Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-24T10:06:50-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
No voo da Fênix

Renascendo das cinzas: bitcoin sobe 16% após encostar na ‘Cruz da Morte’

Apesar da forte alta, todo o mercado de criptomoedas acumula uma queda expressiva nos últimos sete dias

23 de junho de 2021
10:37 - atualizado às 10:06
Bitcoin Renascimento Fênix Fogo Cidade
Imagem: Shutterstock, com intervenção de Andrei Morais

A principal criptomoeda do mercado vive testando os marca-passos dos investidores. Depois de tocar o ponto da Cruz da Morte, o bitcoin engatou uma recuperação que contagiou o mercado cripto. 

Por volta das 9h40 da manhã desta quarta (23), a principal criptomoeda do mercado operava com alta volatilidade aos US$ 34.614,79, uma alta de 16,35% nas últimas 24h. Apesar da valorização expressiva de ontem para hoje, nos últimos sete dias o bitcoin ainda amarga uma desvalorização de 11,86%

O mesmo movimento acontece com as dez principais moedas digitais do mercado. O destaque das maiores quedas da semana fica para o dogecoin (DOGE), que desvalorizou 26,71% na última semana, mas subia 28,85% no mesmo horário, e o polkadot (DOT), que acumula queda de 32,80% em sete dias, mas avançava 7,21% nas últimas 24 horas até a manhã de hoje. 

China e a queda do hashrate

A taxa de mineração da rede do bitcoin, o chamado hashrate de mineração, vem caindo nas últimas semanas. Há pouco mais de um mês, a China começou a fechar o cerco para os mineradores, impondo dificuldades para a atividade, desde encontrar fontes de energia até a ameaça de encerramento de contas envolvidas com cripto, ou mesmo a proibição

Mas um levantamento do The Block Research mostrou que, só no último mês, a taxa de mineração caiu quase 50%. Em 15 de maio, o hashrate da rede era de 168 mil petahashes por segundo (PH/s), enquanto que, nesta quarta-feira (23), são 86 mil PH/s. 

O que isso significa?

A mineração de bitcoin é o que coloca novas moedas na rede, validando as transações e tornando a blockchain mais segura, como já explicamos aqui. A China é responsável por aproximadamente 65% do hashrate da rede do bitcoin, enquanto o segundo lugar, os EUA, respondem por pouco mais de 7%.

Com as restrições impostas pela China, os mineradores estão migrando para outras regiões e até mesmo para os Estados Unidos. Isso indica que essa taxa deve se normalizar em algum momento, de acordo com especialistas. 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

RAIO-X DO ORÇAMENTO

Fundo eleitoral, emendas do relator e reajuste dos servidores: 3 pontos do Orçamento para 2022 que mexem com a bolsa esta semana

Entre emendas parlamentares superavitárias e reajuste dos policiais federais, o Orçamento deve ser publicado no Diário Oficial na segunda-feira (24)

PEC DOS COMBUSTÍVEIS

Tesouro pode perder até R$ 240 bilhões com PEC dos Combustíveis e inflação pode ir para 1% — mas gasolina ficará só R$ 0,20 mais barata; confira análise

Se todos os estados aderirem à desoneração, a perda seria de cifras bilionárias aos cofres públicos, de acordo com a XP Investimentos

Seu Dinheiro no Sábado

E a bolsa ainda pulsa: os grandões do Ibovespa brilham e puxam o índice — mas e as demais empresas?

Além do ciclo aquecido das commodities e da entrada de recursos estrangeiros, também vale lembrar o desconto nos ativos domésticos

BITCOIN (BTC) HOJE

Bitcoin (BTC) aprofunda queda da semana e é negociado aos US$ 35 mil hoje pela primeira vez em seis meses; criptomoeda já caiu 17% em sete dias

Especialista dá dicas de como sobreviver ao momento de “sangria” do mercado de criptomoedas — e o que não fazer no desespero

Dê o play!

A bolsa ainda pulsa, mas será um último suspiro? O podcast Touros e Ursos discute o cenário para o Ibovespa

No programa desta semana, a equipe do Seu Dinheiro discute o cenário para o Ibovespa e os motivos que fazem a bolsa brasileira subir

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies