Insights de investimento, análises de mercado e muito mais! Siga o Seu Dinheiro no Instagram

2022-03-30T07:51:12-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Cautela toma conta das bolsas internacionais antes dos dados de emprego e inflação nos EUA; Ibovespa acompanha relatório da dívida e contas do governo hoje

Os investidores aguardam novas informações sobre o avanço das conversas entre Rússia e Ucrânia para o fim da guerra

30 de março de 2022
7:50 - atualizado às 7:51
moedas de real empilhadas
Confira o que movimenta bolsas, Ibovespa e dólar hoje. - Imagem: Shutterstock

O avanço no diálogo entre Rússia e Ucrânia aliviou o medo dos investidores, preocupados com a guerra e com as consequências dela no longo prazo. Na sessão da última terça-feira (29), as bolsas pelo mundo encerraram o dia majoritariamente em alta, com as notícias de que as negociações prosseguem. 

A Rússia aceitou reduzir o poderio militar na região de Kiev, capital da Ucrânia, e uma nova rodada de conversas entre os países volta a acontecer na Turquia. Ao mesmo tempo, o presidente americano, Joe Biden, juntamente com líderes europeus, devem levantar novas medidas para continuar pressionando Moscou pelo fim da guerra

Enquanto isso, o investidor local permanece de olho na troca de chefia da Petrobras (PETR4) e nas mudanças que devem ocorrer nos próximos dias nos ministérios e no corpo do governo federal.

Como de costume, é esperado que alguns membros do governo deixem seus cargos para concorrer às eleições do final do ano. O prazo da chamada desincompatibilização — período que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estipula para isso acontecer — começa no sábado (02). 

Confira o que movimenta as bolsas, o Ibovespa e o dólar nesta quarta-feira (30):

Bolsas lá fora em compasso de espera

A Ásia encerrou as negociações majoritariamente em alta, com otimismo em relação às conversas entre Rússia e Ucrânia, mas pressionadas pelo avanço da covid-19 na região. 

Por outro lado, as bolsas da Europa amanheceram mistas, ainda no aguardo de novidades do acordo de um possível cessar-fogo. Ainda ontem, representantes russos não descartaram a possibilidade de um encontro entre Vladimir Putin, presidente russo, e seu equivalente ucraniano, Volodymyr Zelensky. 

Já os futuros de Nova York caem em um movimento de ajuste após os ganhos da última sessão. 

Por aqui, o Ibovespa fechou em alta de 1,07%, aos 120.014 pontos, maior nível desde agosto do ano passado. O dólar à vista recuou 0,31%, a R$ 4,7578.

Os indicadores que mexem com bolsa e dólar

Depois do relatório Jolts de empregos divulgado na última quarta-feira, a publicação de vagas no setor privado, chamado ADP, deve ser o grande indicador do dia. 

Os dois relatórios preparam o terreno para a publicação da folha de pagamento, o chamado payroll, dos Estados Unidos nesta sexta-feira (1º). Além disso, a publicação do PCE — o índice de preços ao consumidor norte-americano — no trimestre também é um preparativo para a inflação anual e mensal de amanhã. 

Enquanto isso, no Ibovespa…

O cenário doméstico começa a ser tomado pelo clima eleitoral. Nesta sexta-feira termina o período da janela partidária, quando deputados e senadores trocam de partido sem perder o mandato para concorrer às eleições. 

O período de desincompatibilização também deve movimentar os corredores do Palácio do Planalto, que já enfrenta uma troca de cadeiras no ministério da Educação. 

Por falar em Brasília

O Tesouro Nacional publica hoje o resultado primário do governo central de fevereiro e o relatório mensal da dívida pública. 

De acordo com as projeções de especialistas ouvidos pelo Broadcast, o Tesouro Nacional, o Banco Central e a Previdência Social — que formam o governo central — devem registrar déficit primário de R$ 16,20 bilhões em fevereiro, de acordo com a mediana das expectativas. 

Por último, fica no radar o IGP-M de março, que deve cair de 1,83% para 1,32% neste mês, de acordo com o Broadcast. No acumulado dos últimos 12 meses, a mediana das projeções espera um avanço de 14,25%, enquanto neste ano, o IGP-M sobe 10,55%. 

Agenda do dia

  • FGV: IGP-M de março (8h)
  • Tesouro Nacional: Resultado primário do governo central de fevereiro (10h30)
  • Estados Unidos: Relatório sobre a criação de empregos no setor privado (ADP) em março (9h15)
  • Estados Unidos: Leitura trimestral do índice de preços ao consumidor, medido pelo PCE (9h30)
  • Tesouro Nacional: Relatório Mensal da Dívida de fevereiro (10h30)
  • Tesouro Nacional: Secretário do Tesouro, Paulo Valle, concede entrevista sobre o resultado primário de fevereiro (15h)
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

NOITE CRIPTO

Bitcoin (BTC) retoma parte do fôlego, mas ainda segue abaixo dos US$ 30 mil; confira o que mexe com as criptomoedas

O mercado global de ativos digitais já perdeu mais de US$ 1 trilhão em valor desde o início do grande inverno cripto

PASSARINHO NA GAIOLA

E agora Elon Musk? Acionistas entram com ação contra o bilionário e o Twitter (TWTR34); saiba o motivo

A plataforma também está sendo alvo do processo, que envolve denúncias de uso de informação privilegiada no âmbito da oferta de compra da empresa

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O copo meio cheio do Ibovespa, a nova chance da Cielo (CIEL3) e o retorno da Terra (LUNA); confira os destaques do dia

A possibilidade de que o Federal Reserve seja obrigado a manter o ritmo do aperto monetário ajudaram os ativos de risco nesta quinta-feira

ELEIÇÕES DE 2022

Distância entre Lula e Bolsonaro aumenta para 21 pontos na nova pesquisa Datafolha; confira as intenções de voto

Instituto destaca que o levantamento anterior, feito em 22 e 23 de março, tinha cenários distintos, excluindo pré-candidatos que deixaram a disputa e adicionando nomes que passaram a ser apresentados pelos partidos

FECHAMENTO DO DIA

Dólar cai abaixo dos R$ 4,80 e Ibovespa sobe 1% com sinais de fraqueza da economia americana; entenda a razão

O Ibovespa reagiu ao bom desempenho dos ativos no exterior após os investidores entenderem que o Fed deve segurar o aperto monetário

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies