Menu
2020-03-06T07:24:44-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
olho no balanço

Após compra da Avon, Natura tem queda de 71,6% no lucro em 2019, a R$ 155,5 milhões

Empresa divulgou o balanço do quarto trimestre e afirmou que o resultado do período inclui o impacto de R$ 206,6 milhões em impostos relacionados à reestruturação societária e R$ 104,2 milhões com a Avon

6 de março de 2020
7:01 - atualizado às 7:24
Fachada de uma loja da Natura
Imagem: Divulgação

A Natura & Co informou nesta quinta-feira (5) um lucro líquido de R$ 155,5 milhões no ano passado, uma queda de 71,6% sobre 2018. Analistas ouvidos pela Bloomberg esperavam que a cifra chegasse a R$ 530,7 milhões. Os resultados foram impactados pelas despesas com a aquisição da até então rival Avon.

A empresa divulgou o balanço do quarto trimestre e afirmou que o resultado do período inclui o impacto de R$ 206,6 milhões em impostos relacionados à reestruturação societária, assim como custos não-recorrentes de aquisição da Avon de R$ 104,2 milhões.

No quarto trimestre, a dona da The Body Shop e Aesop reportou um recuou de 94,2% no lucro líquido, para R$ 22,3 milhões.O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da companhia somou R$ 913,88 milhões, uma alta de 27,8% na comparação anual.

O resultado financeiro do quarto trimestre de 2019 ficou negativo em R$ 251,7 milhões, uma alta de 134% em comparação aos R$ 107,6 milhões de igual período do ano anterior. A receita líquida da companhia no intervalo entre outubro e dezembro de 2019 somou R$ 4,652 bilhões, uma alta de 7,3% sobre o mesmo período de 2018.

Ainda todo ano de 2019, a Natura somou um Ebitda de R$ 2,468 bilhões, uma alta de 33,7% sobre o ano anterior. Já a receita líquida chegou a R$ 14,444 bilhões ao final de 2019, alta de 7,8% sobre 2018.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

comércio eletrônico

Desde o início da pandemia, e-commerce brasileira já ganhou 135 mil lojas

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), desde o início da pandemia mais de 135 mil lojas aderiram às vendas pelo comércio eletrônico para continuar vendendo e mantendo-se no mercado

atualização dos dados

Brasil tem 1,66 milhão de casos confirmados do novo coronavírus

Foram 1.254 novas mortes e 45.305 novas pessoas infectadas registradas nas últimas 24 horas, conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada hoje

destravando o crédito

Banco do Brasil atinge R$ 3,3 bilhões em empréstimos no Pronampe em dois dias

Banco do Brasil se aproxima, assim, da meta de esgotar os recursos da iniciativa, aposta do governo Bolsonaro para destravar o crédito, ainda nesta semana

Prévia operacional

MRV bate recorde de vendas no 2º trimestre, totalizando R$ 1,81 bi e 11,5 mil unidades

Segundo prévia operacional, companhia também bateu recorde de volume de repasses, graças à regularização do Minha Casa Minha Vida

seu dinheiro na sua noite

A bolsa cheia e um restaurante vazio

Depois de quase quatro meses em home office, voltei a pisar hoje na redação do Seu Dinheiro. Foi uma passagem de um único dia para tratar de alguns assuntos com a Marina Gazzoni. Ela já retomou a rotina de vir ao nosso escritório duas vezes por semana, enquanto eu sigo na equipe que está em home […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements