Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-02T08:07:16-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
acusações pesadas

Presidente do conselho do Banco do Brasil deixa cargo fazendo acusações contra Bolsonaro

Em carta de demissão, Hélio Magalhães diz que tomou a decisão diante do descaso do presidente com o banco, outras estatais e seus administradores

2 de abril de 2021
8:07
Agência do Banco do Brasil em São Paulo
Agência do Banco do Brasil em São Paulo - Imagem: Shutterstock

O Banco do Brasil (BBAS3) confirmou na quinta-feira (1º) à noite que o presidente do conselho de administração, Hélio Magalhães, e o conselheiro independente, José Guimarães Monforte, renunciaram aos cargos no colegiado.

Ambos fazem parte de um grupo de conselheiros descontentes com a maneira como o presidente Jair Bolsonaro realizou a troca do comando do banco. Bolsonaro escolheu Fausto Ribeiro para o lugar de André Brandão, com quem teve atritos por conta do programa de reestruturação que estava sendo tocado pelo então presidente do Banco do Brasil, que incluía demissões e fechamento de agências.

Em sua carta de demissão, obtida pelo site "G1", Magalhães disse que tomou a decisão diante “descaso com que o acionista majoritário [governo federal] vem tratando” o Banco do Brasil e “outras importantes estatais de capital aberto e seus principais administradores”.

Desrespeito à governança

Os conselheiros independentes do Banco do Brasil vinham expressando contrariedade à interferência de Bolsonaro desde que começaram a surgir as primeiras informações de que ele queria demitir Brandão.

Na quarta-feira (31), durante reunião extraordinária do conselho de administração, Magalhães e Monforte, junto com Luiz Serafim Spinola Santos e Paulo Roberto Evangelista de Lima consignaram uma manifestação contrária à troca na ata da reunião.

Eles reconheceram a competência do presidente da República em trocar o presidente do banco, mas afirmaram que “existem legislação e interpretações mais avançadas para o tema, cuja aplicação, em não sendo possível no caso concreto, deve, contudo, ser perseguida pelos guardiões das boas práticas de governança corporativa”.

Para eles, o Banco do Brasil é uma instituição bicentenária e não se constrói uma história secular “sem uma governança sólida e muito menos sem a liderança de profissionais experientes, capazes, inovadores, dinâmicos, inspiradores, corajosos e estratégicos”.

Os conselheiros destacaram ainda que a meritocracia é um “valor intrínseco” do banco, refletida nos documentos que tratam da política de indicação e sucessão dos líderes, e que Ribeiro “não percorreu ainda todas as etapas de funções gerenciais” em seus 33 anos de carreira no Banco do Brasil.

Além dos conselheiros

A indicação do novo presidente do Banco do Brasil também foi criticada por membros do Comitê de Pessoas, Remuneração e Elegibilidade (Corem), que aprovou na quarta-feira a indicação de Ribeiro.

Em manifestação em separado de seus votos, os membros do comitê Cibele Castro, Luiz Serafim Spinola Santos e Paulo Roberto Evangelista de Lima alertam que "a atuação deste Comitê, no particular, não deveria ser o de exclusivamente verificar a conformidade do processo, o atendimento aos requisitos legais 'objetivos' e a ausência de vedações, mas também o de apreciar 'requisitos subjetivos'".

* Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

queda livre

GPA (PCAR3) tem queda de 95,9% no lucro líquido no 2º trimestre

O GPA (PCAR3) teve uma queda anual de 95,9% no lucro líquido atribuído aos acionistas controladores durante o segundo trimestre, a R$ 4 milhões – abaixo da previsão de analistas, que girava em torno de R$ 50 milhões. O resultado em parte reflete a forte base de comparação. Há um ano, os supermercados registraram forte […]

seu dinheiro na sua noite

WEG: a favorita que levou mais uma vez a medalha de ouro

Nas competições esportivas, sempre há os favoritos ao pódio. Mas a verdade é que o esporte é uma caixinha de surpresas (ainda bem!), e nunca faltarão zebras ou imprevistos para tirar o ouro dos primeiros colocados dos rankings. Nos Jogos Olímpicos de Tóquio já tivemos alguns desses episódios, como a eliminação da tenista Naomi Osaka […]

Tente outra vez

Após cancelar oferta em 2013, Vix Logística protocola novo pedido de IPO na CVM

A empresa busca recursos principalmente para turbinar a expansão de sua frota, atualmente com 20 mil veículos, e locais de atuação

FECHAMENTO DO DIA

Fed recicla discurso e não empolga, mas balanços dão gás para o Ibovespa subir mais de 1%; dólar vai a R$ 5,10

Enquanto o Fed embalava os mercados internacionais, por aqui foi a temporada de balanços que falou mais alto e levou o Ibovespa a uma alta de 1,31%

CRYPTO NEWS

Você já pensou em desistir do bitcoin?

Muitas vezes perguntamos sobre aquilo que já decidimos fazer e queremos apenas o aval dos que estão ao nosso redor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies