Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-28T17:58:53-03:00
Ricardo Gozzi
QUANDO O RISCO VALE A PENA

Por que a XP recomenda compra de Natura (NTCO3) e vê potencial de alta de quase 40% para as ações

Corretora inicia a cobertura dos papéis do conglomerado de cosméticos com preço-alvo de R$ 65 e otimismo com o futuro da empresa no curto prazo

28 de setembro de 2021
10:29 - atualizado às 17:58
natura
Imagem: Divulgação

É até meio complicado começar. Não se trata apenas de uma recomendação de compra nem de um potencial de alta de quase 40% nos papéis de um dos maiores conglomerados de cosméticos do mundo.

A XP Investimentos iniciou a cobertura das ações da Natura &Co (NTCO3) apontando tantos aspectos positivos da empresa que dificulta determinar um ponto para destacar.

Melhor então seguir a ordem dos fatores mencionados pela XP para estabelecer preço-alvo de R$ 65 para a NTCO3, que ontem chegou ao fim do pregão na B3 cotada a R$ 46,63.

Vamos a eles:

  • um sólido posicionamento de mercado, através de quatro marcas globais com preços e portfólios complementares;
  • uma estrutura robusta de pesquisa e desenvolvimento (P&D), que leva a produtos inovadores e diferenciados;
  • nossa visão positiva da aquisição da Avon;
  • interessantes riscos positivos, como os planos de internacionalização da NTCO ​​(China e EUA), M&A e o desenvolvimento de um ecossistema de beleza;
  • seu forte foco em ESG;
  • um valuation atrativo.

Riscos positivos

Em relação aos riscos positivos, a XP chama a atenção para a mudança feita recentemente em relação ao requisito de testes em animais, o que é favorável aos planos de internacionalização da Natura, que além da China e dos Estados Unidos também mira o Japão e a Malásia.

A companhia também se beneficia da seriedade com que é vista na busca pelo cumprimento dos objetivos de responsabilidade ambiental, social e de governança (ESG).

Mas sempre tem um mas...

Ainda que a recomendação seja de compra, porém, há fatores capazes de impactar negativamente o potencial de valorização de NTCO3.

O bom desempenho das ações ON da Natura depende do sucesso das sinergias derivadas da integração da Avon, da adaptação da empresa às peculiaridades do mercado chinês e também à concorrência com marcas globais renomadas e capitalizadas, como L’Oréal e P&G.

“No entanto, a experiência em P&D da NTCO ​​e as fortes capacidades de inovação melhoram a percepção de qualidade de seus produtos”, destaca a XP.

Em sua análise, a XP também chama a atenção para os riscos representados por uma possível diminuição da demanda por produtos de beleza por causa da pandemia. A possibilidade de apreciação do real também pode pesar sobre os resultados, “mas com o efeito sendo parcialmente compensado por um impacto positivo nas margens da operação no Brasil”.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Domando o dragão

Campos Neto volta dizer que BC fará o que for preciso para trazer inflação para a meta em 2022

O presidente do Banco Central acredita que a escalada dos preços já atingiu seu ponto máximo no mês passado; agora a tendência é convergir.

Fiscalização em alta

Empresas ligadas à quinta maior criptomoeda do mundo são multadas por comissão nos Estados Unidos

As empresas irmãs são acusadas de fazerem “declarações falsas ou enganosas” e de “omitirem fatos relevantes” para o mercado sobre a stablecoin tether

AO VIVO

O que muda com a compra da Mosaico (MOSI3) pelo Banco Pan (BPAN4)? CEO do banco e fundador da empresa de tecnologia respondem em live com Felipe Miranda

Para entender o racional da negociação, o sócio-fundador e CIO da Empiricus conversa hoje (15) com Carlos Eduardo Pereira Guimarães e Guilherme Pacheco

Efeito dominó

Mais uma incorporadora chinesa deixa de pagar seus credores; China rompe o silêncio sobre a crise no setor imobiliário

A China Properties Group informou que não fez o pagamento de US$ 226 milhões referentes a uma emissão de notas seniores que vencia hoje

Exile on Wall Street

Dia do professor: cinco lições sobre fundos de investimento para o primeiro dia de aula

Dos brinquedos à maçã (virtual), comemora-se nesta semana as datas dos dois agentes de mudanças mais importantes de uma sociedade. Crianças têm, claro, suas aptidões naturais por exatas, humanas, ciências biológicas e artes em todas as suas formas de expressão. Mas são os professores que catalisam e alavancam esse interesse pelo conhecimento, ensinam a pensar […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies