Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-02-24T09:37:47-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
alta nos preços

Gasolina pressiona IPCA-15 e índice é o maior para fevereiro desde 2017

Mesmo vindo abaixo das projeções do mercado (0,50), a prévia da inflação teve a maior alta para o mês de fevereiro em quatro anos

24 de fevereiro de 2021
9:37
Posto de combustível em Brasília
Posto de combustível em Brasília - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) veio abaixo da mediana das expectativas do mercado, variando 0,48% no mês de fevereiro, ante 0,50% das projeções. Mesmo assim, o avanço é maior para fevereiro desde 2017, quando o IPCA-15 variou 0,54%.

Pressiona para cima

O indicador desacelerou em relação a janeiro deste ano, quando ficou em 0,78%. Quem pressionou o indicador para cima foi o preço dos combustíveis, com a gasolina subindo 3,52%, o etanol, 2,36% e o óleo diesel, 2,89%.

Com isso, o setor de transportes foi o que mais influenciou o IPCA-15, tendo elevação de 1,11% no total, impactando em 0,22 pontos percentuais o valor final do índice. O segundo maior impacto veio do segmento de Educação, variando 2,39% e contribuindo com 0,15 pontos percentuais. A retirada de descontos praticados pelas instituições ao longo de 2020 e os reajustes anuais do início do ano contribuíram para essa variação.

Pressão para baixo

Após a alta de 1,44% em janeiro, o segmento de Habitação oscilou para baixo 0,74% devido a uma queda nas tarifas de energia elétrica, que passaram da bandeira vermelha patamar 2, em dezembro, para amarela em janeiro e fevereiro, considerando o período de referência do IPCA-15.

O grupo de Alimentação e Bebidas também vem sofrendo uma desaceleração, saindo de 1,53% em janeiro para 0,56% em fevereiro. Esse setor foi impactado pela queda nos preços da batata inglesa, leite longa vida, óleo de soja e arroz. 

Por estado

Todas as regiões pesquisadas apresentaram variação positiva em fevereiro, com exceção de Goiânia (-0,03%). O maior índice foi observado na região metropolitana de Fortaleza (0,95%), principalmente por causa das altas nos cursos regulares (8,86%). Na capital goiana, o índice foi impactado principalmente pela queda na energia elétrica (-4,88%).

No acumulado dos 12 meses, o avanço foi de 4,57%

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Nada de penny stock

Na Saraiva (SLED3 e SLED4), uma medida para aliviar a pressão da CVM — mas que não tira a corda do pescoço

A Saraiva (SLED3 e SLED4) quer fazer um grupamento de ações na proporção de 35 para 1, saindo da casa dos centavos — mas perdendo liquidez

Seu Dinheiro no sábado

O que esperar para os seus investimentos até 2024?

Como parte das comemorações de três anos do Seu Dinheiro, montamos um conteúdo especial para discutir o cenário de investimentos até 2024

PAPO CRIPTO #004

Bitcoin (BTC) pode chegar aos US$ 100 mil ainda este ano, tudo depende dos EUA, afirma André Franco ao Papo Cripto

As gamecoins como o Axie Infinity devem movimentar ainda mais o mercado até o final do ano

ATENÇÃO, ACIONISTA

Hapvida (HAPV3) vai recomprar até 100 milhões de ações; papéis acumulam queda de 17% no ano

A operadora de saúde anunciou hoje que dará início a um programa de recompra de papéis com duração de até 18 meses

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies