🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-05-27T08:06:52-03:00
Camille Lima
DE OLHO NA BOLSA

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais estendem ganhos nesta manhã, à espera da inflação nos EUA; Ibovespa acompanha cenário eleitoral

Por aqui, investidores ainda assistem à sondagem da indústria em maio e a definição da bandeira tarifária de junho pela Aneel

27 de maio de 2022
8:05 - atualizado às 8:06
Estátua da Liberdade Assustada Cifrão Foguete v4 inflação
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

Até agora, os investidores têm tudo para começar esta sexta-feira (27) com pé direito e ânimo revigorado. Afinal, tanto nos mercados internacionais quanto na bolsa brasileira, o último pregão foi de forte alta, e tudo indica que a caminhada pelo campo positivo deve se estender para a sessão de hoje.

Isto é, a depender de como for a divulgação de certos dados econômicos hoje. A agenda desta sexta está mais esvaziada aqui no Brasil, contando apenas com a sondagem da indústria em maio e a definição da bandeira tarifária de junho pela Aneel.

Já no exterior, a inflação ao consumidor dos Estados Unidos, medida pelo PCE, é destaque hoje e deve ditar o humor das bolsas. Se não tiver nenhum susto nos números divulgados, a tendência é que Wall Street mantenha os ganhos de ontem.

O Ibovespa e as eleições

Com uma sessão extremamente positiva para os mercados internacionais ontem, o apetite por risco dos investidores aumentou e chegou até a bolsa brasileira.

O Ibovespa encerrou o pregão de quinta-feira em alta de 1,18%, aos 111.889 pontos. 

Por aqui, o foco está majoritariamente no cenário eleitoral, com a divulgação da pesquisa do Datafolha mostrando que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria grandes chances de ser eleito no primeiro turno caso as eleições acontecessem hoje. 

Segundo a pesquisa, o petista possui 54% das intenções de voto, enquanto o atual presidente Jair Bolsonaro ficou com apenas 30%.

Bolsas pelo mundo

A divulgação de uma economia enfraquecida nos Estados Unidos, que recuou além do esperado pelos analistas, fez com que as bolsas internacionais encerrassem o último pregão com fortes ganhos — e tudo indica que esse otimismo continuará presente nesta sexta-feira.

Isso porque, com a situação econômica mais fragilizada, o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) não deve colocar o pé no acelerador para subir a taxa de juros. 

Na manhã de hoje, os futuros dos índices de Nova York mantém a positividade da última sessão e operam em leve alta.

Apesar de terem começado o dia em uma corda bamba, as bolsas europeias viraram e passaram a registrar ganhos nesta sexta-feira.

O alívio em Wall Street ontem ainda permitiu que as bolsas asiáticas fechassem em alta nesta sessão.

As commodities hoje

Os contratos futuros de petróleo caminham em leve baixa hoje. No caso do Brent para agosto, referência internacional de preços, a queda era de 0,35% por volta das 08h05, negociado a US$ 113,77 o barril. 

Já o WTI para julho recuava 0,37% no mesmo horário, para US$ 113,67.

Enquanto isso, os futuros do níquel dispararam em Londres e atingiram as máximas desde 06 de maio, com valorização de 5,29%, cotados a US$ 28.635 por tonelada. 

Vale destacar que a commodity vem passando por um período de intensa volatilidade desde as últimas semanas, chegando a oscilar mais de US$ 2.000 por tonelada em apenas uma sessão.

Agenda do dia

  • FGV: Sondagem da Indústria de maio (8h)
  • Estados Unidos: Dados de renda pessoal e gastos com consumo em abril (9h30)
  • Estados Unidos: Deflator do PCE em abril (9h30)
  • Estados Unidos: Confiança do consumidor em maio (11h)

Leia também:

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

O MEDO SE ESPALHA

Por que o petróleo tomba mais de 10% e arrasta as ações da Petrobras (PETR4) e PRIO (PRIO3) hoje

5 de julho de 2022

A projeção pessimista vem em um momento em que as cotações estão sob pressão. Desde o início do ano, quando as tensões entre Rússia e Ucrânia se intensificaram, o preço do barril saltou mais de 40%

SEM ACORDO

Greve do BC termina na data marcada; paralisação durou 95 dias

5 de julho de 2022

Os servidores do Banco Central cruzaram os braços em abril e reivindicavam reajuste salarial e reestruturação da carreira — demandas que não foram atendidas a tempo

ELEIÇÕES 2022

Pode isso, Arnaldo? Lula critica orçamento secreto enquanto oposição discute divisão das verbas em 2023

5 de julho de 2022

O orçamento secreto envolve a distribuição, sem transparência, de recursos federais a redutos eleitorais de deputados e senadores. O governo usa os pagamentos para comprar apoio político no Congresso.

DE NOVO?

A crise não acabou na Loft: startup faz nova demissão em massa e corte atinge cerca de 380 funcionários

5 de julho de 2022

Segundo a empresa, o novo corte acontece em razão da “reorganização” dos negócios. Em abril, a Loft demitiu cerca de 159 funcionários

A BOLSA COMO ELA É

Isso também vai passar: Entenda por que é hora de aproveitar a baixa do mercado para investir em ações da bolsa

5 de julho de 2022

O Ibovespa negocia aos menores múltiplos desde 2008. Portanto, se ainda não começou a investir, este é um ótimo momento para começar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies