🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela o nome da ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

2022-08-17T20:25:17-03:00
Ricardo Gozzi
Carolina Gama
CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Lula quer aumentar faixa de isenção de IR; Bolsonaro recua de desfile de 7 de setembro em Copacabana

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

17 de agosto de 2022
6:59 - atualizado às 20:25
Urna Eletrônica Central das Eleições SD
Central das Eleições - Seu Dinheiro - Imagem: Shutterstock / Montagem Brenda Silva

RESUMO DO DIA: O ex-presidente e candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva disse, em entrevista à rádio Super, de Belo Horizonte, que será preciso escolher uma faixa maior para a isenção de imposto de renda. Lula lidera a corrida eleitoral por ampla margem. Segundo a mais recente pesquisa Genial/Quaest, ele tem chance de vencer em primeiro turno.

Bolsonaro volta a falar em Auxílio Brasil de R$ 600 permanente

O presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, voltou a falar na possibilidade de tornar o Auxílio Brasil de R$ 600 permanente — promessa já feita pelo rival ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que lidera as pesquisas de intenção de voto para o Palácio do Planalto.

“Conversei com o ministro Paulo Guedes, dentro da responsabilidade, vamos nos socorrer do parlamento mais uma vez, para a gente tornar definitivo esse valor de R$ 600 a partir de 2023”, disse Bolsonaro, em Brasília. 

Meses antes da eleição, o governo conseguiu aprovar no Congresso uma emenda constitucional que viabilizou o aumento do valor do programa social, de R$ 400 para R$ 600, mas somente até o final do ano.

Vale lembrar que o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2023 precisa ser enviado ao Congresso até o final deste mês e o governo ainda não definiu que valor será previsto para o Auxílio Brasil.

Moro coloca digital em plano anticorrupção de Soraya Thronicke para disputa presidencial

Candidata à presidência da República pelo União Brasil, a senadora Soraya Thronicke entregou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um programa de governo com a digital do ex-ministro Sergio Moro, filiado ao mesmo partido. 

O ex-juiz da Operação Lava Jato foi responsável por propostas que estão no capítulo “Combate à Corrupção”. 

O texto sugere que no governo de Thronicke o diretor-geral da Polícia Federal terá dois anos de mandato e será proposta a criação de um tribunal especial apenas para cuidar de casos rumorosos de corrupção.

A autonomia para atuação da PF está no epicentro da crise que levou Sergio Moro a deixar o governo do presidente Jair Bolsonaro (PL). O ex-juiz pediu demissão acusando o presidente da República de tentar interferir na atuação da Polícia Federal que investigava filhos de Bolsonaro.

No plano de governo de Soraya Thronicke, o diretor da PF só poderá ser exonerado por má conduta ou “insuficiência manifesta de desempenho”. 

A candidata também defende o fim do foro privilegiado para todos os cargos e funções. O Supremo Tribunal Federal já tem decisões considerando que uma autoridade só tem direito a julgamento de processo criminal em tribunal apropriado se o crime tiver relação direta com a função que exerce.

Fonte: Estadão Conteúdo

 

Haddad admite erros do PT e vai rever taxação a servidores públicos inativos

O ex-prefeito de São Paulo e candidato ao governo do Estado em 2022 Fernando Haddad (PT) reconheceu nesta quarta-feira (17) alguns erros cometidos pelo partido em São Paulo no passado. 

Segundo ele, o PT teve uma “dificuldade programática de dialogar com todo o Estado”, focando muito nas cidades paulistas que já haviam sido governadas pela legenda.

“Faltava um discurso mais abrangente sobre o Estado de São Paulo”, disse Haddad, em sabatina realizada pela CBN, O Globo e Valor na manhã de hoje.

O petista, que já foi ministro da Educação no governo Lula, também aproveitou para falar sobre algumas propostas de campanha. Ele prometeu rever a taxação de contribuição previdenciária para os servidores públicos inativos caso seja eleito.

Em relação à segurança pública, Haddad pretende ampliar a implementação das câmeras de segurança corporais na polícia.

Fonte: Estadão Conteúdo

Para conquistar eleitorado de SP, Rodrigo Garcia aposta em imagem de paulista raiz em jingle

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), apostou na imagem de paulista raiz para tentar conquistar o eleitorado do estado. 

“É a cara de São Paulo, paulista raiz, gestor completo, ele é o cara certo para manter São Paulo firme e forte”, diz o jingle do tucano. 

O foco no berço político é visto como uma crítica de Garcia ao candidato do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao governo de SP, Tarcísio de Freitas (Republicanos), que é do Rio de Janeiro.

 

Bolsonaro recua de desfile militar em Copacabana

O presidente Jair Bolsonaro desistiu de levar as comemorações do 7 de setembro para a orla de Copacabana, no Rio de Janeiro.

Na estreia oficial da campanha, o chefe do Executivo disse que as comemorações serão restritas a “palanques” na zona sul da cidade.

“Teremos lá um movimento da Marinha na praia, nossa Força Aérea com a Esquadrilha da Fumaça. A artilharia nossa atirando”, disse o presidente, em Juiz de Fora (MG), que visitou como candidato do PL à reeleição.

Bolsonaro disse ainda que o desfile militar em celebração ao bicentenário da Independência será em Brasília. (Estadão Conteúdo)

Lula promete "enquadrar" bancos públicos para redução de lucro

Após revelar que quer estender a faixa de isenção do Imposto de Renda, o ex-presidente e candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva defendeu nesta quarta-feira (17) que bancos públicos reduzam a margem de lucro.

“É preciso que a gente enquadre o Banco do Brasil [BBAS3]. Não queremos que bancos públicos tenham nenhum prejuízo, mas não queremos que tenham os mesmos lucros dos bancos privados. Eles têm que prestar função social”, afirmou Lula em evento com micro e pequenos empresários em São Paulo.

A declaração segue a mesma linha das reiteradas críticas do presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição e principal adversário do PT nas eleições, aos lucros da Petrobras e seus impactos sobre o preço da gasolina na ponta da linha.

Lula diz que, em um eventual novo governo, irá orientar a instituição: “Banco do Brasil parece bonzinho se tiver orientação governamental. Se não tiver, a burocracia do banco pensa como banco privado”.

O petista ainda voltou a defender a concessão de empréstimos do BNDES a pequenas e médias empresas. “O BNDES vai ter que deixar de fazer empréstimos para grandes empresas e vai se dedicar a emprestar para as pequenas.”

*Com informações do Estadão Conteúdo

Lula quer aumentar faixa de isenção de imposto de renda para quem ganha até R$ 5 mil

O ex-presidente e candidato à presidência Luiz Inácio Lula da Silva disse, em entrevista à rádio Super, de Belo Horizonte, que será preciso escolher uma faixa maior para a isenção de imposto de renda.

Lula acrescentou ainda que a isenção pode ser estendida para quem ganha até por volta de R$ 5 mil, mas que a medida ainda precisa ser discutida simultaneamente a uma fonte de compensação.

“Quando fizermos isso, teremos que ver qual será outra fonte de recurso”, disse.

Ainda segundo o petista, o reajuste das faixas de IR será feito todo ano. O último reajuste da tabela de imposto de renda foi feito em 2015. A medida havia sido uma das promessas de campanha do presidente Jair Bolsonaro, mas até agora não saiu do papel.

Na entrevista, Lula disse ainda que é preciso começar a tributar dividendos e lucros e defendeu a extensão do Auxílio Brasil para R$ 600 por mês de forma permanente.

*Com informações da Bloomberg.

TSE intima Ciro Gomes e ameaça indeferir registro de candidatura

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ameaçou indeferir o registro da candidatura de Ciro Gomes (PDT), informa o portal R7.

A advertência foi feita em uma intimação para que o candidato pedetista à Presidência da República regularizasse pendências junto à Justiça Eleitoral.

Não se trata de multa por não comparecimento às urnas, apressou-se em esclarecer a campanha de Ciro.

A suposta pendência envolve multas aplicadas ao pedetista por propaganda irregular nas eleições de 2014. Segundo a campanha de Ciro, as multas foram parceladas e os pagamentos estariam em dia.

Na avaliação dos ciristas, não há risco de que a ameaça de indeferimento da candidatura se cumpra.

Alexandre de Moraes toma posse no TSE em cerimônia com presença de Bolsonaro e Lula

O ministro Alexandre de Moraes assumiu na noite de ontem a presidência do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A cerimônia de posse contou com a presença dos dois principais candidatos às eleições presidenciais deste ano: o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que lidera as pesquisas (PT).

Também estiveram presentes à solenidade os ex-presidentes Michel Temer, Dilma Rousseff e José Sarney.

Alvo preferencial da militância bolsonarista no Judiciário, Moraes assume o comando do TSE a 47 dias do primeiro turno.

Ele será o responsável por organizar as eleições em outubro em meio a suspeitas infundadas que tentam desacreditar a segurança das urnas. O ministro Ricardo Lewandowski será o vice.

“Plena proteção da opinião não significa impunidade. Não significa a impossibilidade posterior de análise e responsabilização por informações injuriosas, difamantes, fraudulentas”, disse Moraes em seu discurso de posse.

O magistrado ressaltou que a Constituição consagra o binômio liberdade e responsabilidade e que a liberdade de voto exige liberdade de discussão e informação.

“A Constituição não permite propagação de discurso de ódio e ideias contrárias a Estados democráticos de direito.”

Ele defendeu que os candidatos à eleição de outubro devem ter garantidos ampla liberdade de expressão e manifestação, mas avisou que essa liberdade não “é escudo protetivo para toda a sorte de atividades ilícitas”.

Lula e Bolsonaro oscilam dentro da margem de erro na pesquisa Genial/Quaest

Pouca coisa mudou na mais recente pesquisa Genial/Quaest, divulgada há pouco.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o atual inquilino do Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro, oscilaram dentro da margem de erro.

Lula passou de 45% para 44%; Bolsonaro foi de 31% para 32%.

Apesar das oscilações, a sondagem segue apontando a possibilidade de vitória de Lula em primeiro turno.

A soma da intenção de votos em seus adversários soma 42%.

Isso está dentro da margem de erro de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

Mas não é só. A Genial/Quaest foi coletada entre 28 e 31 de julho e ainda traz André Janones (Avante) e Pablo Marçal (PROS) no rol de candidatos.

Com 2%, Janones retirou sua candidatura e está trabalhando ativamente na campanha do ex-presidente.

Já o PROS anunciou a retirada da candidatura de Marçal, que marca 1%, e declarou apoio a Lula.

Agenda dos candidatos

Nove dos 11 candidatos à Presidência da República têm agenda prevista para hoje.

José Maria Eymael (DC) e Roberto Jefferson (PTB) não divulgaram agenda.

Confira a seguir a agenda dos candidatos à Presidência da República nesta quarta-feira

  • Ciro Gomes (PDT): Candidato participa de caminhada em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo, na companhia de Elvis Cezar, ex-prefeito da cidade e candidato do PDT ao governo de Estado. O evento está marcado para as 7h20. À tarde, Ciro grava programa eleitoral.
  • Felipe D’Avila (Novo): Candidato tem encontro programado para o meio-dia com representantes do Brasil Competitivo em restaurante no Itaim Bibi, na capital paulista. Às 15h, está prevista uma caminhada no Ceagesp, também em São Paulo.
  • Jair Bolsonaro (PL): Candidato tem encontro com prefeitos de cidades de diversos Estados no Hotel Royal Tulip em Brasília. Evento está programado para as 18h30.
  • Léo Péricles (UP): Às 6h20, candidato faz campanha na porta do Cefet de Belo Horizonte; às 8h, na estação de ônibus do Move Carijós; às 11h, no Mercado Central de BH; e às 17h30 na entrada da PUC Coração Eucarístico.
  • Luiz Inácio Lula da Silva (PT): Candidato concederá entrevista à Rádio Super às 8h. Em seguida terá um encontro com micro e pequenos empresários no Novotel Jaraguá, em São Paulo.
  • Simone Tebet (MDB): Pela manhã, candidata visita a Creche Tia Tatá na Cidade Satélite Estrutural, Cidade Satélite Estrutural, em Brasília (DF). À tarde, visita o Hospital e Maternidade Amparo Maternal, em São Paulo.
  • Sofia Manzano (PCB): Candidata concede entrevista à Revista Badaró, às 10h. No início da tarde, ela participa de atividade sobre a luta antimanicomial na Associação Brasileira de Saúde Mental; às 19h30, concede entrevista ao Instituto de Educação Política e Cidadania.
  • Soraya Thronicke (União Brasil): Candidata visita o  projeto social “Taysão” no Jardim Melvi, em Praia Grande (SP) Às 15h30. Em seguida, participa de caminhada com eleitores no centro de São Vicente (SP). Ao término da caminhada, participa de um café com apoiadores em Santos (SP).
  • Vera Lúcia (PSTU): Candidata concede entrevista ao portal Alma Petra às 11h30, à Rádio Jornal, de Aracaju, às 13h20 e ao jornal Folha de S. Paulo às 15h.
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

DIVIDENDO E CAPITAL

Localiza (RENT3) vai colocar R$ 346 milhões no bolso dos acionistas, mas pode “tirar” uma parte em outra operação; entenda

26 de setembro de 2022 - 10:34

Localiza (RENT3) vai distribuir juros sobre o capital próprio (JCP), mas chama acionistas para aumento de capital que pode chegar a R$ 150 milhões

é hora de comprar?

XP inicia cobertura da Eletrobras (ELET3) com recomendação de compra e acredita que o papel pode subir 55%

26 de setembro de 2022 - 10:14

Para a XP, potencial de valorização da Eletrobras (ELET3) tem relação com forte geração de caixa e mudanças trazidas pela privatização

SEM CALMA ANTES DA TORMENTA

Fundador da Terra (LUNA) é procurado em 195 países e bitcoin (BTC) aguarda dados dos EUA: saiba o que movimenta as criptomoedas esta semana

26 de setembro de 2022 - 10:00

Caça ao fundador da Terraform Labs não interfere diretamente nas cotações da Terra (LUNA): o token LUNA salta 5,77% na manhã desta segunda-feira (26)

DÚVIDA CRUEL

Os analistas preferem as ações de shoppings, enquanto os gestores apostam em fundos imobiliários do setor — qual ativo é o ideal para a sua carteira?

26 de setembro de 2022 - 9:34

A retomada do segmento alimenta o otimismo do mercado, mas desperta dúvidas sobre qual é a melhor maneira de aproveitar o bom momento

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Nova York fica instável, mas Ibovespa opera em queda acima de 1%; dólar tem forte alta e atinge R$ 5,30

26 de setembro de 2022 - 9:04

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam em tom negativo nesta segunda-feira (26). Com a agenda esvaziada, os investidores mantêm-se cautelosos com a recessão global no radar, além da expectativa da divulgação de importantes dados macroeconômicos ao longo da semana, entre eles o índice de gastos com consumo pessoal (PCE), que mede a inflação nos […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies