Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
Dados da Bolsa por TradingView
2021-12-08T08:50:47-03:00
O melhor do Seu Dinheiro

O novo sabor (ruim) da poupança, os mercados à espera do Copom e outros destaques desta quarta-feira

Com decisão do Copom, a regra da poupança vai mudar e a rentabilidade, aumentar; descubra se vale a pena experimentar

8 de dezembro de 2021
8:50
Homem de ressaca
Homem de ressaca - Imagem: Pixabay

No começo de 2018, as redes sociais foram tomadas por reclamações de consumidores que notaram mudanças na fórmula de uma conhecida bebida à base de vodca.

Sem alarde, o fabricante decidiu incluir fermentado de maçã na receita. Mas a novidade provocou tanta polêmica que a empresa precisou lançar outra versão da bebida e tirar a antiga de circulação.

Promover mudanças em produtos consagrados do público sempre traz dor de cabeça. Que o diga a caderneta de poupança, que ganhou uma nova regra em 2012.

O investimento mais popular do país passou a seguir duas fórmulas de rentabilidade para as contas novas, de acordo com o patamar da taxa básica de juros (Selic).

A mudança foi feita justamente para evitar que a caderneta rendesse demais em momentos de juros mais baixos, como o que o país viveu até o início deste ano. Ou seja, a fórmula mudou para manter o gosto ruim de sempre.

O retorno da caderneta hoje é equivalente a 70% da Selic e rendeu meros 0,36% em novembro. Mas com a alta dos juros prevista para logo mais na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), o rendimento da poupança vai resgatar aquele sabor antigo.

Isso significa que, a partir de amanhã, a caderneta voltará a ter uma rentabilidade de pelo menos 0,5% ao mês. Será então que vale a pena provar novamente a caderneta? A Julia Wiltgen conta tudo o que você precisa saber sobre as mudanças na poupança nesta matéria.

O que você precisa saber hoje

ESQUENTA DOS MERCADOS
Restrições no Reino Unido pioram o sentimento do investidor antes da abertura da bolsa no Brasil, com decisão do Copom e vendas no varejo no radar. O acordo para viabilizar a PEC dos precatórios pode aliviar o cenário local, mas a cautela antes da divulgação da Selic deve limitar o otimismo.

FINAL DE ANO TURBINADO
Cosan (CSAN3) vai pagar R$ 700 milhões em dividendos e você tem apenas mais uma semana para garantir a bolada; entenda. O pagamento deverá cair na conta dos acionistas no dia 28 de dezembro; veja o que é preciso fazer para ter direito ao montante.

OPORTUNIDADE ANIMAL
Seu bichinho de estimação pode render na bolsa: Petz (PETZ3) vai acelerar aquisições após oferta de ações. Depois de colocar R$ 700 milhões no bolso, a empresa tem uma série de ativos sendo analisados, segundo o fundador e presidente da empresa, Sergio Zimerman.

VOLTOU ATRÁS
Em raro recuo, Conselho do Ministério Público reabre investigação de caixa 2 envolvendo EcoRodovias em São Paulo. Decisão atende a recurso de promotores de justiça que atuam na defesa do patrimônio público paulista.

MONEY TIMES
Rali de fim de ano: Ômicron será gatilho para a Bolsa? Economistas consultados pelo Money Times acreditam que a maré de alta do Ibovespa pode continuar; entenda.

MONEY TIMES II
Weg: Queda de 20% das ações deixou empresa barata, diz Credit Suisse. O Banco cortou o preço-alvo de R$ 46 para R$ 44, potencial de alta de 33%, com recomendação outperform.

Aquele abraço e uma ótima quarta-feira!

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Mercados Hoje

Ibovespa abre em alta de mais de 1% puxado pelo exterior positivo, e dólar recua a uma semana da reunião do Federal Reserve

Commodities permanecem no radar: minério de ferro avançou na China durante a madrugada, e agentes de mercado já apostam numa alta do petróleo até US$ 100 neste ano

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro avança próximo da estabilidade e dólar cai de olho no exterior positivo e nos balanços dos bancos de hoje

As commodities permanecem em rota de valorização, com o petróleo e o minério de ferro em destaque hoje

O melhor do Seu Dinheiro

Um guia com 51 investimentos para 2022, a queda das ações tech na B3, Binance e outros destaques do dia

Confira os investimentos mais promissores do ano, além de uma análise completa dos riscos e oportunidades nas principais classes de ativos

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas buscam recuperação lá fora, de olho nos balanços do dia e Ibovespa foca no cenário doméstico

O presidente da República, Jair Bolsonaro, tem até sexta-feira (21) para decidir sobre o Orçamento e o reajuste dos servidores públicos

PAPO CRIPTO #010

Maior corretora de criptomoedas do mundo, Binance vê 2022 como o “ano da regulação” do mercado

“Existe um preconceito com o mercado de criptomoedas como um todo”, diz a representante da Binance no Brasil sobre países que proibiram a atuação da corretora

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies