O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-01-12T15:14:56-03:00
Lucia Camargo Nunes
Automóveis

Vai comprar carro novo? Antecipamos as principais novidades entre os 48 lançamentos que chegam às lojas em 2022

Entre reestilizações, novos motores e modelos de carros inéditos, trouxemos para você o que a indústria raramente conta, entre SUVs, picapes, hatches, sedãs e elétricos

13 de janeiro de 2022
6:01 - atualizado às 15:14
Chevrolet Equinox Premier
Chevrolet Equinox Premier - Imagem: Chevrolet

Diante de uma incomum crise de oferta de carros, a indústria automotiva prevê dias melhores em 2022.

A recuperação esperada para 2021 não veio por causa de alguns fatores: além do aumento do preço do frete e outros custos, a falta de componentes afetou o mundo todo.

Borracha, plástico e, sobretudo, os semicondutores paralisaram linhas de montagem e criaram enormes filas de espera.

Milhões de veículos deixaram de ser produzidos em nível global. No Brasil, estima-se que a perda chegue a 500 mil unidades.

Colocando planos adiados em ação

Aos poucos, a indústria vai retomando e colocando planos adiados em ação. Por causa dessa crise, alguns lançamentos foram adiados. 

No Brasil, a pandemia prolongada também coincidiu com a chegada de uma nova fase do programa de emissões veiculares, o Proconve L7, que ficou mais rígido e exige, desde 1º de janeiro, novos critérios que tiram das ruas carros e versões com antigos motores.

Nesta virada de página, as montadoras e importadoras preparam uma série de lançamentos. São esperados 48 novos automóveis, entre modelos de motor de combustão interna, híbridos e eletrificados.

Na reportagem de hoje você vai conhecer 40 lançamentos de carros previstos para 2022, todos eles com motor de combustão.

Amanhã você vai conhecer os lançamentos de carros elétricos esperados para este ano. Clique aqui e assine nossa newsletter para receber o aviso.

SUVs: serão pelo menos 18

O segmento que mais cresceu nos últimos anos no Brasil vai continuar com tudo em 2022.

De compactos, a médios e grandes, os SUVs caíram no gosto do brasileiro.

Para atender a essa demanda crescente, as montadoras diversificam suas opções e outros modelos mais antigos ganham atualização.

Jeep Renegade chega renovado

Jeep Renegade
Jeep Renegade mantém o DNA

Um dos carros mais vendidos que chega renovado no início de 2022 é o Jeep Renegade.

Pelo visual do modelo mostrado pela fabricante, mesmo “disfarçado”, dá para notar que o DNA em sua forma foi mantido, com prováveis atualizações em faróis, lanternas e rodas.

Contudo, o Jeep deixará de ter motor turbodiesel e será oferecido apenas com o 1.3 turbo flex de 185 cv (etanol) / 180 cv (gasolina) de potência – em todas as suas versões 4x2 (combinada com o câmbio automático de 6 marchas) e 4x4 (com transmissão automática de 9 velocidades).

Jeep Compass deve ganhar versão híbrida

A Jeep também já sinalizou que o Compass, atualizado em 2021, deve ganhar uma versão híbrida em 2022.

O Compass 4xe pode vir importado ou produzido em Goiana (PE) com sistema plug-in, que apesar da baixa autonomia só rodando com o motor elétrico (cerca de 50 km) possui forte apelo em consumo, principalmente na cidade.

Embora tenha sistema diferente da eletrificação do Toyota Corolla Cross, que sempre teve boa aceitação, o Jeep híbrido pode até surpreender nas vendas.

Chevrolet aposta na conectividade

A Chevrolet também já antecipou algumas informações de seu crossover Equinox.

Por fora, as mudanças são pequenas. Mas é no interior que a marca capricha para atrair consumidores dos rivais -- Jeep Compass, Toyota Corolla Cross e VW Taos.

Um dos seus pontos fortes será a conectividade: 4G com wi-fi nativo e, entre os aplicativos, Spotify e Alexa em sua central multimídia MyLink do veículo. O motor é o mesmo do atual, 1.5 turbo de 172 cv com câmbio automático de 6 marchas.

Fiat tem carta na manga

Depois de lançar o Pulse, a Fiat ainda guarda na manga mais uma aposta no segmento de SUVs.

Pelo codinome provisório de Projeto 376, a novidade chega para se posicionar acima do Pulse.

Baseado no conceito exibido no Salão do Automóvel de 2018, chamado Fastback, o novo SUV terá um apelo mais urbano para enfrentar o concorrente T-Cross da Volkswagen. E já com vantagem: se vier com o motor 1.3 turbo de 185 cv, já usado na picape Toro, ganha em potência do Volks, que vem equipado com o 1.4 turbo de 150 cv.

Tiguan AllSpace virá do México

VW Tiguan Allspace 2022
VW Tiguan Allspace 2022

A atualização do SUV de 7 lugares Volkswagen Tiguan AllSpace já foi lançada no México, de onde virá importado.

Além da reestilização, ganha pacote de segurança que inclui, entre outros itens, alertas de ponto cego, permanência em faixa, piloto automático adaptativo e frenagem de emergência.

BMW começa a produzir X3 e X4 em SC

BMW X3 M40i
BMW X3 M40i começará a ser produzida em Santa Catarina (Divulgação)

A BMW inicia em Santa Catarina a produção de mais dois utilitários-esportivos. X3 e X4 dividem o mesmo nome da versão e motor: M40i. Sob o capô está o 3 litros de 387 cv.

Eles se diferenciam pelo visual mais comportado do X3 em comparação ao ousado X4, de linhas mais esportivas. Em fase de pré-venda, o X3 M40i custa R$ 580.950 enquanto o X4 M40i está por R$ 603.950.

Kia promete 4 lançamentos para 2022

A Kia, marca sul-coreana que divulgou recentemente um novo posicionamento no mercado brasileiro, promete quatro lançamentos para este ano, todos SUVs: a quinta geração do Sportage e o SUV médio Niro, com motor híbrido para brigar com Corolla Cross.

Abaixo desse, a marca lançará o Seltos, crossover compacto que compartilha a mesma plataforma do Hyundai Creta para concorrer com os SUVs de entrada, com valor abaixo do Stonic (híbrido leve recém-lançado que custa R$ 149.990). Haverá ainda um elétrico, o EV6 (confira detalhes dele em lançamentos de elétricos).

Caoa Chery programa pelo menos 2 lançamentos

A Caoa Chery, que vem crescendo no mercado a passos largos, guarda para o novo ano pelo menos dois importantes lançamentos em utilitários-esportivos.

Um dos mais esperados é o Tiggo 8 renovado, SUV de 7 lugares que virá com o sobrenome Pro.

Tiggo 8
Tiggo 8

Além de um pacote completo de itens de segurança, conforto e conectividade, com interior mais sofisticado, tudo o que seria possível fazer para concorrer com Jeep Commander e VW Tiguan. O atual motor deve ser mantido: turbo 1.6 de 187 cv aliado ao câmbio automatizado de 7 marchas.

Outra mudança esperada para este ano é o Tiggo 5X, que deverá receber renovações internas e externas. Afinal, o best seller da Caoa Chery briga com os SUVs mais vendidos do mercado: Jeep Renegade, Chevrolet Tracker, Hyundai Creta, Nissan Kicks e VW T-Cross, entre outros. Por isso, a expectativa é que venha com conteúdo bastante competitivo.

Mexendo em time que está ganhando

As atualizações são necessárias mesmo em modelos consagrados ou bem posicionados nas vendas. É o caso do Honda HR-V e que pouco mudou desde seu lançamento em 2015.

A nova geração mantém o estilo, com renovações no design que devem deixá-lo similar ao modelo europeu. Fabricado no interior de São Paulo, na planta de Itirapina (SP), deverá vir equipado com o motor 1.5 turbo de 173 cv que já foi usado no Civic. Também se especula que ao ficar um pouco maior, passe a ser posicionado mais próximo do Toyota Corolla Cross, ou seja, ficará mais caro.

Toyota prepara versão esportiva do Corolla Cross

Sem muita novidade à vista e como forma de consolidar seu SUV no segundo ano de mercado, a Toyota prepara uma versão mais esportiva do Corolla Cross.

Com a assinatura de sua divisão esportiva Gazoo Racing, a versão GR Sport será a topo de linha com o motor 2.0 de 177 cv.

Por fora, o Corolla Cross ganha modificações em grade, para-choques e faróis, complementado pelo acabamento interno também mais esportivo. Receberá ainda um acerto diferente em suspensão e direção.

Renault tenta embalar vendas do Captur

A Renault atualizou o motor do Captur em 2021, mas o SUV médio não embalou nas vendas. Com preço mais competitivo, o Duster pode finalmente receber mais atenção com o mesmo motor do irmão, o turbo flex 1.3 de 170 cv, fruto da parceria com a Mercedes-Benz, embora represente um custo mais elevado: esta unidade com câmbio CVT vem importada da Espanha.

Audi reativa fábrica no PR

A Audi vai reativar em meados do ano a fábrica de São José dos Pinhais (PR) para a produção dos novos Q3 e Q3 Sportback, hoje importados. Os SUVs serão equipados com motor 2.0 TFSI de 231 cv e tração integral. A produção do Audi Q3, no complexo junto com a Volkswagen, será feita em uma linha de montagem exclusiva, a mesma que produziu a geração anterior do SUV até 2019.

O carro de R$ 1 milhão

Apresentada no exterior em outubro, a quinta geração do Land Rover Range Rover desembarca no Brasil ainda no primeiro semestre e vai chamar a atenção pelo visual clean e minimalista, com linha de cintura alta e robusta.

Nova Range Rover
Nova Range Rover deve custar mais de R$ 1 milhão

A primeira versão do carro a chegar será a First Edition, com as opções de motor 4.4 V8 biturbo a gasolina de 523 cv e 3.0 diesel de 350 cv. Entre os highlights, o SUV traz esterçamento nas quatro rodas, painel de instrumentos tem tela digital de 13,7” e central multimídia de 13,1”, além de displays de 11,4” colocados nos encostos de cabeça dianteiros.

O ar-condicionado possui sistema purificador de cabine. E o conjunto de áudio de 1.600 watts conta com 35 alto-falantes e mais um par de em cada um dos apoios de cabeça, simulando fones de ouvido. Com tanto luxo e tecnologia, o novo Range Rover deve passar de R$ 1 milhão.

Picapes ganham novidades

O segmento de picapes já é o segundo maior do mercado, atrás apenas dos SUVs em volume e à frente dos hatches compactos.

Com estimativa de fecharem o ano de 2021 com 355 mil unidades emplacadas entre compactas, médias e grandes, as picapes devem ganhar um novo impulso em 2022 por um simples motivo: serão pelo menos oito novidades.

No segmento de médias, a expectativa é grande com a chegada da Ford Maverick, fabricada no México, e que será comercializada na versão Lariat FX4, de olho nas opções mais caras da Fiat Toro.

Utilizando a mesma plataforma do Bronco, promete conforto, bom espaço e caçamba de 942 litros (a da Toro comporta 820 litros). O motor será o mesmo do SUV: 2.0 EcoBoost de 240 cv e câmbio automático de 8 marchas, com tração integral.

Chevrolet lançará a nova Montana

Também de olho na liderança da Toro, a Chevrolet terá a nova Montana, construída sobre a mesma plataforma de Onix e Tracker. Entre os motores, a GM têm à disposição o 1.2 turbo de 133 cv que já equipa o Tracker.

O mercado especula, contudo, que ela ainda vai demorar um pouco para o carro chegar às lojas, o que deve ocorrer apenas no final do segundo semestre. 

Entre as médias, a patinha feia Renault Oroch ficou com visual antigo em relação ao Duster, mas agora deve receber upgrade completo: além do motor turbo flex 1.3 nas versões mais caras, a picape ganhará uma atualização em seu desenho na frente (grade, capô, faróis) e traseira (tampa da caçamba e lanternas). Nas vendas até que não decepciona: em 2021, emplacou mais unidades que Nissan Frontier e VW Amarok.

A Nissan Frontier, por sua vez, também receberá um facelift para meados do ano, com detalhes em faróis, capô e grade que vão deixá-la com visual mais robusto. Para completar, seu interior será renovado com novos itens de conforto e segurança, já que a motorização a diesel de 2,3 litros deverá ser mantida, com potências de 160 ou 190 cv conforme a versão.

Peugeot estreia a Landtrek

A maior novidade do segmento é uma novata. A Peugeot, agora sob o guarda-chuva da Stellantis, estreia sua Landtrek, que faz sentido já que a Fiat não possui uma concorrente deste porte.

Produzida no Uruguai, a picape desenvolvida em parceria com a chinesa Changan, surge como uma nova opção neste já concorrido mercado.

Com cabine dupla e tração 4x4, deve vir em uma única opção de acabamento, mais requintada e motor turbodiesel, que é o que mais faz sucesso no segmento. 

Mercado de carros espera reação da VW Saveiro

Sem novidades já há alguns anos, o mercado espera que a Volkswagen Saveiro reaja ao sufoco da Fiat Strada, que detém 80% dessa fatia de picapes compactas. Mas não espere nada muito radical.

A Saveiro mantém as opções de cabine simples e dupla (esta com apenas 2 portas) e deve ganhar uma sobrevida com um novo visual e o mesmo motor 1.6 de até 120 cv. 

Na prateleira das grandalhonas, de olho nas boas vendas (mas ainda de nicho) dos modelos RAM, do Grupo Stellantis, Ford e Chevrolet ensaiam trazer suas representantes.

A mais provável é a Ford F-150, sonho de consumo de muitos agroboys. Produzida nos EUA, poderá vir equipada com o potente motor V8 de 5 litros e 400 cv e custar na faixa de R$ 500 mil.

Neste mesmo patamar, a Chevrolet ensaia retomar as vendas da Silverado, produzida no México.

A picapona pode vir com motor V8 6.2 de 426 cv na versão ZR2 para se sobressair à rival da Ford ou mais provável que seja a turbodiesel de 3 litros e 266 cv, já que vindo do México terá a seu favor a isenção de IPI e poderá ter preços mais competitivos em relação às RAMs. 

Hatches buscam um lugar ao Sol

O segmento de hatches subcompactos, compactos e médios anda desanimado no Brasil. Já faz alguns anos que a indústria se voltou aos veículos de maior valor agregado e a própria Anfavea admite que os populares são coisa do passado. Claro que eles continuam existindo, mas em menor número de opções.

Renault Kwid será reestilizado

Um dos poucos representantes dos modelos de entrada, o Renault Kwid ganha agora no início do ano uma reestilização, a exemplo de seu “primo” indiano.

O subcompacto mantém os contornos da grade dianteira, com novos elementos, e faróis mais afilados, deixando a frente mais delicada. Atrás, basicamente as lanternas ganham novo desenho, e por dentro a Renault faz pequenos retoques.

A melhor novidade do carro virá sob o capô: o Kwid herda o motor 1.0 de 82 cv usado no Sandero (upgrade de 12 cv em relação ao antecessor), enquanto a Renault se antecipa à obrigatoriedade e passa a oferecer no subcompacto o controle de estabilidade, conhecido pela sigla ESC, recurso que ajuda a manter o controle do carro em curvas fechadas ou em desvios bruscos.

Novo Citroën C3 mescla hatch e SUV

Já antecipado pela Citroën, o novo C3, mezza hatch e mezza SUVinho, será na verdade um hatch mais altinho. Nem a marca admite ser um SUV compacto: em seu anúncio oficial, a Citroën diz que “o modelo incorpora a experiência de um SUV no interior de um hatch”.

Produzido em Porto Real (RJ), o carro promete ter no amplo interior um de seus diferenciais, com um dos melhores espaços para as pernas do segmento.

A conectividade ganha atenção: sua central multimídia de 10” tem espelhamento de celular sem fio, reconhecimento de voz e três entradas USB “quick charge”. O motor ainda é uma incógnita, mas ao que tudo indica poderá vir com o 1.0 três cilindros de 77 cv da Fiat e o 1.6 16V de 118 cv da PSA, conforme a versão.

Volks prepara nova família de compactos

A Volks já anunciou que terá uma nova família de carros compactos, a partir do Polo. A versão de entrada, que promete aposentar o Gol, será a Polo Track, com motor 1.0 de 82 cv.

Polo Track
Polo Track

O Polo também recebe atualização no design – com influências do modelo europeu, depois de quatro anos de mercado, e nova central multimídia VW Play. Motores serão mantidos (1.6 de 117 cv e 1.0 turbo de 128 cv) e o modelo ganhará pacote mais robusto de itens de segurança.

Concorrente do Polo, o Fiat Argo finalmente recebe câmbio CVT no motor 1.3 Firefly de 105 cv, com pouca mudança em seu visual. 

Depois de dois anos e alguns meses no mercado, a Hyundai prepara uma nova reestilização de seu best seller HB20, sem mexer nos bons motores 1.0 aspirado e turbo.

City Hatchback tem a missão de suceder o Honda Fit

Enquanto isso, a Honda lança o novo City Hatchback, que tem a missão de substituir o Fit, agora em busca de um público mais jovem.

Sem preços divulgados ainda, o carro entra em pré-venda em janeiro e tem previsão de estrear nas concessionárias em março. Apesar do porta-malas menor que o do Fit (apenas 268 litros), promete amplo espaço interno. Outro trunfo é seu motor: o mesmo do sedã, 1.5 de 126 cv, que indica boa economia: com gasolina faz na cidade 13,3 km/l e na estrada 14,8 km/l.

Antes do Honda City Hatchback chegar, a Toyota prepara o lançamento do Yaris, seguindo as atualizações do modelo tailandês, mas não muito profundas. Novos itens de conectividade e segurança devem incrementar seu conteúdo, mantendo o bom motor 1.5 de 110 cv.

Já antecipado pela GM, o hatch médio Chevrolet Cruze RS chega com a proposta de versão esportivada e intermediária da linha. Vem equipado com o motor 1.4 turbo de 153 cv e câmbio automático de 6 marchas, conjunto já presente em outras versões.

Sedãs cada vez mais tímidos

Esmagados pelos SUVs, os sedãs que sobrevivem no mercado são os menores, que acompanham os modelos hatches em novidades, caso de Fiat Cronos, Hyundai HB20 S e Toyota Yaris.

Entre os carros médios, a Honda passa a importar a 11ª geração do Civic que virá mais caro e mais requintado.

Honda Civic
Honda Civic chega à 11ª geração

Na segurança, certamente ganha o pacote Honda Sensing, com controle de cruzeiro adaptativo, frenagem automática de emergência, assistente de permanência em faixa e outros itens. Motores mais cotados são o 2.0 aspirado de 160 cv e o turbo 1.5 de 182 cv. 

Nesta mesma faixa, a Volks trará o novo Jetta reestilizado na versão GLI, mais esportiva. Entre as opções de motor, a Volks tem o 2.0 de 230 cv ou o 1.5 turbo de 160 cv.

Confira os principais lançamentos de carros que chegam em 2022:

SUVs 

  • Jeep Renegade
  • Jeep Compass 4xe
  • Chevrolet Equinox
  • Fiat Projeto 376
  • Volkswagen Tiguan AllSpace
  • BMW X3 M40i
  • BMW X4 M40i
  • Kia Sportage
  • Kia Niro
  • Kia Seltos
  • Caoa Chery Tiggo 5X Pro
  • Caoa Chery Tiggo 8 Pro
  • Honda HR-V
  • Toyota Corolla Cross GR Sport
  • Renault Duster com novo motor 1.3 Turbo
  • Audi Q3
  • Audi Q3 Sportback
  • Land Rover Range Rover

Picapes compactas, médias e grandes

  • Ford Maverick
  • Chevrolet nova Montana
  • Renault Duster Oroch
  • Nissan Frontier (reestilização)
  • Peugeot Landtrek
  • Volkswagen Saveiro
  • Ford F-150
  • Chevrolet Silverado

Hatches subcompactos, compactos e médios

  • Renault Kwid
  • Citroën C3
  • Volkswagen Polo Track
  • Volkswagen Polo
  • Fiat Argo
  • Hyundai HB20
  • Honda City Hatchback
  • Toyota Yaris
  • Chevrolet Cruze RS

Sedãs

  • Fiat Cronos
  • Hyundai HB20S
  • Toyota Yaris Sedan
  • Honda Civic
  • Volkswagen Jetta GLI
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

SOBE E DESCE

IRB (IRBR3) lidera pelotão de altas do Ibovespa e Méliuz (CASH3) vai na direção oposta — veja o que foi destaque na bolsa na semana

Lá fora, as negociações da semana foram marcadas pela entrada do S&P 500 no chamado bear market, ou território de queda; por aqui, o principal índice da B3 acumulou ganhou de 1,46%

NOITE CRIPTO

Não deu para o bitcoin (BTC): maior criptomoeda do mundo tenta, mas patamar de US$ 30 mil escapa; confira cotações

Agora, os investidores devem permanecer tentando sustentar esse suporte psicológico importante e entrar na próxima semana no “zero a zero”, antes de tentar buscar novas altas

REVISÃO CUSTOU CARO

B3 (B3SA3) volta a corrigir erro nos dados e revela que 2021 terminou com fluxo estrangeiro negativo após R$ 77,9 bilhões em dinheiro gringo “sumirem” da conta

Vale lembrar que a entrada de capital estrangeiro ajuda na performance do mercado acionário e de câmbio. Por isso, a nova cifra não pinta um quadro positivo para o país

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa ignora tensão em Nova York, os planos de Elon Musk para o Brasil e o salto da GetNet; confira os destaques do dia

Por enquanto, o Ibovespa segue avançando, apesar do desempenho ruim das bolsas pelo mundo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies