🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-02-28T08:24:27-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico. Em 2020, foi eleito pela Jornalistas & Cia como um dos 10 profissionais de imprensa mais admirados no segmento de economia, negócios e finanças.
Agenda cheia

Segredos da bolsa: guerra, payroll e PIB são os destaques da semana mais curta

Numa semana com guerra e Carnaval, o PIB do Brasil em 2021 e os números do mercado de trabalho nos EUA são os destaques da agenda econômica

28 de fevereiro de 2022
8:24
Imagem mostrando um homem de camisa branca olhando para um telão de cotações da bolsa, localizado no segundo plano. Ele está de pé, com o braço direito apoiado numa cadeira. Simboliza o investimento em ações e o recebimento de dividendos
Imagem: Shutterstock

Os mercados brasileiros têm uma semana mais curta adiante: a bolsa estará fechada nesta segunda (28) e terça (1) por causa do Carnaval, retornando às atividades apenas às 13h de quarta (2). Isso, no entanto, não quer dizer que os próximos dias serão tranquilos — a guerra entre Rússia e Ucrânia continua dominando as atenções dos investidores e, em paralelo, uma agenda econômica pesada, com PIB no Brasil e payroll nos EUA, segue no radar.

Em linhas gerais, os desdobramentos do confronto armado no leste europeu estarão em primeiro plano: a escalada nas tensões militares entre o governo Putin e a OTAN derruba os mercados globais nesta segunda-feira, com o EWZ — o principal ETF de ações brasileiras em Wall Street — caindo quase 3% no pré-mercado americano.

Os investidores seguem apreensivos com os rumos da geopolítica global e, com isso, mostram-se pouco dispostos a correr riscos. A guerra entre Rússia e Ucrânia dá sinais de que pode se estender por mais tempo que o imaginado, mesmo com os países iniciando rodadas de conversa para colocar um fim ao conflito; além disso, movimentações envolvendo o armamento nuclear russo colocam o mundo em alerta.

Nesse sentido, os olhos estarão voltados ao leste europeu, com eventuais alívios ou acirramentos nas tensões militares ditando o rumo dos mercados no curto prazo. Mas, além da crise geopolítica, a agenda econômica também traz informações importantes aos mercados ao longo da semana.

No Brasil, destaque para a divulgação do PIB de 2021, marcada para sexta-feira (4), às 9h — o número, embora defasado, servirá para que os agentes financeiros saibam exatamente as bases em que a economia local começou o ano, sendo útil para calibrar as projeções e expectativas para o nível de atividade em 2022.

Nos EUA, serão conhecidos os dados do mercado de trabalho em fevereiro. O payroll, como é conhecido, traz informações sobre a criação líquida de novos postos e a taxa de desemprego no país, sendo o principal indicador econômico americano e um importante balizador para o Fed conduzir a política monetária.

O tema dos juros, aliás, segue em evidência: com o início da guerra entre Rússia e Ucrânia, emergem novas dúvidas quanto ao comportamento da inflação no mundo, o que pode afetar os planos dos principais bancos centrais quanto à elevação das taxas e a retirada de estímulos econômicos. O payroll, assim, será importante para que o mercado promova ajustes finos em suas estimativas para os próximos passos do Fed.

Veja abaixo os principais itens da agenda econômica global nesta semana — a agenda completa pode ser vista aqui:

  • Brasil
    • Segunda (28) e terça (1): Mercados fechados (Carnaval);
    • Quarta (2): Relatório Focus (8h25);
    • Sexta (4): PIB em 2021 (9h).
  • EUA
    • Terça (1): Atividade industrial em fevereiro (11h45);
    • Quarta (2): Estoques de petróleo (12h30);
    • Sexta (4): Payroll de fevereiro (10h30).

No front da temporada de balanços do quarto trimestre, há uma pausa no calendário: com metade da semana comprometida por causa do Carnaval, as empresas optaram por não divulgar resultados nos próximos dias — as exceções são a AES Brasil (AESB3) e a Ferbasa (FESA4), cujos números serão conhecidos nos dias 3 e 4, respectivamente.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Taxas gordas

Com risco fiscal, retorno de 6% + IPCA volta a ser comum entre títulos Tesouro IPCA+ de longo prazo

6 de julho de 2022

Todos os vencimentos de títulos públicos Tesouro IPCA+ a partir de 2035 já voltaram a pagar a rentabilidade “mágica” desse tipo de ativo

QUEDA DE APORTES

Crise dos unicórnios e demissões em massa têm explicação: investimentos em startups caíram 44% no primeiro semestre

6 de julho de 2022

Inflação global, escalada da alta de juros e a Guerra da Ucrânia geraram incertezas no mercado e “seguraram” os investimentos; as mais afetadas são as startups de late stage e unicórnios

CARA CADÊ MEU DEFI?

Roubo de criptomoedas com ataque hacker levou US$ 1,3 bilhão de plataformas de DeFi em 2022; maior crime foi de US$ 180 milhões

6 de julho de 2022

Mesmo com a alta do dia, os investidores acompanham os desdobramentos do pedido de falência da Voyager Digital

O FANTASMA DA RECESSÃO

Ata do Fed manda recado: saiba se os próximos passos do BC dos EUA podem tirar o sono dos investidores

6 de julho de 2022

Na reunião de junho, o banco central norte-americano elevou a taxa de juro em 0,75 ponto percentual, o maior aumento desde 1994, na tentativa de conter uma inflação que não dá tréguas; será que vem mais por aí?

Está vindo aí

Risco de recessão volta a assustar, petróleo amplia perdas e petroleiras lideram quedas do dia; Hypera (HYPE3) e Americanas (AMER3) sobem forte

6 de julho de 2022

Com a queda do petróleo no mercado internacional, papéis de commodities no Brasil têm maiores quedas nesta quarta-feira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies