Menu
2021-05-28T08:02:56-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Esquenta dos Mercados

Otimismo com Orçamento de Biden contamina as bolsas e pode chegar ao Ibovespa

Os Estados Unidos estão no foco da semana, e hoje não poderia ser diferente

28 de maio de 2021
8:02
American,Dollars,Banknotes,And,Usa,Flag,On,Old,Wooden,Board.
Imagem: Shutterstock

A semana foi marcada por um certo marasmo dos mercados. Os olhos estavam voltados para os dados da economia norte-americana, em especial o PIB e a inflação, divulgados entre ontem e hoje.

O número de pedidos de auxílio desemprego dos EUA também veio abaixo do esperado, o que mostra que a rota para a retomada da atividade econômica aponta para o lugar certo.

Nesta sexta-feira (28), o mundo deve conhecer o recheado e imenso Orçamento para 2022 do país, proposto pelo presidente americano, Joe Biden. “Imenso” porque o valor dos gastos públicos deve atingir US$ 6 trilhões, de acordo com o que foi dado pelo The New York Times. “Recheado” porque inclui todos os planos de ajuda e estímulos à economia propostos pelo presidente. 

Esse cenário anima as bolsas pelo mundo, que operam majoritariamente no azul.

No Brasil, o número de desempregados, divulgado pelo Caged no início da semana, veio em linha com o esperado pelo mercado. Entretanto, o governo federal tem um grande desafio pela frente, de recolocar na economia quase 15 milhões de pessoas.

AVISO DE LIVE

O prazo para a entrega do Imposto de Renda 2021 com ano-base 2020 encerra no dia 31/05. Ainda tem dúvidas? Hoje a nossa repórter Julia Wiltgen responderá perguntas do Guia Definitivo do Imposto de Renda no nosso canal no YouTube, ao meio-dia.A transmissão será aberta para todos. Não perca! 

Dados e mais dados

O mundo conhecerá hoje os índices de preços dos gastos com consumo, chamados de PCE e Núcleo do PCE. A primeira leitura da inflação americana já movimentou os mercados ontem, mas a publicação oficial de hoje ainda pode ter influência no mercado.

Orçamento para 2022

Não, não estamos falando do Brasil. O presidente americano, Joe Biden, deve apresentar a proposta de orçamento para 2022, com o maior investimento no país desde a Segunda Guerra Mundial. De acordo com o The New York Times, os gastos federais atingirão os robustos US$ 6 trilhões no ano fiscal de 2022 e que os gastos atinjam US$ 8,2 trilhões até 2031.

Isso geraria um déficit do governo federal de US$ 1,8 trilhão, apesar de uma série de novos impostos sobre corporações e pessoas de alta renda, destinados a pagar por seus planos de estímulos. O plano leva em conta investimentos para crianças em idade pré-escolar e o “Plano Família”, uma espécie de auxílio emergencial permanente para baixa renda.

Maiores detalhes do plano de Biden devem ser detalhados na apresentação de proposta de orçamento. 

Bolsas pelo mundo

Os índices asiáticos fecharam majoritariamente em alta na manhã desta sexta-feira (28). Os dados de ontem da economia norte-americana animaram os mercados, dando sinais de que os EUA estão no caminho para a retomada das atividades.

Da mesma forma, as bolsas da Europa operam em alta, também motivadas pelos dados da economia americana. Além disso, o índice de sentimento econômico da região superou as expectativas do mercado e atingiu os maiores níveis pré-pandemia pelo segundo mÊs consecutivo. 

Por fim, os futuros de Nova York apontam para uma abertura em alta, à espera do anúncio da proposta orçamentária para 2022 do presidente americano, Joe Biden.

Agenda do dia

Confira os principais destaques para esta sexta-feira (28):

  • Aneel: Agência divulga bandeira tarifária para junho (sem horário)
  • Estados Unidos: O presidente americano, Joe Biden, publicará proposta orçamentária para 2022 (sem horário marcado)
  • FGV: IGP-M de maio (8h)
  • Estados Unidos: Departamento de comércio divulga renda pessoal em abril, publicação oficial dos preços e gastos do consumo (PCE) e do núcleo gos gastos (Núcleo do PCE) (9h30)
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Insights Assimétricos

Preparado para a Super Quarta? O que você precisa saber antes das decisões do Fed e do Copom sobre juros

Um ajuste dos juros, mantendo-os ainda abaixo do neutro (entre 5,5% e 6,5%), seria salutar. Uma alta para além disso, contudo, poderá comprometer a retomada brasileira

Caçadores de tendências

Itaú Asset lança mais 3 ETFs com foco em inovação nas áreas de saúde, tecnologia e consumo dos millennials

Gestora do Itaú agora aposta em índices de empresas globais ligadas a tendências de consumo que estão mudando a sociedade

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

As ações das novas petroleiras valem a pena?

Nos recentes movimentos de rotação de carteiras nos mercados, temos nos deparado com a dicotomia Velha Economia (empresas de segmentos tradicionais) e Nova Economia (empresas ligadas à tecnologia e novas formas de consumo). Dentro do que se convencionou chamar de Velha Economia, temos visto o destaque das empresas de commodities, justamente o forte do Brasil. […]

Problemas no paraíso

Cesp, Engie, AES Brasil e mais: seca reduz brilho de ações do setor de geração hídrica

Com menos água, as empresas geram menos em hidrelétricas, mas não ficam livres de cumprir os contratos de fornecimento de energia

Jabuti do bem?

MP da Eletrobras: contratação de térmicas a gás pode diminuir conta de luz, diz estudo da Abegás

A medida vem sendo criticada pela maioria das elétricas, que alegam que ela vai na contramão da modernização e competitividade do setor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies