Menu
2021-04-05T18:31:46-03:00
Fim de uma era

LG deixa de produzir celulares e medida afetará 400 empregos no Brasil

O anúncio deve impactar em cheio a fábrica de Taubaté, no interior de São Paulo, responsável pela produção de monitores e smartphones

5 de abril de 2021
11:01 - atualizado às 18:31
shutterstock_1134759566
Imagem: Shutterstock

A LG anunciou que vai fechar sua unidade de smartphones em todo o mundo nos próximos meses, como já se especulava há algum tempo, para concentrar esforços em negócios de crescimento mais rápido. A medida foi anunciada na noite deste domingo (04).

Em comunicado, a empresa sul-coreana disse que a unidade será desmantelada até o dia 31 de julho, embora o estoque atual de aparelhos possa ainda estar disponível para venda depois desse período.

A medida não deve afetar a produção da chamada linha branca, que inclui geladeiras e ar-condicionados, e deve seguir sendo realizada na fábrica da Zona Franca de Manaus. Mas o anúncio deve impactar em cheio a fábrica de Taubaté, no interior de São Paulo. 

De acordo com dados da empresa, a fábrica possui mil funcionários, que se dividiam na produção de celulares e monitores. Dessa forma, o fechamento da unidade de smartphones deve afetar 400 postos de trabalho.

De acordo com o site Statcounter, que mede a participação de marcas no mercado de celulares, a LG tem 6,5% de participação no mercado de smartphones no Brasil e 1,6% no mercado global, onde já chegou a registrar 4,1% em 2014.

A LG deixará de competir com empresas gigantes no setor, como Samsung (com 28,36% do mercado), Apple (27,43%) e as chinesas Xiaomi (10,3% e Huawei (9,27%).

A empresa também informou que vai fornecer assistência e atualizações para seus aparelhos por tempo indeterminado. Na Bolsa de Seul, a ação da LG Electronics fechou em baixa de 2,52% nesta segunda-feira (5).

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

FECHAMENTO

Mercado olha desconfiado para Orçamento e Ibovespa acompanha queda do exterior; dólar fica estável

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado trazendo uma maior cautela ao cenário, os investidores acabaram optando pela cautela

Prioridade na Casa

Câmara aprova requerimento de urgência sobre projeto de privatização dos Correios

A medida permite que a proposta “fure” a fila de votação de projetos e pode agilizar o processo de desestatização

produção em baixa

Netflix decepciona em novos assinantes, mas nega impacto da concorrência

Papéis da empresa negociados na Nasdaq caíam mais de 10% no after market; pandemia impactou em novas produções, com reflexo no balanço da companhia

Desencontro acadêmico perdoado

Eike Batista é absolvido pela CVM em processo sobre ‘inconsistências’ no currículo

A farsa do fundador do Grupo X, que se apresentava com diferentes credenciais para cada uma das empresas, foi descoberta após sua prisão

A maior desde 1994

Com recorde na arrecadação em março, Paulo Guedes fala em recuperação econômica

Os R$ 137,9 bilhões arrecadados no mês animaram o ministro e o levaram a afirmar que o país “se levantou”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies