🔴 EVENTO GRATUITO: COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE

Estadão Conteúdo
gestoras ambiciosas

Pátria e Vinci miram internacionalização com IPOs

Gestoras entraram com pedidos para realizar ofertas nos Estados Unidos, sem informações sobre quanto pretendem captar

Nasdaq
Imagem: Shutterstock

As gestoras de ativos brasileiras Pátria e Vinci Partners abrirão capital na bolsa norte-americana Nasdaq como um passo para a busca de internacionalização de suas operações.

No caso da Pátria Investimentos, a oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) poderá avaliar a gestora entre US$ 1 bilhão e US$ 1,6 bilhão, segundo estimativa do banco BTG Pactual, em relatório enviado a clientes. Cada oferta deverá movimentar até US$ 100 milhões, conforme os prospectos do IPOs.

As gestoras já fizeram o pedido para realizarem as ofertas nos Estados Unidos à Securities and Exchange Commission (SEC), a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) de lá. Os documentos das ofertas ainda não abrem detalhes sobre a operação, como o número de ações que serão vendidas.



No Pátria, a Blackstone Group, listada na Nasdaq, possui uma fatia de 40%. Dos recursos que irão para o caixa com o sucesso da oferta, a gestora mira investir em seus próprios fundos e expansão de operações por meio da compra de gestoras, carteiras e canais de distribuição.

A Vinci, por sua vez, poderá utilizar os recursos a serem captados na oferta em "oportunidades de aquisições que reforçam sua estratégia e posicionamento de mercado".

Ambas ofertas ocorrem em um momento de grande procura de investidores, em todo o mundo, por ativos de mais rentabilidade e por mais diversificação, algo que se tornou mais difícil com o mundo vivendo um cenário de juros negativos.

O BTG, no relatório, afirma que há "muito espaço para investimentos crescerem no Brasil e com mais dinheiro indo para gestoras independentes, tal como o Pátria". Procurados, Pátria e Vinci não comentaram.

* As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Compartilhe

FRUTOS DO MATRIMÔNIO

3R Petroleum (RRRP3) e Enauta (ENAT3): esse bancão diz o que esperar da fusão entre as petroleiras juniores da B3 — e qual ação comprar agora

22 de abril de 2024 - 18:44

Na projeção do banco, o casamento entre as junior oils pode ser concluído até o fim do 3T24 — e já conta o que os investidores devem esperar pela frente

TER OU NÃO TER

Lula liberou os dividendos extraordinários da Petrobras (PETR4) e pode vir mais por aí — chegou a hora de comprar as ações para aproveitar a oportunidade?

22 de abril de 2024 - 13:55

Cinco bancões revisitaram as indicações para os papéis da estatal depois do anúncio de sexta-feira (19); saiba o que fazer com os ativos agora

CARTEIRA NAS ALTURAS

Embraer (EMBR3) sobe na B3 após anunciar maior carteira de pedidos em 7 anos. É hora de comprar a ação? 

22 de abril de 2024 - 12:51

A carteira de pedidos da fabricante de aeronaves brasileira subiu US$ 2,4 bilhões no período, para US$ 21,1 bilhões no primeiro trimestre

MEGA SALDÃO?

O gerente da Tesla ficou louco? Montadora de Elon Musk corta preços dos carros elétricos contra concorrência da China

22 de abril de 2024 - 11:49

Em mais uma briga por preços, a fabricante automotiva cortou os valores dos veículos elétricos nos principais mercados, como China e EUA

TAXAÇÃO

Novo imposto vem aí? Governo avalia criar cota e sobretaxar em até 25% excesso de importação de aço, mas teme disparada da inflação

22 de abril de 2024 - 9:20

A expectativa é de que o tema seja analisado na próxima terça-feira (23) pela Câmara de Comércio Exterior (Camex)

MERCADO DE LUXO

Fundador da Armani dá pistas sobre sucessão e não descarta IPO da marca italiana no futuro 

21 de abril de 2024 - 16:58

Giorgio Armani tem um patrimônio de US$ 6,6 bilhões, de acordo com o Bloomberg Billionaires Index; o bilionário concedeu entrevista à Bloomberg

À ESPERA DA APROVAÇÃO

Fusão entre Petz (PETZ3) e Cobasi deve ser aprovada com ‘remédios’ pelo Cade

21 de abril de 2024 - 11:50

A combinação dos negócios, anunciada no último dia 19, deve passar pelo crivo do órgão regulador; prazo mínimo de aprovação é de oito meses

RESULTADO DO LEILÃO

Teste para a Sabesp? Em primeira privatização de Tarcísio, fundo arremata Emae por R$ 1 bilhão

19 de abril de 2024 - 19:51

Com ágio de 33,68%, o fundo arrematou a estatal e passará a gerir um ativo com 906 megawatts (MW) em geração hidrelétrica

RECUOU?

A explicação do ex-conselheiro da Vale (VALE3) após a acusação de interferência do governo na mineradora

19 de abril de 2024 - 19:41

O assunto voltou à tona na resposta a um ofício da CVM, que solicitou esclarecimentos sobre as recentes declarações de José Luciano Eduardo Penido

POR DENTRO DA OPERAÇÃO

Tchau, Vale (VALE3)? Por que a Cosan (CSAN3) vendeu 33,5 milhões de ações da mineradora

19 de abril de 2024 - 19:28

A Cosan também quitou R$ 2 bilhões do saldo remanescente do endividamento e liquidação dos derivativos atrelados às ações da Vale

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar