🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2022-03-17T12:39:30-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
DESTAQUES DO PREGÃO

Petróleo volta a saltar 8% hoje, mas Petrobras (PETR4) opera no vermelho e destoa das demais petrolíferas; siderúrgicas sobem e Vale (VALE3) avança quase 3%

Crise política com a gestão da estatal coloca pressão sobre os papéis; Petrorio (PRIO3) e 3R Petroleum (RRRP3) são as maiores altas do dia

17 de março de 2022
12:39
Um trader aponta com o dedo para cima de um gráfico com o preço do petróleo nas alturas
As principais ações em destaque na bolsa hoje são as relacionadas ao petróelo e ao minério de ferro. Imagem: Shutterstock

O vigésimo segundo dia de guerra entre Rússia e Ucrânia trouxe consigo uma nova onda de incertezas: o Kremlin voltou atrás  no anúncio de ontem, de que os dois países caminham para um acordo de paz. Com isso, a velha história se repete — o petróleo volta a disparar e as commodities são destaque na bolsa brasileira.

Perto do meio-dia desta quinta-feira (17), a principal commodity energética do mundo operava com forte valorização, reagindo às notícias do conflito. O barril do petróleo Brent, usado como referência internacional, avançava 8,38%, voltando a ser negociado acima de US$ 100, cotado a US$ 106,23. 

A guerra e o petróleo

É verdade que a Super-Quarta ajudou a dar um up no sentimento dos investidores no pregão de ontem, mas o fim do conflito segue como o evento mais aguardado por todos os entes do mercado. 

As sanções econômicas à Rússia fazem com que o país também adote medidas que afetam o Ocidente. Entre elas, o fornecimento de petróleo para o mercado internacional e a distribuição de gás para a Europa.

E é por isso que o noticiário da guerra mexe tanto com o mercado de commodities.

Na última segunda-feira (14), o petróleo engatou uma trajetória de queda e chegou a ser negociado em US$ 97 o barril, dados os sinais de cessar-fogo iminente — há alguns dias, a commodity chegou a atingir os US$ 130, o maior patamar de preço em 14 anos.

Então, porque a Petrobras (PETR4) cai?

A volatilidade do petróleo nos últimos dias gerou um mal estar entre os governantes de todo planeta — e, aqui no Brasil não poderia ser diferente.

Como a Petrobras (PETR4) adota uma política de paridade internacional, ela precisa reajustar o preço dos combustíveis quando a commodity sobe, o que obviamente traz insatisfação popular.

Mas, no caso da estatal, a queda das ações tem menos influência internacional e mais política. 

Mais cedo, foi noticiado que o presidente da República, Jair Bolsonaro, havia pedido à Petrobras mais um dia antes do anúncio da alta nos preços dos combustíveis. Contudo, o general e presidente da estatal, Joaquim Silva e Luna, em uma demonstração de independência da Petrobras, não acatou a solicitação e deu sinal verde para que o reajuste fosse anunciado no mesmo dia.

De saída da Petrobras?

Assim como em outras ocasiões em que Bolsonaro foi contrariado por algum de seus ministros, correram rumores no mercado de que Silva e Luna seria tirado da presidência da estatal. 

Entretanto, o próprio vice-presidente, Hamilton Mourão, tentou apagar o incêndio, afirmando que a Petrobras é independente do governo. Mesmo assim, o mal estar prevalece e os papéis da empresa caem. 

E as outras ações das petroleiras?

No mesmo horário em que o petróleo dispara mais de 7%, PETR3 caía 2,52% e PETR4, 2,66%, negociados a R$ 32,94 e R$ 29,99, respectivamente. 

Entretanto, Petrorio (PRIO3) avança 7,21%, negociada a R$ 24,83, e 3R Petroleum (RRRP3) sobe 5,65%, cotada a R$ 35,88, e são as maiores altas do Ibovespa. Já que elas não têm o ‘risco estatal’, conseguem capturar a alta do petróleo.

Minério de ferro: em alta novamente

Também na contramão da Petrobras, quem se beneficia da alta do minério de ferro hoje são as siderúrgicas da bolsa. 

A commodity metálica subiu 1,13% em Dalian, na China, passando a ser negociada a US$ 150, 35 a tonelada. O país retomou a produção de aço após as Olimpíadas de inverno, o que explica a alta de 5,21% desde 20 de fevereiro deste ano.

Com isso, as principais altas do dia entre as mineradoras eram as seguintes:

ATIVONomeUltVar
CSNA3SID NACIONALONR$ 25,145,19%
GOAU4GERDAU MET PN ED N1R$ 11,754,35%
GGBR4GERDAU PN ED N1R$ 29,304,05%
USIM5USIMINAS PNA N1R$ 14,173,73%
CMIG4CEMIG PN N1R$ 13,102,91%
KLBN11KLABIN S/A UNT N2R$ 25,902,78%
VALE3VALE ON ED NMR$ 93,482,58%
Fonte: Broadcast
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

No vermelho

Magazine Luiza (MGLU3) é a ação com o pior desempenho do Ibovespa no primeiro semestre de 2022; outras varejistas e techs também sofreram no período

Com queda acumulada de quase 70% no ano, ações do Magalu são as piores do Ibovespa no semestre que acaba de terminar

Proteção

Qual título público comprar no Tesouro Direto? Santander recomenda papel indexado à inflação para o mês de julho; veja qual

Recomendação do banco para o Tesouro Direto visa proteção contra a inflação e possibilidade de valorização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies