículos nacionais com motor 1.0 são os mais eficientes nesse quesito: econômicos e com tanque volumoso, podem chegar em média a 800 km sem abastecimento. Sempre com gasolina, porque o etanol “bebe” mais. 

Os sedãs lideram: Voyage, HB20S e Onix Plus, modelos na faixa entre R$ 80 mil e R$ 85 mil, são os que demoram mais para baixar o ponteiro do combustível.  

Já os modelos a diesel, restritos a SUVs e comerciais leves (picapes) também proporcionam ótima autonomia. Cerca de 15 a 20% mais econômicos que os veículos movidos a gasolina, esses comerciais conseguem ter tanque maior, outra boa vantagem. 

Em contrapartida, esses veículos são mais potentes e caros, na faixa de R$ 200 mil a R$ 445 mil. 

Carros híbridos mais acessíveis

E para quem não abre mão de economia e está disposto a apostar em novas tecnologias, os veículos híbridos podem ser uma ótima solução. Com ou sem carga na tomada, eles combinam a energia elétrica com a propulsão a gasolina (e até flex) para prolongar a autonomia. 

Enquanto os híbridos de Volvo, BMW e Jeep são do tipo plug-in, Toyota e Kia não requerem reabastecimento na tomada, mas suas cargas duram menos.

Claro, a inovação tem seu custo, mas aos poucos esses carros estão ficando mais viáveis. Se considerar que um sedã híbrido da Toyota pode chegar a 700 km de alcance com um tanque de gasolina e custa a partir de R$ 174 mil, a eficiência começa a ficar realmente mais acessível. 

Outro exemplo é o Kia Stonic, importado, com motor 1.0 híbrido de 120 cv. Custa R$ 147 mil e pode chegar a 600 km de autonomia – com tanque de 45 litros e 13,2 km/l de média de consumo. 

Confira os carros campeões de autonomia

Nas listas a seguir, vamos indicar os veículos movidos a gasolina, outros a diesel e os híbridos que estão à venda hoje no mercado nacional, numa combinação ideal de consumo econômico e tamanho do tanque de combustível. 

Movidos a gasolina:

ModeloMotorConsumo cidade/estrada (km/l)Tanque (litros)Autonomia cidade/estrada (km) Preço (R$)
1º Volkswagen Voyage1.0 77 cv13,4/15,655737/85885.770
2º Hyundai HB20S1.0 75 cv13,7/15,750685/78581.290
3º Chevrolet Onix Plus1.0 82 cv14,3/17,744629/77980.610
4º Renault Logan 1.0 79 cv13,6/14,450680/72085.590
5º Fiat Argo1.0 77 cv13,9/15,148667/72575.368
6º Renault Sandero1.0 79 cv13,3/14,150665/70581.790
7º Fiat Mobi1.0 75 cv13,7/15,347644/71963.697
8º Chevrolet Onix1.0 82 cv13,9/16,744612/73573.820
9º Peugeot 20081.6 118 cv10,5/12,855577/70499.990
10º Honda City1.5 126 cv12,3/14,544541/638111.900

Movidos a diesel:

ModeloMotorConsumo cidade/estrada (km/l)Tanque (litros)Autonomia cidade/estrada(km) Preço (R$)
1º Mitsubishi L200 Triton GL2.4 190 cv10,1/13,276767/1.003236.563
2º Ford Ranger XLS 4x22.2 160 cv9,6/11,380768/904211.490
3º Toyota Hilux SR2.8 204 cv9,7/11,180776/888268.520
4º Nissan Frontier S2.3 163 cv9,5/10,973693/795230.190
5º Jeep Compass2.0 170 cv10,3/13,460618/804221.354
6º Fiat Toro2.0 170 cv10,1/12,660606/756193.304
7º Mercedes-Benz GLC2.0 194 cv12/15,250600/760445.900

Híbridos e híbridos plug-in:

ModeloMotorConsumo cidade/estrada (km/l)Tanque (litros)Autonomia cidade/estrada (km) Preço (R$)
1º Volvo XC902.0 407 cv19,2/20701.389/1445389.950
2º BMW 330e2.0 292 cv23,8/26,840952/1.072372.950
3º Jeep Compass 4xe1.3 240 cv25,4/24,236958/915350.000
4º Toyota Corolla1.8 123 cv16,3/14,543700/623174.070
5º Kia Stonic1.0 120 cv13,3/13,245617/621146.990
6º Toyota Corolla Cross1.8 123 cv17/13,936612/500192.380
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

CAÇADOR DE TENDÊNCIAS

Oportunidade de swing trade: compra de ações da Wiz (WIZB3) e lucro de 5% no bolso com Bradesco (BBDC4)

Identifiquei uma oportunidade de swing trade – compra dos papéis da Wiz (WIZS3), com entrada em R$ 8,44; veja a análise

O melhor do Seu Dinheiro

O Nubank estará Nu mais uma vez? Confira a história do dia e outras sete notícias que mexem com os seus investimentos

O Nubank virou rei na competição com os bancões, mas a nudez dos balanços amargou o gosto dos investidores pela fintech; veja o que esperar do resultado do primeiro trimestre

Segredos da Bolsa

Esquenta dos mercados: Desaceleração da China gera mal estar e bolsas amanhecem pressionadas; Ibovespa acompanha tensão na Petrobras (PETR4)

No panorama doméstico, os balanços de Magazine Luiza, Nubank e outros movimentam o dia

Fã ou hater?

O Nubank (NUBR33) vai calar a boca dos críticos? Saiba o que esperar dos resultados do 1T22 do banco digital

Nubank é um daqueles papéis que costumam gerar um comportamento binário dos investidores, a exemplo de Oi (OIBR3) e IRB (IRBR3): ou você é fã, ou é hater.

'PERGUNTA PRO SACHSIDA'

Bolsonaro se pronuncia sobre ‘fritura’ e possível substituição do presidente da Petrobras (PETR4)

Bolsonaro voltou a dizer que “ninguém vai tabelar preço de combustível”, mas afirmou que a “finalidade social” da Petrobras não está sendo cumprida

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies