Menu
2020-05-12T10:14:46-03:00
CRISE POLÍTICA

PGR, AGU e Moro vão à PF em Brasília para assistir a vídeo de reunião ministerial

Moro foi a Brasília para acompanhar a exibição junto de seus advogados. A PGR indicou que assistirão ao vídeo os procuradores que já acompanham o caso – João Paulo Lordelo Guimarães Tavares, Antonio Morimoto e Hebert Reis Mesquita.

12 de maio de 2020
10:14
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro
O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) exibe, às 8h desta terça, 12, no Instituto Nacional de Criminalística da corporação em Brasília, a um restrito grupo de autoridades que tiveram permissão do ministro do STF Celso de Mello, a íntegra da gravação da reunião ministerial ocorrida no dia 22 de abril na qual, segundo o ex-ministro Sérgio Moro, o presidente Jair Bolsonaro teria cobrado a substituição do diretor-geral da PF e do superintendente no Rio.

Em ofício enviado ao ministro Celso de Mello, a Polícia Federal informou a designação da diligência ao procurador João Paulo Lordelo, que acompanha o caso pela Procuradoria-Geral da República, a advogada da União Izabel Vinchon Nogueira de Andrade e o ex-ministro Sérgio Moro e seus advogados, além do juiz federal auxiliar do gabinete de Celso, Hugo Sinvaldo Silva da Gama Filho.

Moro foi a Brasília para acompanhar a exibição junto de seus advogados. A PGR indicou que assistirão ao vídeo os procuradores que já acompanham o caso - João Paulo Lordelo Guimarães Tavares, Antonio Morimoto e Hebert Reis Mesquita.

A autorização para que o vídeo fosse exibido à PGR, à AGU e a Moro foi dada pelo decano no último sábado, dia 9. No despacho, o ministro do STF indicou que a data de acesso seria designada pela presidente do inquérito, delegada Christiane Corrêa Machado, que mostraria o conteúdo integral do HD entregue pelo governo ao STF em "ato único".

Nesta segunda-feira, 11, Celso de Mello determinou, a pedido da PF, que uma equipe realize a perícia do vídeo logo após a exibição da gravação. O decano indicou que a AGU, a PGR e os advogados de Moro poderão apresentar, em até 24 horas, nomes para acompanharem os trabalhos dos agentes.

Celso de Mello cobrou, ainda, a degravação integral do HD externo apresentado pela União. Os arquivos deverão ser encaminhados ao seu chefe de gabinete, Miguel Piazzi. "Essa determinação é por mim adotada pelo fato de - por não me encontrar em Brasília neste período de pandemia, em razão de compor grupo de risco, embora trabalhando, intensamente, à distância - necessitar, para efeito de conhecimento integral, ter acesso ao que se contém no HD externo em causa, em ordem a poder, então, com plena ciência dos elementos existentes em tais arquivos, decidir sobre a divulgação, total ou parcial, do que se passou na reunião ministerial de 22/04/2020, realizada no Palácio do Planalto", afirmou o decano do Supremo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Assistência para saúde e emprego

Bank of America anuncia ajuda de US$ 1 bilhão contra desigualdade racial e econômica nos EUA

Programas financiados estão voltados a propiciar assistência a comunidades não-brancas que experienciam maior impacto da crise de saúde, em meio a manifestações ao redor do país após a morte de George Floyd, negro asfixiado por um policial em Minneapolis

multicanalidade

Em busca de geração de caixa, Via Varejo aposta em drive thru

Clientes das Casas Bahia e Pontofrio fazem o pedido online e escolhem uma das lojas disponíveis para retirar o pedido sem sair do carro

o pior já passou?

Depois do fundo do poço, venda de veículos novos sobe 11,6% em maio

Na comparação com maio do ano passado as vendas ainda despencam, com retração de 74,6%

em meio à pandemia

Governo busca destravar crédito a pequenas e médias empresas

Além de ampliar o escopo do financiamento de salários, cuja oferta de recursos ficou bem abaixo do esperado, avança na regulamentação da linha que terá garantia do fundo de aval do BNDES

EM MEIO À PANDEMIA

Bolsonaro paga recorde de emendas parlamentares

O montante efetivamente pago também foi o maior para um único mês ao longo dos últimos anos, R$ 4 bilhões.

EFEITO CORONAVÍRUS

Alta do dólar pressiona dívida e derruba lucro das empresas em 70% no trimestre

A disparada do dólar, que ganhou força a partir do fim do carnaval, foi suficiente para azedar o resultado das operações.

ENERGIA

Aneel autoriza postergação de entrega de obras de transmissão por 4 meses

O órgão regulador também suspendeu processos de autorização de obras não urgentes.

exile on wall strett

A festa junina que podemos ter

O que você observa do mercado hoje? Querendo ou não, gostando ou não, é um mercado leve, comprador, sem vendedor marginal, migrando para ativos de risco.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Alívio intenso

Ibovespa sobe aos 90 mil pontos e dólar cai a R$ 5,23 com menor aversão ao risco

O Ibovespa continua recuperando o terreno perdido, impulsionado pelo clima de menor aversão ao risco no mundo. No câmbio, o dólar à vista cai forte e chega às mínimas desde 17 de abril

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements