🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

Rodolfo Amstalden
Exile on Wall Street
Rodolfo Amstalden
Sócio-fundador da Empiricus e autor do Programa de Riqueza Permanente
2022-06-09T11:01:37-03:00
EXILE ON WALL STREET

A oferta da Eletrobras e as boas notícias publicadas no jornal do apocalipse

Quando as coisas começam a dar errado, quando começa a faltar diesel, achamos que nada de bom pode acontecer na face da Terra. Aí perdemos belas oportunidades de lucros

9 de junho de 2022
11:00 - atualizado às 11:01
Celular com logo da Eletrobras na tela em frente ao site da empresa
Imagem: T. Schneider/Shutterstock

Peço licença à importante carta da Petrobras (#vaifaltardiesel), mas a grande notícia do dia, para mim, é o resultado da oferta de Eletrobras.

Meses atrás, ninguém acreditava na privatização da empresa. Aconteceu, com louvor.

A despeito do calendário apertado e das inúmeras forças políticas em jogo, ELET fará uma oferta bem-sucedida, dotada de vários superlativos.

Oferta da Eletrobras

Com volume estimado em até R$ 35 bi, é a segunda maior operação deste ano no mundo (perde apenas para a coreana LG Energy).

A demanda superou a oferta em 3x a 4x, culminando no rateio que gera um valioso sentimento de escassez para o pregão de estreia.

Antes e durante o período de reservas, recomendamos a participação na oferta, com ou sem o uso do FGTS.

Mas essa história não acaba aqui.

Privatização da Eletrobras

A privatização é um primeiro passo na nova história da companhia, assim como aconteceu com Vale e Embraer.

Não acho que se trata de um investimento para virar milionário da noite para o dia, mas sim de uma história para carregar ao longo dos próximos cinco anos, pelo menos.

Pelos meus cálculos, somando proventos e ganho de capital, talvez renda algo como 15% ao ano, pelos próximos cinco anos, em média, multiplicando seu capital investido por dois.

Seria um excelente retorno.

As lições da oferta

Adoro a perspectiva de ganhar dinheiro, mas a principal lição da oferta de Eletrobras não tem só a ver com grana.

Tem a ver com o seguinte: coisas boas acontecem mesmo quando o mundo está numa pior.

Desafiando os clusters de volatilidade de Mandelbrot, algumas sementes lançadas ao acaso em terreno salino acabam se transformando em árvores frondosas.

O desafio está em reconhecer essa possibilidade. 

Quando as coisas começam a dar errado, quando começa a faltar diesel, achamos que o mundo vai acabar, e que nada de bom pode acontecer na face da Terra.

Ficamos amargos, rancorosos, e perdemos algumas belas oportunidades de lucros.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

SEMANA EM CRIPTO

Bitcoin (BTC): o pior investimento do semestre tenta sobreviver aos dados de emprego nos EUA; confira o que mexe com as criptomoedas na próxima semana

Entre os destaques da semana, estão a liquidação de ativos da Three Arrows Capital, pechinchas no mercado cripto e mais

CAÇANDO MARRUÁ

Bitcoin (BTC) no cabresto? UE tenta domar o mundo das criptomoedas com marco regulatório; saiba como

O acordo é provisório e inclui uma proposta que cobre emissores de criptoativos não lastreados e também as chamadas stablecoins, bem como as plataformas de negociação e as carteiras nas quais os ativos digitais são mantidos

O MEDO DA RECESSÃO

Meta em crise: Mark Zuckerberg quer contratar menos funcionários e demitir mais gente a partir de agora

A dona do Facebook espera um segundo semestre de vacas magras e enfrentará um severo corte de gastos; por isso, a companhia prioriza equipes mais enxutas e agressivas

ELEIÇÕES 2022

É só mais essa! Líder nas pesquisas, Lula descarta tentar reeleição se derrotar Bolsonaro em outubro

Em entrevista, Lula disse que ‘daqui a 4 anos vai ter gente nova’, criticou o Congresso e prometeu retirar sigilos impostos por Bolsonaro

PROBLEMA DE INTERPRETAÇÃO?

A Tesla não é verde? Depois da empresa de Elon Musk ser excluída de índice ESG, CEO diz que bilionário não entende o significado da sigla

De acordo com a presidente executiva da Clarity AI, Rebeca Minguela, Musk pode ter pensado que o ESG mede apenas os impactos ambientais

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies