2021-10-13T17:34:52-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa fecha em baixa com setor financeiro pressionado e dólar vai a R$ 5,53 em sessão marcada por cautela e baixa liquidez

As bolsas internacionais começaram o dia com ganhos, mas o cenário mudou com o aumento da cautela e os índices fecharam em baixa

11 de outubro de 2021
17:50 - atualizado às 17:34
O Ibovespa descola do exterior e cai nesta sexta-feira (12) - Imagem: Shutterstock

O primeiro pregão da semana teve um céu com poucas nuvens e mais todo um horizonte para o Ibovespa viajar. Tudo indicava uma sessão tranquila, apesar da falta de liquidez dos mercados devido ao feriado nos EUA. Entretanto, o tempo fechou, e as bolsas inverteram o sinal e fecharam no vermelho. 

O setor financeiro foi especialmente afetado no pregão de hoje, seguindo a queda do setor de tecnologia. As units do Banco Inter chegaram a cair mais de 10%, e as ações preferenciais, mais de 9%. De acordo com especialistas ouvidos pelo Broadcast, os bancos encerraram a sessão em movimento de realização de lucros, após as sucessivas altas no pregão de sexta-feira (08).

Além disso, uma mudança na regra colocada em consulta pública na sexta-feira à noite pelo Banco Central ajuda a explicar uma parte do mau humor de hoje. O BC propôs o limite máximo de 0,5% para a tarifa de intercâmbio nas transações com cartões pré-pagos, na linha da restrição que já existe para os cartões de débito.

A proposta também proíbe que os emissores de cartões adotem prazos diferentes para que os lojistas recebam os recursos em compras realizadas pelos dois tipos de pagamento.

“A proposta em pauta tem o objetivo de harmonizar regras, custos e procedimentos associados a instrumentos de pagamento que apresentam grande similaridade sob o ponto de vista do funcionamento do serviço de pagamento prestado”, justificou o BC.

O Columbus Day manteve as negociações dos Treasuries, os títulos do Tesouro americano, fechadas por hoje, mas o mercado de ações foi aberto. E o que começou bem, terminou mal: as bolsas americanas chegaram a registrar ganhos, mas fecharam em queda nesta segunda-feira (11)

O S&P 500 encerrou o dia em queda de 0,69%, enquanto Dow Jones e Nasdaq caíram 0,72% e 0,64% respectivamente. Nesse cenário, o Ibovespa foi pelo mesmo caminho e caiu 0,58%, aos 112.180 pontos. A bolsa brasileira chegou a subir mais de 1% no início das negociações. 

A pouca liquidez dos mercados foi apenas um dos fatores que pesaram nos índices. A retomada econômica mais fraca e o medo da inflação pesaram ainda mais e a cautela deve prevalecer nos próximos dias. 

A curva de juros também foi pressionada ao longo do dia:

  • Janeiro de 2022: de 7,24% para 7,33%;
  • Janeiro de 2023: de 9,06% para 9,09%;
  • Janeiro de 2025: de 10,06% para 10,10%;
  • Janeiro de 2027: de 10,49% para 10,53%

O dólar à vista fechou o pregão de hoje em alta de 0,38%, cotado a R$ 5,5371, de olho nos riscos globais da retomada econômica e à espera da ata da última reunião do Fed na quarta-feira (13)

Empolgou, mas não levou

No início da sessão, a alta das principais commodities do mundo chegou a animar as ações de gigantes do Ibovespa. Vale (VALE3) e Petrobras (PETR3 e PETR4) foram os grandes destaques do dia, após a alta de quase 10% no preço do minério de ferro em Quindao, na China, e no avanço do petróleo Brent para os US$ 84 por barril.

A expectativa global é de que a retomada econômica aumente a demanda por matérias-primas, o que coloca pressão nos contratos futuros das commodities. Por outro lado, esse movimento deve ser acompanhado pela inflação, o que gera apreensão global dos investidores.

A Opep+ não deve aumentar a produção nos próximos meses, o que pode gerar escassez global de petróleo e limitar a retomada das atividades.

Sobe e desce

Confira as maiores altas do dia:

TICKERNOMEPREÇOVAR (%)
PCAR3PÃO DE AÇÚCAR ONR$ 25,845,04%
EMBR3EMBRAER ONR$ 25,984,97%
CMIG4CEMIG PNR$ 14,653,68%
PRIO3PETRORIO ONR$ 27,903,26%
BRAP4BRADESPAR PNR$ 54,902,96%
ELET3ELETROBRAS ONR$ 38,992,39%

Confira também as maiores quedas do pregão

TICKERNOMEPREÇOVAR (%)
BPAC11BTG PACTUAL UNITR$ 24,05-5,94%
PETZ3PETZ ONR$ 21,99-6,03%
BPAN4BANCO PAN PNR$ 14,55-7,50%
BIDI4BANCO INTER PNR$ 15,13-9,94%
BIDI11BANCO INTER UNITR$ 44,88-10,26%

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

CRIPTO INSTITUCIONAL

Real digital vem aí! Banco Central prepara versão virtual da moeda brasileira para 2022

A instituição lançou um laboratório para estudar as possibilidades de uso e de execução de projetos com a versão virtual da moeda brasileira

Clube do Livro

Para ter sucesso nos investimentos, é preciso fugir das armadilhas da mente – É o que mostra o livro “A arte de pensar claramente”, de Rolf Dobelli

Compreender como o nosso cérebro funciona no processo de tomada de decisões é essencial para ter mais assertividade na vida financeira e nos investimentos.

Trilhas de Carreira

O que os cursos sobre liderança profissional não contam para você

Já vi e participei de muitas capacitações, mas poucas me transformaram genuinamente. Isso me faz refletir bastante sobre a essência dos líderes, e observo que há um padrão bem recorrente

PLANEJAMENTO FINANCEIRO

Reserva de emergência é para todo mundo? Não segundo este planejador financeiro; entenda

Separar uma quantia para imprevistos não importa a sua situação é uma recomendação quase unânime entre os planejadores financeiros, mas esse profissional acredita no contrário

EMISSÃO DE AÇÕES

Marisa (AMAR3) vai aumentar o capital social — o que isso significa para os acionistas?

A varejista de moda emitirá até 81 milhões ações a R$ 3,08 cada, um desconto de cerca de 17,5% em relação ao fechamento dos papéis ontem.