⚠️ DIVIDENDOS EM RISCO? Lula e Bolsonaro querem taxar seus proventos e podem atacar sua renda extra em 2023. Saiba mais aqui

2022-09-08T18:01:01-03:00
Ana Carolina Neira
Jornalista formada pela Faculdade Cásper Líbero com especialização em Macroeconomia e Finanças (FGV) e pós-graduação em Mercado Financeiro e de Capitais (PUC-Minas). Com passagens pelo portal R7, revista IstoÉ e os jornais DCI, Agora SP (Grupo Folha), Estadão e Valor Econômico, também trabalhou na comunicação estratégica de gestoras do mercado financeiro.
OTIMISMO

XP acredita que os ventos sopram a favor da Aeris (AERI3) e volta a recomendar a compra dos papéis — que chegaram a subir 14% hoje

Segundo analistas da XP, preço-alvo para as ações da Aeris Energy (AERI3) é de R$ 4,00 para o fim de 2023

8 de setembro de 2022
11:01 - atualizado às 18:01
Aeris (AERI3)
Aeris (AERI3) - Imagem: Divulgação

Provando que o mercado é feito de movimentos cíclicos, a XP acaba de elevar a recomendação dos papéis da Aeris Energy (AERI3) de neutro para compra, com preço-alvo passando de R$ 10,00 para R$ 4,00 no fim de 2023 — o que ainda representa um potencial de alta de 70,9% de acordo com o fechamento de ontem.

Como reflexo da mudança, no pregão de hoje, a ação subia 13,39% no fim da tarde, cotada a R$ 2,54, e fecharam o dia com alta de 12,95%, a R$ 2,53.

No ano passado, após a divulgação do balanço referente ao segundo trimestre da companhia, a XP havia rebaixado a recomendação de compra para neutro. Agora, no entanto, os analistas acreditam que há um bom ponto de entrada para quem deseja comprar o ativo, diante da recuperação da empresa.

Para eles, o ROIC (retorno sobre o capital investido) estrutural acima da média justifica múltiplos mais altos para as ações AERI3 com espaço limitado para novas revisões para baixo.

Em relatório, a equipe ainda diz esperar pela maturação das linhas de produção da Aeris nos anos de 2023 e 2024, o que devem aumentar as perspectivas de retorno da empresa, além de uma maior visibilidade de receita nos próximos anos — o que será capaz de reduzir os riscos de crescimento de curto prazo.

Por fim, a XP também destaca o fortalecimento do setor de fontes de energias renováveis ​​e os melhores preços para as turbinas eólicas, o que pode impulsionar um crescimento sustentável de longo prazo do setor.

Os próximos desafios da Aeris Energy (AERI3)

Os analistas da XP reduziram as estimativas de receitas da Aeris (AERI3) em 30% neste ano e 17% no ano que vem. Já a projeção de Ebitda foi cortada em 23% e 22% nestes mesmos anos, já que o ciclo de maturação das linhas deve ser mais demorado que o esperado.

Eles atentam também para as projeções de crescimento mais conservadoras no longo prazo e maior custo de capital. Neste último ponto, a equipe ressalta que, apesar do aumento de custo, os fabricantes de turbinas eólicas têm conseguido praticar preços mais altos, dando espaço para um crescimento sustentável com retornos positivos.

Juntos, esses desafios justificam a revisão do preço-alvo dos papeis da Aeris.

"Nossa visão positiva sobre o aumento da relevância das fontes renováveis ​​nas próximas décadas não mudou, com o foco contínuo dos governos em todo o mundo nas metas de descarbonização impulsionando o crescimento da energia eólica (nesse sentido, vemos as iniciativas do governo Biden para impulsionar a energia limpa como um divisor de águas)", diz o relatório.

A situação de AERI3

Num primeiro momento, os números de AERI3 podem acender um sinal de alerta — há pouco, o papel subia 1,34%, mas, no mês, a ação já cai 3,44%. Em 2022, a desvalorização é de 65,68%.

De acordo com dados compilados pela plataforma TradeMap, das cinco recomendações existentes para o ativo, quatro são de manutenção e uma é de compra.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

CRYPTOSTORM

Ethereum (ETH) killers: três criptomoedas têm chances de vencer a segunda maior moeda do mundo — e duas apostas para o futuro

7 de outubro de 2022 - 12:07

Solana (SOL), Polygon (MATIC) e Cosmos (ATOM), três criptomoedas de infraestrutura ou Layer 2 (L2) que podem superar o ethereum nos problemas das blockchains

geração mais sustentável

Copel (CPLE6) pretende ter 25% de seu portfólio composto por energias puras, diz diretor-presidente

7 de outubro de 2022 - 11:48

Para ajudar com essa meta, a Copel (CPLE6) comprou os complexos eólicos Santa Rosa e Mundo Novo (RN) por R$ 1,8 bilhão

Concorrência

Itaú (ITUB4) zera taxa de corretagem para ações, BDRs, ETFs e opções para todos os clientes

7 de outubro de 2022 - 11:21

A zeragem das taxas pelo Itaú pode ser considerada uma resposta às corretoras, que ganharam muitos clientes usando essa tática

TIC-TAC…

Elon Musk tem até o fim do mês para fechar a compra do Twitter — e ainda precisa encontrar novas fontes de financiamento

7 de outubro de 2022 - 10:40

Após as companhias de investimento que estavam em negociação com Musk voltarem atrás, o empresário terá até 28 de outubro para encontrar novos financiadores

HACK NA REDE

Hack na Binance: invasão da blockchain da corretora drenou US$ 100 milhões; investimentos dos usuários estão seguros? Entenda

7 de outubro de 2022 - 9:42

No plano de contenção de danos, a Binance pretende recompensar “hackers do bem” que encontrarem futuros bugs na rede

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies