🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-02-23T08:25:50-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas no exterior buscam recuperação enquanto Ibovespa acompanha prévia da inflação, medida pelo IPCA-15, e pacote dos combustíveis

A participação de Paulo Guedes e Jair Bolsonaro em eventos separados hoje permanece no radar dos investidores

23 de fevereiro de 2022
7:44 - atualizado às 8:25
Imagem mostra gráficos de bolsa ao lado de uma moto, em uma estrada
Saiba o que movimenta bolsas, Ibovespa e dólar hoje. - Imagem: Shutterstock, com intervenção de Andrei Morais

A semana já está na metade e, para quem pretendia ter um dia tranquilo, é melhor se preparar nesta quarta-feira (23). A tensão na Ucrânia diminuiu após sanções dos Estados Unidos contra a Rússia, ao mesmo tempo que as movimentações militares na fronteira seguem preocupando os investidores em bolsa

Ao mesmo tempo, os balanços aqui no Brasil chamam a atenção enquanto as movimentações dos presidenciáveis antes da eleição movimenta candidatos e propostas no Congresso. Tudo isso e ainda é dia de IPCA-15

No pregão de ontem (22), o Ibovespa fechou a sessão em alta de 1,04%, aos 112.892 pontos. O dólar à vista recuou 1,08%, a R$ 5,0521, o nível mais baixo desde julho do ano passado. 

No final da manhã, o ministro da Economia, Paulo Guedes, deve participar de coletiva sobre o resultado da arrecadação federal em janeiro deste ano. Enquanto isso, pela tarde, é a vez de Jair Bolsonaro, presidente da República, participar de evento. 

Confira o que movimenta o dia:

Rússia e Ucrânia

Os Estados Unidos e a Europa levantaram as primeiras medidas para coibir a Rússia de avançar sobre o território ucraniano. Segundo o porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, a porta da diplomacia permanece aberta, mas o tom parece ter mudado por parte dos americanos. 

Washington limitou as atividades de bancos que financiam as atividades do presidente russo, Vladimir Putin, e bloquearam o acesso do país à dívida soberana. Entretanto, a Rússia mantém uma posição estratégica no fornecimento de gás para a Europa, essencial para manter o aquecimento das casas durante o inverno na região. 

Reconhecimento

Enquanto isso, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, começou a mobilizar tropas para defender a soberania das regiões separatistas no leste do país — e na fronteira com a Rússia

Conflitos pontuais entre separatistas pró-Rússia e forças de Kiev seguem acontecendo em Donetsk e Luhansk. 

Pegou bem

A elevação do tom dos EUA contra o avanço da Rússia foi bem vista pela comunidade internacional, que espera outras medidas contra o país. Isso foi suficiente para fazer as bolsas buscarem reverter os prejuízos dos últimos dias.

Até mesmo as criptomoedas se beneficiam desse alívio de tensões. Durante a madrugada no Brasil, o bitcoin (BTC) engatou um movimento de alta e sobe 4,39%, cotado a US$ 38.817,55 (R$ 196.382,87)

Combustíveis e inflação

Voando de volta para o Brasil, o relator do pacote de medidas para conter o avanço no preço dos combustíveis, senador Jean Paul Prates (PT-RN) anunciou que deve abrir mão da criação de um imposto sobre exportação de petróleo bruto. 

Existem diversas propostas que visam reduzir o avanço do preço dos combustíveis em debate no Congresso, com algumas matérias sendo votadas hoje. 

Não é de hoje que os combustíveis estão no centro do debate nacional sobre inflação e juros. Os preços do diesel e da gasolina geram um efeito dominó na cadeia de suprimentos e encarece os demais produtos indiretamente. 

IPCA-15

Por falar em inflação, hoje é dia de IPCA-15, a prévia de fevereiro. Os analistas ouvidos pelo Broadcast acreditam que o índice deve avançar 0,87% na mediana das projeções e acumular alta de 10,63% em relação ao mesmo mês do ano passado. 

Vale ressaltar que, em janeiro, o IPCA-15 avançou 0,58%, depois de encerrar 2021 acima dos 10%. Dessa forma, o Banco Central deve observar os dados inflacionários para decidir sobre o caminho dos juros daqui por diante. 

Paulo Guedes e Jair Bolsonaro

Ainda hoje, o ministro da Economia, Paulo Guedes, participa de coletiva sobre os dados da arrecadação federal, divulgados no final da manhã. 

Quem também participa de evento no final da tarde é o presidente da República, Jair Bolsonaro. O segundo dia do CEO Conference, do BTG Pactual, conta com a presença do pré-candidato às eleições de outubro.

Guedes já deu sinais de que deve participar de um segundo governo Bolsonaro, enquanto o atual presidente lida com uma crise de popularidade. 

Balanço do Nubank

Após o fechamento da sessão de ontem, o Nubank (NUBR33) divulgou seu resultado do quarto trimestre. Apesar dos números abaixo do esperado, a receita por usuário e a base de clientes avançaram acima das projeções, o que animou os investidores e fez os papéis dispararem mais de 9% no after hours em Nova York.

Bolsas pelo mundo

Os principais índices asiáticos encerraram o pregão desta quarta-feira majoritariamente em alta, em um forte movimento de recuperação após as perdas do pregão de ontem.

Já na Europa, as bolsas operam em alta após os dados inflacionários da Zona do Euro virem em linha com as expectativas do mercado. 

Por fim, os futuros de Nova York apontam para uma abertura em campo positivo, ainda de olho na Rússia. 

Agenda do dia

  • IBGE: IPCA-15 de fevereiro (9h)
  • Banco Central: Conta corrente em janeiro e IDP (9h30)
  • Receita Federal: Arrecadação federal de janeiro (10h30)
  • Ministério da Economia: Ministro da Economia, Paulo Guedes, participa de coletiva sobre arrecadação federal (11h)
  • Tesouro Nacional: Relatório mensal da dívida de janeiro (14h30)
  • Congresso Nacional: Senado tem sessão em que pode ser votado o pacote que visa diminuir a tributação de combustíveis (16h)
  • CEO Conference: Presidente Jair Bolsonaro participa de evento do BTG Pactual (17h)

Balanços do dia

Você pode conferir o calendário completo aqui.

Antes da abertura:

  • Gerdau (Brasil)
  • Metalúrgica Gerdau (Brasil)

Após o fechamento:

  • Petrobras (Brasil)
  • GPA (Brasil)

Aliás, falando em ações da Bolsa, vale destacar que o Seu Dinheiro fez uma entrevista exclusiva com o Edward Cole, diretor executivo de investimentos discricionários na Man GLG, parte do Man Group, maior gestora de fundos de hedge da Europa, que alertou que a entrada de capital estrangeiro na B3 - que tem feito o Ibovespa - subir 8% em 2022, não é sustentável.

Você pode conferir mais detalhes no nosso Instagram (aproveite para nos seguir neste link). Lá entregamos aos leitores insights de investimentos, oportunidades de compra, apurações exclusivas importantes para a sua grana, dicas de carreira e empreendedorismo e muito mais.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

É CEDO OU TARDE DEMAIS…

UBS vê potencial de valorização menor para Hapvida — será que é hora de dar adeus à HAPV3?

5 de julho de 2022

O banco cortou o preço-alvo das ações, de R$ 15,40 para R$ 9,00, o que representa um potencial de valorização de 49% em relação ao fechamento de segunda-feira (05)

O MEDO SE ESPALHA

Por que o petróleo tomba mais de 10% e arrasta as ações da Petrobras (PETR4) e PRIO (PRIO3) hoje

5 de julho de 2022

A projeção pessimista vem em um momento em que as cotações estão sob pressão. Desde o início do ano, quando as tensões entre Rússia e Ucrânia se intensificaram, o preço do barril saltou mais de 40%

SEM ACORDO

Greve do BC termina na data marcada; paralisação durou 95 dias

5 de julho de 2022

Os servidores do Banco Central cruzaram os braços em abril e reivindicavam reajuste salarial e reestruturação da carreira — demandas que não foram atendidas a tempo

ELEIÇÕES 2022

Pode isso, Arnaldo? Lula critica orçamento secreto enquanto oposição discute divisão das verbas em 2023

5 de julho de 2022

O orçamento secreto envolve a distribuição, sem transparência, de recursos federais a redutos eleitorais de deputados e senadores. O governo usa os pagamentos para comprar apoio político no Congresso.

DE NOVO?

A crise não acabou na Loft: startup faz nova demissão em massa e corte atinge cerca de 380 funcionários

5 de julho de 2022

Segundo a empresa, o novo corte acontece em razão da “reorganização” dos negócios. Em abril, a Loft demitiu cerca de 159 funcionários

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies