Menu
2021-03-01T19:06:46-03:00
Renan Sousa
Vai um desconto?

Três meses após IPO, Méliuz faz sua primeira aquisição de empresa de cupons de desconto

A Picodi.com agora faz parte do sistema da Meliuz e foi adquirida por R$ 120 milhões

1 de março de 2021
12:32 - atualizado às 19:06
meliuz

Depois de abrir capital em novembro do ano passado, a Méliuz (CASH3) fez sua primeira aquisição para reforçar seu portfólio. A plataforma de cupons e descontos Picodi.com foi adquirida por R$ 120 milhões na última sexta-feira (26).

Com isso, as ações da Méliuz, que já desempenhavam um bom papel desde a sua oferta primária (IPO, na sigla em inglês), passaram a operar com ganhos na manhã desta segunda-feira (1º). Na máxima do dia, os papéis chegaram a subir mais de 5%, mas acabaram fechando com ganho de 1,38%, a R$ 28,59.

Alta nas ações da Meliuz. Foto: Trading View

A Picodi.com foi fundada em 2010 como uma plataforma de cupons de desconto, códigos promocionais e promoções envolvendo diversas lojas e marcas, atuando em mais de 40 países. Com mais de 68 milhões de visitas por ano, a empresa registrou uma receita líquida de R$ 30 milhões entre dezembro de 2019 e novembro de 2020.

Com essa aquisição, a Méliuz pretende reafirmar sua posição no mercado digital, permitindo ganho de volume para suas operações e ampliando a visibilidade da empresa em escala nacional e internacional.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

entrevista

‘Orçamento está falido e não deveria ser sancionado’, diz Rodrigo Maia

Para ex-presidente da Câmara, governo e Congresso tem responsabilidade por esse Orçamento em que as emendas parlamentares são maiores do que os gastos discricionários

ESTRADA DO FUTURO

O que o mercado está tentando te dizer sobre as ações do Banco Inter (BIDI11)

Como analistas, gastamos cada vez mais tempo avaliando histórias. E se você quer investir bem o seu dinheiro, também deveria fazê-lo

termômetro

Tesla, Robinhood e GM: as apostas do bilionário Jorge Paulo Lemann

Empresário brasileiro respondeu quais seriam os investimentos de curto e longo prazo, em uma espécie de termômetro sobre a confiança em torno do negócio

escolha da CEO

Criptomeme bilionário, $moda$ de Hering e Arezzo, aposta contra o BC… veja o que bombou na semana no Seu Dinheiro

Você apostaria contra o Banco Central do Brasil?  Não falo de apostas mequetrefes com a turma do escritório, do tipo “quem perder paga uma rodada”.  Estou falando de colocar o seu patrimônio em investimentos que podem dar retornos altos se o BC estiver errado. Pois é justamente o que defende Rogério Xavier, da SPX Capital, um […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies