IPCA + 8% e outros títulos ‘premium’: receba as melhores ofertas de renda fixa no seu WhatsApp

Cotações por TradingView
2021-03-22T09:46:22-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Ministro da Economia

“Somos liberais, mas não somos trouxas”, diz Paulo Guedes

Em live organizada pela entidade Parlatório, o ministro da Economia ativou o “modo verde” e defendeu avanço das reformas estruturais

22 de março de 2021
9:46
Ministro Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes - Imagem: Isac Nóbrega/PR

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse neste domingo, 21, que foi preciso chegar uma pandemia com impactos severos sobre a economia para que houvesse atenção com o destino dos recursos públicos. Durante live realizada pelo Parlatório, organização sem fins lucrativos, ele também comentou que a covid-19 é uma "guerra biológica".

"Foi preciso chegar uma guerra no Brasil para aprendermos que a essência da política é alocar recursos", afirmou. No início da apresentação, Guedes rememorou os primeiros anos do governo de Jair Bolsonaro e disse que a determinação da equipe econômica sempre foi controlar os gastos. Lembrou que a reforma previdenciária foi aprovada no primeiro ano do mandato e que houve a execução do teto de crescimento dos gastos.

O ministro afirmou, porém, que o piso continuou a subir, dificultando a manobra do orçamento. "Levou uma pandemia para aprendermos a controlar o orçamento", disse. Segundo ele, no ano passado não faltou dinheiro para Saúde, mas que foi preciso fazer desvinculações orçamentárias.

Guedes afirmou ainda que a política deu boa resposta à pandemia e o governo conseguiu fazer seu contra ataque. Ele disse que, inicialmente, apresentou auxílio emergencial no valor de R$ 200, acreditando que o Congresso aumentasse o valor para R$ 400. "Mas chegaram a R$ 600. Evidente que se fossem aqueles R$ 400, poderia durar muito mais tempo", afirmou.

Mesmo assim, Guedes disse que a equipe econômica o tempo todo manteve "o Norte, a bússola". Sobre as reformas futuras, disse que a política dá o timing das mudanças.

Green Guedes

"A conversa não está boa. Estão nos julgando equivocadamente e não estamos sabendo colocar (o debate ambiental) no ângulo correto", disse.

Ele afirmou que o governo Bolsonaro colheu frutos de um tom errado no debate ambiental. "Entramos com um tom que foi ruim para nós, isso se somou à própria divulgação de quem perdeu as eleições aqui dentro", afirmou.

"Não dá para vender a ideia de que militares estão entrando e queimando a floresta", disse. "O Brasil está doente não só fisicamente, mas de alma por paixões políticas, perdendo a razoabilidade".

Estrategista

Guedes disse que a pandemia atropelou a estratégia da equipe econômica, que estava debruçada nos gastos públicos e em uma agenda de reformas. "Agora, temos de voltar às reformas, onde estávamos antes da pandemia", disse.

Segundo ele, "as coisas estavam começando a melhorar", com o Brasil voltando em 'V' do choque pandêmico, quando foi acometido pela segunda onda de maneira severa. O ministro afirmou, porém, que o País não vai "esmorecer".

Ao falar sobre o custo Brasil, respondendo a uma pergunta do empresário Jorge Gerdau, afirmou que o governo não vai entregar a indústria brasileira no meio de uma crise - e citou a redução de custos logísticos com a queda da tarifa de importação. "Somos liberais, mas não somos trouxas", disse.

Participam do encontro virtual o ex-Secretário Nacional de Segurança Pública e ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo da Presidência, General Santos Cruz, o médico Raul Cutait, a jurista Ellen Gracie, os empresários Abilio Diniz, Luiza Trajano, Jorge Gerdau, Flavio Rocha, o ex-ministro da Fazenda e atual diretor do Banco Safra, Joaquim Levy, além do também ex-ministro Luiz Furlan.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Estreante

CTG Brasil deve puxar a fila dos IPOs em 2023. Veja detalhes da oferta

29 de novembro de 2022 - 20:20

Caso se concretize, o IPO da CTG será o primeiro depois de um hiato de sete meses sem ofertas públicas – a última foi a privatização da Eletrobras, em junho

SINAL VERDE DA CÂMARA

Histórico! Brasil aprova lei sobre criptomoedas; confira o que muda para você a partir de agora

29 de novembro de 2022 - 19:58

O estabelecimento de regras mais principiológicas é animador para o esse novo setor da economia brasileira, segundo especialistas

BOA NOTÍCIA PARA OS ACIONISTAS?

Nubank encerra acordo polêmico de remuneração ao fundador, David Vélez, e gera economia bilionária aos cofres da fintech

29 de novembro de 2022 - 19:20

Além da economia, o encerramento do programa também evitará uma potencial diluição de até 2% dos outros acionistas da companhia

FECHAMENTO DO DIA

Commodities metálicas disparam e Ibovespa sobe quase 2%; dólar cai a R$ 5,28

29 de novembro de 2022 - 19:07

O Ibovespa pegou impulso com a valorização das commodities no mercado internacional e subiu quase 2%

VAI UM DINHEIRO AÍ?

Corretora Mynt, do BTG Pactual, passa a permitir transferência de criptomoedas entre carteiras digitais e exchanges

29 de novembro de 2022 - 17:55

As transferências podem ser feitas acessando o próprio aplicativo da Mynt por meio de QR Code ou copiando o endereço da carteira desejada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies